CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

Depois de críticas de Bolsonaro, IBGE sai em defesa da pesquisa de desemprego

Trata-se de uma das mais avançadas do mundo e segue as recomendações da OIT, afirmou Instituto. Em entrevista, presidente eleito chegou a classificar pesquisa como “farsa”

07/11/18, 12:56

O

presidente eleito, Jair Bolsonaro, criticou o indicador de desemprego no país, medido pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), do IBGE. Em entrevista ao apresentador José Luis Datena, da TV Bandeirantes, na segunda-feira (5), Bolsonaro afirmou que deseja ver a metodologia da pesquisa alterada, ao classificá-la como farsa: "Vou querer que a metodologia para dar o número de desempregados seja alterada no Brasil, porque isso daí é uma farsa. Quem recebe Bolsa Família é tido como empregado. Quem não procura emprego há mais de um ano é tido como empregado. Quem recebe seguro-desemprego é tido como empregado. Nós temos que ter realmente uma taxa, não de desempregados, mas uma taxa de empregados no Brasil".

Em reação às críticas do presidente eleito, o IBGE divulgou hoje (6) nota em que defende a metodologia da pesquisa, "uma das mais avançadas do mundo, que segue recomendações dos organismos de cooperação internacional, em especial a Organização Internacional do Trabalho (OIT)".

Confira a nota do IBGE:

Nota de esclarecimento sobre a PNAD Contínua

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) do IBGE investiga as condições do mercado de trabalho do país a partir de uma amostra com mais de 210 mil domicílios, distribuídos por cerca de 3.500 municípios. Esta amostra é visitada, a cada trimestre, por cerca de 2 mil agentes de pesquisa. A PNAD Contínua levanta informações cruciais sobre os trabalhadores do país, inclusive aqueles sem vínculo de trabalho formal. Trata-se de uma das pesquisas mais avançadas do mundo, que segue as recomendações dos organismos de cooperação internacional, em especial a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Desde 2012, sua coleta está totalmente digitalizada.

A PNAD Contínua também monitora o número de pessoas desocupadas no país, isto é, aquelas que não têm emprego e estão em busca de uma ocupação: em setembro deste ano, o Brasil tinha 12,5 milhões de pessoas nessa condição. Além disso, também são investigadas as diversas formas de subutilização da força de trabalho, um universo com mais de 27 milhões de pessoas em diferentes situações precárias, incluindo os subocupados por insuficiência de horas trabalhadas e, ainda, aqueles que necessitam e gostariam de poder buscar um emprego, mas não conseguem, por terem que cuidar de crianças ou de pessoas idosas, por exemplo. Sem mencionar os chamados desalentados, aqueles que desistiram de buscar uma ocupação. Em setembro último, o país tinha 4,8 milhões de pessoas nessa condição.

O IBGE esclarece que os beneficiários do Bolsa Família são retratados especificamente por uma edição anual da PNAD Contínua, que investiga os rendimentos provenientes de todas as fontes. Em 2017, este universo abrangia cerca de 9,5 milhões de domicílios do país. Os beneficiários que vivem nestes domicílios podem encontrar-se em diferentes condições, em relação ao mercado de trabalho: alguns deles podem estar desempregados, outros trabalhando apenas para consumo próprio, outros fora da força de trabalho e outros, ainda, desalentados.

Finalmente, o IBGE ressalta que, há 82 anos, mantém um intenso diálogo com os diversos segmentos da sociedade brasileira, na busca incessante pelo aprimoramento de todas as suas pesquisas, inclusive a PNAD Contínua. O instituto sempre esteve aberto a sugestões e à disposição do governo e dos cidadãos para esclarecimentos a respeito do seu trabalho.

