CBN - A rádio que toca notícia

SAÚDE

Bolsonaro volta a ter febre e é diagnosticado com pneumonia

Bolsonaro está internado desde o dia 27 e se recupera da cirurgia para a reversão da colostomia

07/02/19, 19:52

O

presidente Jair Bolsonaro teve febre (38ºC) na noite desta quarta-feira e, após ser submetido a exames, apresentou quadro compatível com pneumonia . A informação foi confirmada através do boletim médico do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde ele está internado desde a semana passada, e também pelo porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros. A origem do quadro é bacteriana.

Ontem, Bolsonaro foi submetido a uma tomografia de tórax e abdome evidenciou boa evolução do quadro intestinal após a reversão da colostomia ( o procedimento foi realizado no dia 27 de janeiro ). Para tratar o quadro de pneumonia, os médicos ajustaram a dose de antibióticos que está sendo administrada ao presidente e mantiveram os demais tratamentos.

No sábado, Bolsonaro apresentou quadro de náusea e vômitos devido ao acúmulo de líquido no estômago e passou a utilizar uma sonda neogástrica para fazer a drenagem do conteúdo. De lá para cá, nos últimos quatro dias, os boletins médicos constataram a estabilidade da saúde dele. Há dois dias, Bolsonaro chegou a utilizar as redes sociais para criticar o que chamou de "militância maldosa" em torno da própria recuperação, que, segundo ele, estava em "evolução plena" .  No domingo, com o início do tratamento com antibióticos, ficou confirmado que a internação deveria durar pelo menos mais uma semana .

O porta-voz da Presidencia, Otávio do Rêgo Barros, explicou que a pneumonia é bacteriana e não viral e confirmou o reajuste na dose do medicamento.

— Os médicos introduziram novo antibiótico de amplo espectro para debelar essa pneumonia.

Da facada à cirurgia, o passo a passo da evolução da saúde de Bolsonaro
Em 6 de setembro, Bolsonaro leva uma facada durante atividade da campanha na cidade de Juiz de Fora (MG). Veja como foi a evolução da saúde de Bolsonaro desde o atentado.

Em 6 de setembro, Bolsonaro leva uma facada durante atividade da campanha na cidade de Juiz de Fora (MG). Veja como foi a evolução da saúde de Bolsonaro desde o atentado.

O então presidenciável é socorrido na Santa Casa da cidade e submetido a uma cirurgia às pressas. É constatado que a facada atingiu o intestino grosso e produziu três lesões no intestino delgado. Na ocasião, foi instalada uma bolsa de colostomia.

O então presidenciável é socorrido na Santa Casa da cidade e submetido a uma cirurgia às pressas. É constatado que a facada atingiu o intestino grosso e produziu três lesões no intestino delgado. Na ocasião, foi instalada uma bolsa de colostomia.

No dia seguinte (7 de setembro), o então candidato é transferido de avião para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

O seu quadro de saúde era considerado estável.

Bolsonaro passa por um segunda cirurgia no dia 12 de setembro, dessa vez no Einstein. O procedimento foi necessário porque foi identificada uma aderência que obstruía o intestino delgado.

Bolsonaro passou 22 dias internado no hospital. Durante esse período, os filhos, amigos e parentes abasteciam as redes sociais com fotos do então candidato à Presidência.

No dia 29 de setembro, o presidenciável recebe alta do Hospital Alberto Einstein, em São Paulo, para concluir a recuperação em sua casa no Rio de Janeiro.

No dia 27 de janeiro de 2019, Bolsonaro se interna novamente no Einstein para passar no dia seguinte por uma cirurgia para retirar a bolsa de colostomia que usava desde que levou a facada em setembro.

Dois dias após a cirurgia e ainda internado, Bolsonaro reassume a Presidência e monta um "gabinete" no hospital para despachar com ministros, , mas leva uma advertência dos médicos, que restringem as visitas apenas para familiares próximos.

No dia 4 de fevereiro, os médicos decidiram adiar a alta, prevista inicialmente para o dia seguinte. Exames detectaram acúmulo de líquido no intestino e a necessidade de colocação de um dreno. Antes, os médicos já haviam receitado antibióticos por de sete dias.
Barros não soube dizer se a pneumonia vai ampliar o período de internação. Inicialmente, a previsão era que Bolsonaro deixasse a unidade de saúde cerca de 10 dias após a cirurgia —  a alta deveria ter acontecido na quarta ou na quinta-feira desta semana.

— Não sei se esse antibiótico agregado ao pacote (de tratamento) vai aumentar o prazo de permanência do presidente aqui.

O porta-voz não quis entrar em detalhes sobre as possíveis causas da pneumonia.

 —  Eles (médicos) têm algumas possibilidades identificadas mas não gostaria de avançar por se tratar de possibilidades.

Também revelou que Bolsonaro tem apresentado dificuldade para dormir.

 —  O presidente tem tido alguma dificuldade de dormir. Desde ontem os médicos estão pensando em auxiliá-lo de alguma forma  —  disse, negando que Bolsonaro esteja tomando medicamentos para adormecer.

