CBN - A rádio que toca notícia

ILEGALIDADE

“Em paz com minha consciência”, diz juiz no MA que abriu mão de auxílio-moradia

O juiz Carlos Roberto Gomes de Oliveira Paula, do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), dá exemplo a milhares de juízes do País ao recusar, desde novembro, receber auxílio-moradia de R$ 4,3 mil e outros penduricalhos

10/02/18, 17:40
 
O
juiz Carlos Roberto Gomes de Oliveira Paula, auxiliar no Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), é um dos pouquíssimos magistrados que abriram mão de receber auxílio-moradia de R$ 4,3 mil e outros penduricalhos oferecidos a magistrados em todo o País.

Ele diz que a decisão trouxe sensação de "bem-estar e leveza com a própria consciência". "Isso [auxilio-moradia] fragiliza e diminui a credibilidade do poder Judiciário. Precisamos estabelecer regras mais claras em relação a isso. A Constituição Federal não permite e não autoriza que o juiz receba esse auxilio. A única coisa que ela diz é que se deve receber subsídio em parcela única, à exceção de verbas indenizatórias pagas, por exemplo, no caso de gastos de viagem que precisem ser ressarcidos", afirmou em reportagem do UOL.

Além de abrir mão dos auxílios de novembro em diante, o magistrado ainda concedeu formalmente ao TJ-MA, em janeiro passado, a devolução dos valores recebidos nos últimos quatro anos. Estabeleceu um percentual mínimo de 4% sobre o salário bruto mensal –o que dá em torno de R$ 1,1 mil – até que possa aumentar o desconto e quitar a devolução mais rapidamente. A devolução ainda não começou, já que a Presidência determinou que o valor total seja calculado.

"Devolver esse dinheiro e abrir mão dos auxílios que eu recebia me deixou bem e completamente em paz com a minha consciência. Sempre me incomodei e sempre me senti constrangido em receber esse dinheiro, mas não tive coragem de abrir mão antes", relatou.

O juiz admitiu que recebeu críticas ao abrir mão da verba, pois seu ato poderia colocar pressão sobre outros magistrados, mas preferiu não entrar em detalhes. Também não quis falar sobre casos específicos, como os de Moro e Bretas –"são juízes de grande competência", limitou-se a classificar --, tampouco sobre as associações de magistrados que, nos últimos dias, criticaram a exposição de casos como os dos dois juízes da Lava Jato à opinião pública.

Uma dessas associações, a Ajufe (Associação dos Juízes Federais), é presidida por um magistrado maranhense, Roberto Veloso, que foi professor de Oliveira Paula.

A reportagem questionou se ele espera ser um exemplo a outros colegas. "Passei meses sem dar uma entrevista depois que anunciei essa renúncia, em novembro, mas entendo que falar sobre isso é necessário para o debate. Ainda mais porque vejo que o Judiciário, que é valoroso, está receoso ou refletindo sobre como se colocar a respeito disso. Vários colegas estão, sim, preocupados com isso", disse. "E debater isso é importante para que não apenas saiamos mais fortes, como mais antenados com a realidade brasileira", opinou.

Fonte: JL/Notícias ao Minuto
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
17/12/18, 11:23 | CRIMES - PGR deve analisar movimentações financeiras de ex-assessor de Flávio Bolsonaro
17/12/18, 11:19 | LEGISLAÇÃO - Câmara engaveta há mais de um ano proposta que pune até os estupros mais antigos atribuídos a João de Deus
17/12/18, 09:56 | ABUSOS SEXUAIS - Defesa deve pedir hoje prisão domiciliar para João de Deus
17/12/18, 09:52 | ECONOMIA - Receita paga hoje as restituições do último lote do IRPF 2018
17/12/18, 09:49 | OBRA - Bolsonaro deve inaugurar colégio militar que leva nome de seu pai
16/12/18, 19:22 | PRÊMIO - Bolsonaro vence na França prêmio 'Racista do Ano' e 'Misógino do Ano'
16/12/18, 19:14 | POLÍTICA - Roberto Requião prevê “curta duração” para o governo Bolsonaro
16/12/18, 19:11 | HOMENAGEM - Lula ganha Prêmio Chico Mendes e ressalta a luta em defesa da Amazônia
16/12/18, 17:00 | ESCÂNDALO SEXUAL - Médium João de Deus se entrega à polícia em Goiás após ser considerado foragido
16/12/18, 16:41 | ESCÂNDALO - Filhos de Bolsonaro homenagearam ex-assessor por 'brilhantismo'
16/12/18, 16:26 | SAÚDE - Tratamento brasileiro contra Aids se consolida como referência mundial
16/12/18, 16:19 | ESCÂNDALO - Oposição quer CPI sobre caso de ex-assessor de Flávio Bolsonaro
16/12/18, 15:35 | CONTAS PÚBLICAS - Um terço dos municípios deve fechar o ano com contas no vermelho
16/12/18, 15:29 | ENTREVISTA - Ministro Edson Fachin: 'STF é muito maior do que a Lava Jato'
16/12/18, 15:25 | ESCÂNDALO - Polícia Civil já fez buscas por João de Deus em mais de 30 endereços
16/12/18, 14:18 | RELATÓRIO - Omissão do Judiciário leva à morte uma em cada 10 vítimas de tortura
16/12/18, 14:14 | POLÍTICA - Bolsonaro verá realidade se impor a discurso em sua relação com o Congresso
16/12/18, 13:09 | ARTIGO - Direitos Humanos, Direito à Vida e Pena de Morte
16/12/18, 12:35 | SAÚDE - Ministério da Saúde faz alerta para vacinação em período de férias
16/12/18, 12:30 | MEIO AMBIENTE - COP24: países definem regras para implementar Acordo de Paris
16/12/18, 12:21 | POLÍTICA - Bolsonaro reúne-se, na 4ª feira, pela 1ª vez com seus 22 ministros
16/12/18, 12:18 | POLÊMICA - Eduardo Bolsonaro quer plebiscito sobre pena de morte
16/12/18, 12:10 | POLÊMICA - Bolsonaro diz que pena de morte não será debatida em seu governo
15/12/18, 21:47 | CELEBRIDADE - Maisa é a adolescente com mais seguidores no Instagram no mundo
15/12/18, 21:16 | CRIMES - Ministério Público afirma que João de Deus já é considerado foragido
15/12/18, 21:05 | ECONOMIA - Aeroportos da Infraero devem receber 5 milhões de pessoas até janeiro
15/12/18, 20:58 | PROGRAMAÇÃO - Museu do Amanhã festeja 3 anos e mais de 3 milhões de visitantes
15/12/18, 20:13 | ANÁLISE - Queiroz precisa reaparecer e indicar para quem repassou o R$ 1,2 milhão
15/12/18, 16:02 | CRIMES - João de Deus retirou R$ 35 milhões de contas bancárias após primeiras denúncias, dizem investigadores
15/12/18, 15:24 | HISTÓRIA - Falsos profetas: relembre líderes espirituais metidos em escândalos
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site