CBN - A rádio que toca notícia

ARTIGO

Desejo da saúde suplementar para 2019: uma população mais consciente e participativa

O paciente precisa entender que a quantidade de exames não significa medicina de melhor qualidade. O tempo despendido em uma anamnese adequada e uma consulta detalhada vale mais do que 100 exames pedidos aleatoriamente

11/03/19, 13:23

Por Cadri Massuda, presidente da regional PR/SC da ABRAMGE – Associação Brasileira de Planos de Saúde (foto)

O

ano de 2019 começou com expectativas e incertezas para o setor da saúde. Ao mesmo tempo que comemoramos grandes conquistas na medicina, preocupamo-nos com o que esses avanços vão impactar o bolso da população.

Um exemplo é o aumento da expectativa de vida do brasileiro. Há 30 anos, era de 65 anos; hoje, comemoramos que a população vive em média 75 anos. O ganho de 10 anos nas últimas décadas, ao mesmo tempo, representa um grande impacto no custo da saúde.

Se antes havia predominância de doenças cardiológicas e neurológicas, hoje houve uma queda significativa nessas condições, graças ao controle, novas medicações e acesso à informação. Em contrapartida, há um aumento substancial nos casos oncológicos e de doenças degenerativas; bem como no desenvolvimento e pesquisa de novos tratamentos para esses casos.

A medicina, porém, é uma das poucas áreas do conhecimento em que o avanço tecnológico produz o encarecimento do custo. Então, se conclui que o aumento da expectativa provoca, invariavelmente, o crescimento dos gastos da saúde. Hoje e ainda no futuro próximo, estamos gastando cada vez mais do nosso salário para ganhar alguns anos de vida.

Como resposta a esse cenário, buscam-se novos modelos de assistência médica. Está em processo de evolução uma nova abordagem, em que um médico generalista – especialista em Medicina de Família – cuida do indivíduo como um todo: sua família, onde mora, suas atividades, seu compromisso com a medicação, alimentação etc.

Esse tipo de atendimento faz com que o paciente deixe de procurar aleatoriamente médicos especialistas sem necessidade. É um modo de contra-atacar a cultura do “Dr. Google”, em que, geralmente, acontece uma supervalorização dos sintomas e leva à conclusão de uma gravidade excessiva do caso. O paciente convencido de que tem uma doença séria que viu na internet procura profissionais dispostos a desvendar o “mistério”, preferencialmente médicos que solicitem uma bateria de exames.

Estamos diante de um problema grave no cenário da saúde atual: o avanço da medicina tecnológica sobre a medicina humanística. Criou-se um conceito de que “médicos bons são aqueles que pedem exames”. A lógica está sendo invertida, pois o exame deveria ser para complementar um diagnóstico feito pelo profissional. Algo pontual.

O paciente precisa entender que a quantidade de exames não significa medicina de melhor qualidade. O tempo despendido em uma anamnese adequada e uma consulta detalhada vale mais do que 100 exames pedidos aleatoriamente.

Quando você avalia os resultados, o índice de exames normais beira os 90%. São procedimentos caros e quem paga somos todos nós: as operadoras, o governo, a sociedade através dos impostos, o usuário do plano de saúde que precisa arcar com reajustes etc.

A mudança só virá com uma transformação cultural de toda a sociedade. A conscientização do usuário do plano de saúde, do empresário, do médico e de toda a cadeia do setor de saúde é urgente e necessária.

Uma das maneiras de promover essa consciência é tornar o cliente participante dos custos para torná-lo responsável e comprometido em evitar o desperdício. Quando o paciente coparticipa, ele utiliza os recursos de maneira mais consciente.

Devemos buscar exemplos em outros países e copiar o que está dando certo. Um modelo é o da Inglaterra, onde a medicina é socializada. O paciente tem direito a praticamente tudo, mas há um limite de gastos. Quando esse limite é ultrapassado, o indivíduo precisa complementar com os próprios recursos.