Ainda de acordo com o porta-voz, o presidente manifestou a vontade de comer bife com batata frita quando deixar a dieta.

O porta-voz afirmou, por fim, que o presidente está confiante em sua cura.

 —  O estado de ânimo do presidente é de uma pessoa que está agarrada em sua cura"

Bolsonaro segue sem dor e utiliza a sonda nasogástrica, um dreno no abdome e se alimenta por líquidos recebidos via oral. As visitas seguem restritas. Nesta quinta-feira, ele realizou exercícios respiratórios e andou pelo hospital.

'Seguimos firmes'
 
Logo após a divulgação do novo boletim médico, Bolsonaro utilizou as redes sociais para tranquilizar os seguidores. Ele compartilhou o vídeo com a íntegra da coletiva de Otávio do Rêgo Barros e pediu para que a informação sobre a pneumonia não seja motivo para "sensacionalismos".
"Estamos muito tranquilos, bem e seguimos firmes", diz o presidente em trecho da mensagem.
 
Fonte: JL/OGlobo
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
19/04/19, 16:47 | VATICANO - Papa se prostra diante de Jesus adorando o mistério da Santa Cruz
19/04/19, 16:32 | TRAGÉDIA - "O Exército matou meu filho", diz mãe de catador fuzilado por militares
19/04/19, 16:15 | POLÊMICA - Mello Franco: Toffoli tentou erguer um escudo para proteger a si mesmo
19/04/19, 15:48 | ARTIGO - Quando a nobreza se cala
19/04/19, 13:32 | HOMICÍDIO DOLOSO - Justiça do Rio decreta prisão de três pelas mortes em desabamento de prédios
19/04/19, 11:13 | ESPORTE - Concessão do Maracanã passa hoje para o Clube do Flamengo
19/04/19, 11:10 | INTERNACIONAL - Povo francês se une para reconstrução da Catedral de Notre-Dame
19/04/19, 11:06 | INTERNACIONAL - "Coletes amarelos" são proibidos de protestar na área da Notre-Dame
19/04/19, 10:02 | POLÍTICA - FHC, o apartamento na Avenue Foch e sua vida de rico em Paris
19/04/19, 09:48 | ENTREVISTA - 'Presidente brasileiro apoia assassinos e Moro quer militares agindo na impunidade', diz senador francês
19/04/19, 09:36 | POLÍTICA - FHC ataca Alan Garcia no dia do seu enterro e recebe respostas duras de internautas
19/04/19, 09:18 | ARTIGO - O Jair candidato e o Bolsonaro presidente
19/04/19, 09:14 | PERSEGUIÇÃO - Professor é demitido depois de criticar Bolsonaro durante aula em São José dos Campos
19/04/19, 09:09 | POLÊMICA - Dias Toffoli diz que no fim do inquérito a sociedade vai reconhecer acerto do STF
19/04/19, 08:46 | ARTIGO - Togas em chamas: Judiciário cai na instabilidade que ajudou a criar
19/04/19, 08:37 | POLÍTICA - 'Bolsonaro só foi viável com impeachment fajuto, prisão de Lula e fake news'
19/04/19, 06:38 | POLÍTICA - Lula é liberado pelo Supremo Tribunal Federal para conceder entrevistas
18/04/19, 21:57 | IMBRÓGLIO - Ministro revoga decisão que censurava sites e punia críticos do Supremo
18/04/19, 17:16 | POLÍTICA - Cesar Maia: 'Meu filho na Presidência da Câmara é um prêmio para Bolsonaro'
18/04/19, 17:08 | CRIMINALIDADE - A ascensão da Okaida, facção criminosa com 6 mil 'soldados' na Paraíba
18/04/19, 16:53 | IMBRÓGLIO - Marco Aurélio chama de ‘mordaça’ decisão de Moraes de tirar reportagens do ar
18/04/19, 16:36 | ESPORTE - Lateral do Fluminense sofre tentativa de assalto após jogo no Maracanã
18/04/19, 15:08 | EDUCAÇÃO - No Dia do Livro Infantil, escritora dá dicas para incentivar a leitura
18/04/19, 14:59 | ECONOMIA - Ministro da Economia diz que está preparando sequência de medidas fortes e positivas
18/04/19, 14:51 | DENÚNCIA - Jair Bolsonaro empregou doadores de campanha do filho Carlos Bolsonaro
18/04/19, 14:23 | EXECUÇÃO - Morre catador que tentou ajudar músico fuzilado pelo Exército no Rio
18/04/19, 14:09 | POLÊMICA - Servidores do Meio Ambiente criticam ministro em carta aberta à sociedade
18/04/19, 13:53 | ARTIGO - A razoável duração do processo
18/04/19, 13:02 | ENTREVISTA - ‘Não podemos deixar o ódio entrar na nossa sociedade’, afirma Dias Toffoli
17/04/19, 20:06 | POLÍTICA - Com governo desarticulado, Centrão dá as cartas e força mudança em reforma
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site