CBN - A rádio que toca notícia

INVESTIGAÇÃO

Documento denunciando corrupção em Luzilândia será enviado ao Ministro Sérgio Moro

Moro terá o maior orçamento da pasta nesta década. Serão R$ 4.798 bilhões em 2019 para investir em investigações contra o crime organizado e no serviço público federal, estadual e municipal

08/01/19, 20:59
I
nformações exclusivas obtidas pelo informativo dão conta de que um "dossiê" denunciando corrupção e desvio de recursos públicos em Luzilânda será encaminhado ao Ministro da Justiça, Sérgio Moro (foto), para que este determine uma investigação "pente-fino" nas verbas públicas do Muncípio de Luzilândia  através da Polícia Federal e da Receita Federal, cujos desvios afetam e destroem famílias inteiras de servidores, prestadores de serviços, professores, professoras, fornecedores e o comércio em geral, desequilibrando a economia local.
 
O documento toma como base a decisão do ministro Sérgio Moro para estender a Lava Jato para todos os estados e municípios. Na Justiça Federal, no Ministério Público Federal e na Justiça Estadual do Piauí já correm várias representações e ações, respectivamente, denunciando desvios de recursos enviados e liberados para o Município de Luzilândia.
 
Um levantamento superficial, levando em consideração os recursos que já foram liberados nos últimos anos para o Município de Luilândia, aproximadamente R$ 30 milhões tiveram aplicações duvidosas, foram aplicados indevidamente ou foram desviados para nomes de terceiros, de familiares, de empresas e de "laranjas", aquelas pessoas que emprestam seus nomes e seus CPF's para desviar recursos públicos na corrupção e lavangem de dinheiro com gestores desonestos.
 
O Ministro da Justiça, ex-juiz Sérgio Moro, declarou que a maior operação contra a corrupção de todos os tempos vai agora atacar todo território nacional, incluindo principalmente prefeituras municipais e palácios governamentais. O ministro prometeu atacar o crime organizado e apreender bens de corruptos e corruptores, inclusive dinheiro sem procedência e de origem duvidosa, não declarados e desviados em nome de familares, empresas, terceiros e "laranjas", pessoas ligadas ao gestor público.

Disse que a operação vai atacar, também, agiotas especializados em emprestar recursos para políticos de vários municípios e estados, sacrificando administrações com juros catastróficos e usuras sem limites.

Segundo as informações do próprio Ministério da Justiça, já houve casos do credor (agiotas, terceiros e laranjas) apoderarem-se das verbas federais destinadas à Saúde e à Educação. O ministro salientou ainda que a gravidade da corrupção impõe à Lava Jato - através da força-tarefa da Polícia Federal - atacar prefeituras suspeitas e denunciadas sobre o uso de irregularidades na aplicação do dinheiro público.
 
O ministro já colocou nomes ligados à Polícia Federal para ajudá-lo nas investigações. E incluiu a Receita Federal para apurar nomes de pessoas e empresas - com os respectivos CPF's e CNPJ's - que são usadas por gestores públicos para desviar recursos através de fraudes e licitações direcionadas e fraudulentas para beneficiar amigos, parentes e correligionários, eleborando uma "agenda anticorrupção e anticrime".
 
Moro terá o maior orçamento da pasta nesta década. Serão R$ 4.798 bilhões em 2019 para investir em investigações contra o crime organizado e na corrupção no serviço público federal, estadual e municipal para investigar, punir, prender e condenar corruptos.
 
Fonte: JL/Redação
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
19/01/19, 09:27 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Coaf aponta que Flávio Bolsonaro recebeu 48 depósitos suspeitos em 1 mês, no total de R$ 96 mil
18/01/19, 17:19 | ESCÂNDALO - As principais contradições da família Bolsonaro no caso Queiroz
18/01/19, 17:09 | SUPREMO - ‘Foro só vale no cargo’, diz Marco Aurélio sobre pedido de Flávio
18/01/19, 17:05 | ESCÂNDALO - Heleno diz que Bolsonaro vê caso Queiroz como ‘assunto do Flávio’
18/01/19, 16:50 | POLÍTICA - Bolsonaro nomeia secretária acusada de improbidade e danos ao erário
18/01/19, 16:16 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Caso Fabrício Queiroz: origens, cronologia dos fatos e personagens
18/01/19, 15:08 | PRÊMIO - Unesco anuncia Rio como primeira Capital Mundial da Arquitetura
18/01/19, 15:05 | EDUCAÇÃO - Aumenta pela primeira vez desde 2011 nota máxima na redação do Enem
18/01/19, 15:02 | DECISÃO - Governo prorroga por um ano Operação Acolhida a venezuelanos
18/01/19, 14:35 | INTERNACIONAL - Apoio de Bolsonaro à oposição venezuelana coloca Brasil em risco de guerra
18/01/19, 14:32 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Para jurista, Bolsonaro ‘passou recibo’ sobre sua relação com caso Queiroz
18/01/19, 14:30 | PRESTAÇÃO DE CONTAS - Em duas campanhas, Onyx recebeu R$ 200 mil de fabricante de armas
18/01/19, 13:35 | PARLAMENTO - Senadores gastaram R$ 21 milhões da Cota Parlamentar em 2018
18/01/19, 13:16 | REPERCUSSÃO - Mourão sobre pedido de Flávio Bolsonaro: 'Vou aguardar esclarecer'
18/01/19, 13:14 | REPERCUSSÃO - Ministro diz que pedidos como o de Flávio Bolsonaro vão para o 'lixo'
17/01/19, 22:02 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Fux diz que “protege” processo ao suspender o caso Queiroz
17/01/19, 21:59 | REPERCUSSÃO - Líderes do MBL criticam Flávio Bolsonaro por caso Queiroz
17/01/19, 21:54 | INTERNACIONAL - Atentado com carro-bomba mata ao menos dez em Bogotá
17/01/19, 21:41 | POLÍTICA - Área militar do governo mostra desconforto com suspensão da investigação do caso Queiroz
17/01/19, 21:21 | POLÊMICA - Ministros do STF ficaram surpresos com pedido de Flávio Bolsonaro
17/01/19, 17:59 | CRIME - Bernardo Mello Franco: Flávio Bolsonaro diz que não é, mas age como investigado
17/01/19, 17:48 | CASO QUEIROZ - 'Eu não quero foro privilegiado', disse Jair Bolsonaro ao lado de Flávio em 2017
17/01/19, 17:40 | POLÊMICA - Desembargadora que atacou Marielle diz que Boulos vai ser 'recebido a bala'
17/01/19, 16:41 | ARTIGO JURÍDICO - Responsabilidade Penal da Pessoa Jurídica
17/01/19, 16:22 | POLÊMICA - Liberação da posse de armas é 'projeto de morte mal-intencionado'
17/01/19, 16:17 | POLÊMICA - Ativistas temem explosão da violência no campo com flexibilização da posse de armas
17/01/19, 16:12 | REPERCUSSÃO - Decreto sobre armas pode elevar feminicídios e suicídios, aponta Sou da Paz
17/01/19, 14:35 | DESCASO - Prefeito de Luzilândia comete crime de improbidade e Receita bloqueia recursos
17/01/19, 13:54 | DESCASO - Deputado defensor da liberação da caça de animais vai comandar órgão de proteção florestal
17/01/19, 13:46 | CRIME - Policiais prendem suspeito de ter participado de ataque a Martha Rocha
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site