Rio de Janeiro, 6 de novembro de 2018
 
Fonte: JL/RBA
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
21/03/19, 07:39 | INFORMALIDADE - Cresce número de domicílios sem renda do trabalho no Brasil
21/03/19, 07:44 | POLÊMICA - Reforma da Previdência quer acabar com Estado social no país
21/03/19, 07:41 | PESQUISA - IBOPE: avaliação positiva de Bolsonaro já está derretendo
21/03/19, 07:35 | INTRIGA - Moro “confunde as bolas” e é “funcionário de Bolsonaro”, diz Maia
20/03/19, 21:09 | PESQUISA - Ibope: Rejeição a Bolsonaro explode nas periferias e nas grandes cidades
20/03/19, 20:55 | PESQUISA - Bolsonaro perde três de cada dez apoiadores em dois meses, aponta Ibope
20/03/19, 20:42 | PESQUISA - IBOPE: Aprovação do governo Bolsonaro cai 15 pontos e vai a 34%
20/03/19, 16:19 | REAÇÃO - Parlamentares lançam frente contrária à Reforma da Previdência
20/03/19, 15:52 | RELIGIÃO - Missa da Misericórdia será celebrada pela primeira vez na paróquia de São Cristóvão
20/03/19, 15:41 | PARLAMENTO - Senado aprova proposta com regras de transparência para partidos
20/03/19, 15:20 | POLÊMICA - Projeto de aposentadoria de militares pode azedar ainda mais clima na base
20/03/19, 14:54 | REFORMAS - Bolsonaro recebe Mourão, ministros e comandantes das Forças Armadas para tratar de previdência dos militares
20/03/19, 14:36 | POLÍTICA INTERNACIONAL - Presidente do Senado do Chile recusa convite para almoço com Bolsonaro
20/03/19, 12:48 | PARLAMENTO - Projeto veda União de exigir órgão específico para assinar convênio com estado ou município
20/03/19, 12:39 | REPERCUSSÃO - Maior jornal americano detona: Brasil deu vexame com Bolsonaro
20/03/19, 12:08 | PARLAMENTO - Projeto no Senado: agressor de violência doméstica terá de ressarcir SUS
20/03/19, 12:04 | POLÍTICA - Moro pede ao Congresso que priorize pacote anticrime
20/03/19, 12:01 | ESTUDO - A cada 60 minutos, uma criança ou adolescente morre por arma de fogo
20/03/19, 11:57 | CERIMÔNIA - Marta defende esporte como ferramenta em busca da igualdade de gênero
20/03/19, 11:47 | POLÊMICA - Senadores mostram solidariedade a Kajuru diante de ação de Gilmar Mendes
20/03/19, 11:36 | IMBRÓGLIO - Senador Kajuru acusa ministro Gilmar Mendes de “vender sentenças”; ministro reage
20/03/19, 11:30 | ANÁLISE - Vai ter choradeira: STF agora parece disposto a não transferir sua autoridade à Lava Jato
20/03/19, 11:25 | INVESTIGAÇÃO - Novo relatório do Coaf levanta suspeita de laranja no gabinete de Bolsonaro na Câmara
19/03/19, 20:27 | POLÊMICA - Reforma da Previdência precisa ter preocupação social, apontam senadores
19/03/19, 19:48 | POLÊMICA - Nos EUA, Bolsonaro se desculpa por comentário sobre imigrantes
19/03/19, 19:46 | POLÍTICA - Projeto prioriza matrícula de filhos de mulheres vítimas de violência
19/03/19, 19:24 | INSCRIÇÃO - OAB não aceitará inscrição de acusados de violência contra mulheres
19/03/19, 15:52 | EDUCAÇÃO - Professora da Rede Municipal de Teresina lançará livro sobre educação e Síndrome de Down
19/03/19, 15:20 | INTERNACIONAL - O que disseram Bolsonaro e Trump durante encontro histórico na Casa Branca
19/03/19, 15:14 | ENCONTRO - Bolsonaro entrega Base de Alcântara a Trump e reafirma subordinação aos EUA
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site