CBN - A rádio que toca notícia

CRIME

Investigação sobre Queiroz vai para Grupo de Combate à Corrupção do MP

Mudança indica um aprofundamento nas apurações

15/02/19, 16:50

A

investigação sobre a movimentação financeira suspeita de assessores do hoje senador e ex-deputado Flávio Bolsonaro (PSL), entre eles o ex-motorista Fabrício Queiroz, foi enviada nesta semana para o Grupo Especializado no Combate à Corrupção (Gaecc) do Ministério Público do Rio de Janeiro.

A mudança indica um aprofundamento nas apurações, já que o Gaecc tem como função auxiliar na prevenção e repressão a crimes e infrações civis contra o patrimônio público ou que atentem contra a probidade administrativa.

Segundo o Ministério Público, o grupo dará apoio ao promotor encarregado do caso, Luís Otávio Lopes, titular da 25ª Promotoria de Investigação Penal (PIP). A 25ª PIP cuida do caso desde que o promotor da 24ª PIP, Claudio Calo, alegou suspeição para analisar o caso. Ele já tinha se encontrado com o Flávio, no final do ano passado.

Ainda de acordo com o MP, a ajuda do Gaecc será necessária porque os relatórios do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que apontaram as movimentações suspeitas na conta Queiroz são complexos e levam tempo para serem analisados.

De acordo com o órgão, o mesmo apoio do Gaecc será dado em todos os procedimentos investigatórios sobre parlamentares da Alerj em que os promotores pedirem ajuda. As investigações que continuam na atribuição originária já tem esse suporte do próprio Grupo de Atribuição Originária em Matéria Criminal (Gaocrim).

Ao todo, foram abertos 22 procedimentos de investigação penal sobre o relatório do Coaf, produzido na Operação Furna da Onça, sobre corrupção na Alerj. O documento mostrou que, por treze meses, Queiroz movimentou, em sua conta bancária, R$ 1,2 milhão, quantia considerada incompatível com sua renda. Também apontou movimentações atípicas nas contas de mais de 70 assessores e ex-assessores de outros 21 parlamentares, além de Flávio.

O Coaf descobriu que Queiroz recebeu regularmente depósitos de colegas de gabinete na Alerj, muitas vezes em datas próximas dos dias de pagamento de salário. A prática indicaria a ocorrência da chamada "rachadinha", procedimento irregular pelo qual os servidores nomeados em cargos de confiança repassariam ao deputado a maior parte ou a totalidade de seus salários.

Flávio Bolsonaro nega ter participado ou tido conhecimento de irregularidades no caso. Queiroz, em entrevistas, também afirmou ser inocente. Atribuiu a movimentação a supostas operações de compra e venda de carros usados.
 
Fonte: JL/Notícias ao Minuto
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/03/19, 09:52 | CRIMES - Bolsonaro abandona Temer e diz ter vergonha da corrupção
23/03/19, 09:39 | RISCO - Barragem da Vale em Barão de Cocais entra em alerta máximo
23/03/19, 09:27 | INTERNACIONAL - Polícia chilena reprime protesto contra visita de Bolsonaro
23/03/19, 09:15 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Vizinho de Temer é apontado como 'caixa-forte' do ex-presidente
23/03/19, 09:02 | CRISE - Governo é “deserto” de ideias e trabalhou contra minha reeleição, diz Maia. “Quem foi contra a reforma foi Bolsonaro”
23/03/19, 08:44 | ECONOMIA - Preço da gasolina sobe pela 4ª semana e acumula alta de 3,5% em um mês
22/03/19, 21:22 | POLÍTICA - Dois assessores de Bolsonaro doaram mais de R$ 100.000 reais a campanhas da família
22/03/19, 20:45 | CRISE - Bolsonaro compara Maia a namorada que separa e pede diálogo
22/03/19, 20:36 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Ministro do Supremo nega liberdade ao ex-ministro Moreira Franco
22/03/19, 17:45 | ARTIGO - Prisão de Temer não merece comemoração e nem solidariedade
22/03/19, 17:23 | ARTIGO - Entregou o coração da Democracia numa bandeja e foi para a cadeia
22/03/19, 16:53 | ECONOMIA - Devedores contumazes da União poderão ter CNPJ cancelado
22/03/19, 16:47 | POLÍTICA - 'Será necessário o uso da força na Venezuela', diz filho de Bolsonaro
22/03/19, 16:42 | POLÍTICA - Isolado, Temer vivia amargurado desde que deixou a presidência
22/03/19, 16:20 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Michel Temer fica em silêncio em depoimento na Políca Federal no Rio
22/03/19, 16:13 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Desembargador nega liminar em habeas corpus e Temer permanece preso
22/03/19, 13:48 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Veja as 10 investigações e acusações contra o ex-presidente Temer
22/03/19, 13:15 | NOMEAÇÕES - Comissionado que não atender critério de idoneidade será exonerado
22/03/19, 13:12 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Associação dos Delegados da PF defende ação na prisão de Temer
22/03/19, 13:10 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Temer, Moreira e coronel Lima prestam depoimento na PF no Rio
22/03/19, 12:51 | EDITORIAL O GLOBO - Prisão do ex-presidente Temer é demonstração de força da Lava-Jato
22/03/19, 11:58 | PREVENÇÃO - Com alerta de temporais, Governo envia mais 20 bombeiros a Parnaíba-PI
22/03/19, 11:48 | MELHOR AMIGO - Cães permanecem ao lado de motorista após acidente e são resgatados
22/03/19, 11:36 | CRIME - Justiça bloqueia bens de investigados por fraude em licitações de obras no Piauí
22/03/19, 11:30 | ARTIGO - As elites racharam e o pacto que lhes deu poder agora corre risco
22/03/19, 11:23 | POLÍTICA - Rodrigo Maia avisa Guedes que está fora da articulação para Reforma da Previdência
22/03/19, 11:05 | POLÍTICA - Maia se irrita com Carlos e ameaça 'abandonar' Previdência
22/03/19, 10:56 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Delação que pode atingir Fux faz STF ligar sinal vermelho
21/03/19, 20:39 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Juiz: Prisão de Temer é para evitar destruição de provas
21/03/19, 20:35 | PRISÃO - Sobre prisão de Temer, Bolsonaro diz: 'Justiça nasceu para todos'
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site