CBN - A rádio que toca notícia

ECONOMIA

Bolsonaro desconfia de proposta de Paulo Guedes para reforma da Previdência

Pela proposta de Guedes, o trabalhador terá uma conta individual, gerida pela instituição privada que escolher, na qual serão feitos os depósitos ao longo de sua vida laborativa. O modelo é adotado no Chile desde o governo do ditador Augusto Pinochet e enfrenta críticas atualmente naquele país devido aos baixos valores pagos aos contribuintes

06/11/18, 15:52

O

presidente eleito Jair Bolsonaro disse que vê com “desconfiança” a principal novidade defendida pelo seu futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, para a reforma da Previdência. Bolsonaro se refere à substituição do atual modelo de repartição pelo de capitalização, uma espécie de poupança individual, para os futuros contribuintes.

“Não está batido o martelo, tenho desconfiança. Sou obrigado a desconfiar para buscar uma maneira de apresentar o projeto. Tenho responsabilidade no tocante a isso aí. Quem vai garantir que essa nova Previdência dará certo? Quem vai pagar? Hoje em dia, mal ou bem, tem o Tesouro, que tem responsabilidade. Você fazendo acertos de forma gradual, atinge o mesmo objetivo sem levar pânico à sociedade”, disse Bolsonaro em entrevista à Band.

Em sua primeira atividade em Brasília após a eleição, Bolsonaro participou hoje de uma sessão solene na Câmara em homenagem aos 30 anos da Constituição Federal, na qual estarão os presidentes dos três Poderes, entre outras autoridades. Também deverá conhecer o gabinete que ocupará no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde está instalada desde ontem sua equipe de transição.

Guedes defende a aprovação, ainda este ano, de parte da reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer. O segundo passo, já no governo Bolsonaro, adianta o economista, será a introdução gradual do modelo de capitalização, pelo qual cada um contribui para a sua própria aposentadoria. Hoje, pelo regime de repartição, os mais jovens contribuem para a aposentadoria dos mais velhos.

Pela proposta de Guedes, o trabalhador terá uma conta individual, gerida pela instituição privada que escolher, na qual serão feitos os depósitos ao longo de sua vida laborativa. O modelo é adotado no Chile desde o governo do ditador Augusto Pinochet e enfrenta críticas atualmente naquele país devido aos baixos valores pagos aos contribuintes.

Para o presidente eleito, toda mudança deverá ser refletida antes de ser encampada pelo futuro governo. “Não pode mudar sem levar em conta que tem um ser humano que vai ter a vida que será modificada. Às vezes, um colega pensa apenas em número. Não existe recriação da CPMF. Não queremos salvar o Estado quebrando o cidadão brasileiro”, afirmou.

Em entrevista à TV Aparecida, também ontem, o presidente eleito propôs fixar a idade mínima para aposentadoria no serviço público em 61 anos para os homens e 56 para as mulheres. Para os funcionários da iniciativa privada, essa faixa seria aumentada em um ano. Algumas categorias, como militares e professores, continuariam a ter tempo menor de contribuição. Ele não falou sobre tempo de contribuição.

A proposta de Temer prevê idade mínima de 65 anos para aposentadoria no serviço público e na iniciativa privada. Segundo Bolsonaro, é preciso que haja distinção na idade mínima para o benefício. “Não pode generalizar 65 anos. Em certas atividades, nem aos 60 é compatível. A expectativa de vida do policial militar do Rio de Janeiro está abaixo dos 60. Então, não é justo”, disse.
 
Fonte: JL/Congresso em Foco
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
17/01/19, 22:02 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Fux diz que “protege” processo ao suspender o caso Queiroz
17/01/19, 21:59 | REPERCUSSÃO - Líderes do MBL criticam Flávio Bolsonaro por caso Queiroz
17/01/19, 21:54 | INTERNACIONAL - Atentado com carro-bomba mata ao menos dez em Bogotá
17/01/19, 21:41 | POLÍTICA - Área militar do governo mostra desconforto com suspensão da investigação do caso Queiroz
17/01/19, 21:21 | POLÊMICA - Ministros do STF ficaram surpresos com pedido de Flávio Bolsonaro
17/01/19, 17:59 | CRIME - Bernardo Mello Franco: Flávio Bolsonaro diz que não é, mas age como investigado
17/01/19, 17:48 | CASO QUEIROZ - 'Eu não quero foro privilegiado', disse Jair Bolsonaro ao lado de Flávio em 2017
17/01/19, 17:40 | POLÊMICA - Desembargadora que atacou Marielle diz que Boulos vai ser 'recebido a bala'
17/01/19, 16:41 | ARTIGO JURÍDICO - Responsabilidade Penal da Pessoa Jurídica
17/01/19, 16:22 | POLÊMICA - Liberação da posse de armas é 'projeto de morte mal-intencionado'
17/01/19, 16:17 | POLÊMICA - Ativistas temem explosão da violência no campo com flexibilização da posse de armas
17/01/19, 16:12 | REPERCUSSÃO - Decreto sobre armas pode elevar feminicídios e suicídios, aponta Sou da Paz
17/01/19, 14:35 | DESCASO - Prefeito de Luzilândia comete crime de improbidade e Receita bloqueia recursos
17/01/19, 13:54 | DESCASO - Deputado defensor da liberação da caça de animais vai comandar órgão de proteção florestal
17/01/19, 13:46 | CRIME - Policiais prendem suspeito de ter participado de ataque a Martha Rocha
17/01/19, 13:41 | INVESTIGAÇÃO - BOMBA: Investigado preso por assassinato de Marielle incrimina vereador aliado de Bolsonaro
17/01/19, 13:26 | ECONOMIA - Estados fazem pressão por socorro federal para equilibrar contas
17/01/19, 13:18 | POLÊMICA - Gisele Bündchen diz à ministra da Agricultura que mau brasileiro é quem desmata
17/01/19, 13:11 | CONFLITO - Ministro do STF manda suspender investigação sobre Queiroz, diz MP
17/01/19, 12:52 | CRIME - Procuradora aposentada condenada por torturar criança é presa no Rio
16/01/19, 19:25 | VATICANO - Papa pede a bispos que evitem esconder casos de abusos contra crianças
16/01/19, 19:15 | ECONOMIA - Aposentadoria de quem ganha acima do mínimo sobe 3,43%
16/01/19, 19:10 | ECONOMIA - Contribuição previdenciária vai mudar no salário pago em fevereiro
16/01/19, 18:42 | REFORMA - Sem incluir militares, reforma da Previdência perde, diz Paulo Guedes
16/01/19, 18:37 | POLÊMICA - Decreto sobre posse de armas favorece quem tem antecedentes criminais
16/01/19, 18:01 | ESPORTE - Juventus vence o Milan e é campeão da Supercopa da Itália
16/01/19, 13:32 | NOVA REGRA - Presunção de "efetiva necessidade" de posse de arma viola Constituição
16/01/19, 13:27 | EFEITO REBOTE - Comunidade jurídica diverge quanto à eficácia de decreto de armas
16/01/19, 12:41 | VIOLÊNCIA - Após decreto, interesse por armas cresce em lojas, mas preço assusta
16/01/19, 12:35 | ENTREVISTA - Autor do texto, Moro minimiza alteração no decreto de armas
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site