CBN - A rádio que toca notícia

TRAGÉDIA

'Hoje é o dia de vocês morrerem', gritava atirador de Suzano

Os alunos, lá dentro, acuados, falavam baixinho: “eu não quero morrer hoje, Deus, me ajuda”. Ela nem sabe de onde tirou forças para impedir a entrada dos atiradores – só lembra de que, segundos depois, a porta voltou a se fechar

15/03/19, 16:52

"H

oje é o dia de vocês morrerem”, gritava um atirador na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo. Enquanto isso, em uma sala de aula pequena, cerca de 30 alunos, na faixa dos 13 e 14 anos, choravam tentando não fazer tanto barulho.

A classe de Espanhol do Centro de Línguas, que funcionava dentro da escola, estava no meio quando, por volta das 9h40, a professora Jussara Melo, de 55 anos, ouviu um “som seco, que parecia uma bombinha”. Depois, mais barulhos como aquele. Foi quando percebeu que acontecia algo grave.

Da sala, viu alunos que estavam no pátio da escola gritando, desesperados. Uma das estudantes correu para se abrigar na classe de Jussara. Depois que a jovem entrou, a professora decidiu trancar a porta, mas viu que estava sem a chave. Improvisou uma barricada com a mesa dos professores, apagou as luzes e pediu que os alunos fizessem silêncio.

Não dava tempo de buscar a chave. Fechei a porta e coloquei uma mesa, apaguei luz e pedi pra eles se abaixarem e ficarem quietos, só orando a Deus”, lembra. O tumulto lá fora continuava quando, então, os atiradores se aproximaram da sala de Jussara e forçaram a porta, que chegou a se abrir alguns centímetros. De fora, anunciavam a morte dos estudantes, em tom alto.

Os alunos, lá dentro, acuados, falavam baixinho: “eu não quero morrer hoje, Deus, me ajuda”. Ela nem sabe de onde tirou forças para impedir a entrada dos atiradores – só lembra de que, segundos depois, a porta voltou a se fechar.

Segundo Jussara, na mesma hora, outros três professores de idiomas também davam aulas e sofreram ameaças. Todos tiveram a ideia de apagar as luzes para simular que a sala estava vazia.

Jussara ouviu mais disparos e diz que o que se seguiu foi “um silêncio profundo, um silêncio de morte”. A essa altura, ela acredita que os atiradores já estavam mortos. Uma aluna ligou para a polícia, mas, nem a chegada dos agentes encorajou a professora e os alunos a deixarem a sala. Só quando um outro docente pediu que ela abrisse a porta é que finalmente os alunos saíram. “Nunca passei um medo tão grande, por mim e pelos meus alunos”, conta a professora que dá aulas no colégio há 19 anos.

O que encontraram no caminho até a portão da escola foi um cenário que ela jamais vai esquecer: os corpos de alunos e duas funcionárias no chão. “Era muito sangue, uma poça de sangue enorme.” Agora, ela não sabe se conseguirá lecionar de novo. “Não quero mais voltar pra escola. Não vou conseguir olhar para o chão e lembrar dos corpos.”
 
Fonte: JL//Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
21/04/19, 20:26 | POLÊMICA - Plano de privatizações de Guedes esbarra em resistência nos ministérios
21/04/19, 20:23 | POLÍTICA - Parlamento no Brasil quer limitar poder do presidente da República
21/04/19, 20:14 | MUZEMA - Encontrada a última vítima fatal da tragédia dos prédios no Rio
21/04/19, 20:01 | INVESTIGAÇÃO - Documento revela 187 pagamentos da Odebrecht; tem político do Piauí
21/04/19, 19:49 | CARIOCÃO - Festa no Rio! Flamengo vence Vasco outra vez e é campeão carioca de 2019
21/04/19, 19:33 | PAULISTÃO - É tri! Corinthians derrota São Paulo com gol no fim e conquista o Paulistão 2019
21/04/19, 14:20 | ARTIGO - Ouvir a Voz das Ruas
21/04/19, 13:11 | VALOR UNIVERSAL - Professores estrangeiros exaltam Paulo Freire, atacado pelo governo
21/04/19, 13:00 | DISCUSSÃO - Negociações da Previdência reacendem discussões em torno da PEC da Bengala
21/04/19, 12:57 | QUESTIONAMENTO - Ação no Supremo questiona decreto das armas de fogo de Bolsonaro
21/04/19, 11:55 | - Páscoa: Explosões em hotéis e igrejas deixam mortos e feridos no Sri Lanka
21/04/19, 08:17 | POLÍTICA - Bolsonaro incentiva ataques a Mourão e diz que não o terá como vice em 2022
20/04/19, 22:40 | SEMANA SANTA - Brasil tem o maior ovo de Páscoa decorado do mundo
20/04/19, 16:27 | PROTESTO - Engenheiros da Petrobrás mandam carta aberta aos caminhoneiros e pedem união em defesa da empresa
20/04/19, 15:52 | NOVA CONFUSÃO - Áudio atribuído a Onyx sugere que governo estaria intervindo na Petrobras desde março
20/04/19, 15:46 | CRIME - Governador do Rio pode ser punido por ordem
20/04/19, 15:36 | CRIME - Suspeitos de construir prédios que desabaram no Rio estão foragidos
20/04/19, 12:43 | POLÍTICA - Alexandre Frota diz que PSL foi “sacaneado” pelo governo: “Odeio ser enganado”
20/04/19, 12:20 | ACUSAÇÃO - Bolsonarista, ex-professor de Direito da USP pede prisão de Dias Toffoli e Alexandre de Moraes
20/04/19, 12:15 | INUSITADO - Menina se nega a cumprimentar Bolsonaro no Planalto
20/04/19, 09:00 | SAÚDE - Nova etapa da Campanha contra a Gripe começa nesta segunda
20/04/19, 08:56 | INTERNACIONAL - Opositores de Maduro preparam protestos para 1º de maio
20/04/19, 08:49 | INTERNACIONAL - Justiça peruana determina prisão preventiva de ex-presidente
19/04/19, 16:47 | VATICANO - Papa se prostra diante de Jesus adorando o mistério da Santa Cruz
19/04/19, 16:32 | TRAGÉDIA - "O Exército matou meu filho", diz mãe de catador fuzilado por militares
19/04/19, 16:15 | POLÊMICA - Mello Franco: Toffoli tentou erguer um escudo para proteger a si mesmo
19/04/19, 15:48 | ARTIGO - Quando a nobreza se cala
19/04/19, 13:32 | HOMICÍDIO DOLOSO - Justiça do Rio decreta prisão de três pelas mortes em desabamento de prédios
19/04/19, 11:13 | ESPORTE - Concessão do Maracanã passa hoje para o Clube do Flamengo
19/04/19, 11:10 | INTERNACIONAL - Povo francês se une para reconstrução da Catedral de Notre-Dame
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site