Isso permite um controle sobre os recursos despendidos nos tratamentos, pois, como foi dito anteriormente, a tecnologia tem ultrapassado as condições de absorção dos seus custos. Se não colocarmos um freio, em pouco tempo os serviços de saúde serão inviáveis, tanto para o setor público quanto para o privado. Estaremos caminhando para um retrocesso no atendimento por conta da má gestão de recursos.
 
Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/03/19, 09:52 | CRIMES - Bolsonaro abandona Temer e diz ter vergonha da corrupção
23/03/19, 09:39 | RISCO - Barragem da Vale em Barão de Cocais entra em alerta máximo
23/03/19, 09:27 | INTERNACIONAL - Polícia chilena reprime protesto contra visita de Bolsonaro
23/03/19, 09:15 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Vizinho de Temer é apontado como 'caixa-forte' do ex-presidente
23/03/19, 09:02 | CRISE - Governo é “deserto” de ideias e trabalhou contra minha reeleição, diz Maia. “Quem foi contra a reforma foi Bolsonaro”
23/03/19, 08:44 | ECONOMIA - Preço da gasolina sobe pela 4ª semana e acumula alta de 3,5% em um mês
22/03/19, 21:22 | POLÍTICA - Dois assessores de Bolsonaro doaram mais de R$ 100.000 reais a campanhas da família
22/03/19, 20:45 | CRISE - Bolsonaro compara Maia a namorada que separa e pede diálogo
22/03/19, 20:36 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Ministro do Supremo nega liberdade ao ex-ministro Moreira Franco
22/03/19, 17:45 | ARTIGO - Prisão de Temer não merece comemoração e nem solidariedade
22/03/19, 17:23 | ARTIGO - Entregou o coração da Democracia numa bandeja e foi para a cadeia
22/03/19, 16:53 | ECONOMIA - Devedores contumazes da União poderão ter CNPJ cancelado
22/03/19, 16:47 | POLÍTICA - 'Será necessário o uso da força na Venezuela', diz filho de Bolsonaro
22/03/19, 16:42 | POLÍTICA - Isolado, Temer vivia amargurado desde que deixou a presidência
22/03/19, 16:20 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Michel Temer fica em silêncio em depoimento na Políca Federal no Rio
22/03/19, 16:13 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Desembargador nega liminar em habeas corpus e Temer permanece preso
22/03/19, 13:48 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Veja as 10 investigações e acusações contra o ex-presidente Temer
22/03/19, 13:15 | NOMEAÇÕES - Comissionado que não atender critério de idoneidade será exonerado
22/03/19, 13:12 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Associação dos Delegados da PF defende ação na prisão de Temer
22/03/19, 13:10 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Temer, Moreira e coronel Lima prestam depoimento na PF no Rio
22/03/19, 12:51 | EDITORIAL O GLOBO - Prisão do ex-presidente Temer é demonstração de força da Lava-Jato
22/03/19, 11:58 | PREVENÇÃO - Com alerta de temporais, Governo envia mais 20 bombeiros a Parnaíba-PI
22/03/19, 11:48 | MELHOR AMIGO - Cães permanecem ao lado de motorista após acidente e são resgatados
22/03/19, 11:36 | CRIME - Justiça bloqueia bens de investigados por fraude em licitações de obras no Piauí
22/03/19, 11:30 | ARTIGO - As elites racharam e o pacto que lhes deu poder agora corre risco
22/03/19, 11:23 | POLÍTICA - Rodrigo Maia avisa Guedes que está fora da articulação para Reforma da Previdência
22/03/19, 11:05 | POLÍTICA - Maia se irrita com Carlos e ameaça 'abandonar' Previdência
22/03/19, 10:56 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Delação que pode atingir Fux faz STF ligar sinal vermelho
21/03/19, 20:39 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Juiz: Prisão de Temer é para evitar destruição de provas
21/03/19, 20:35 | PRISÃO - Sobre prisão de Temer, Bolsonaro diz: 'Justiça nasceu para todos'
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site