CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO & PROPINA

PGR denuncia ministro do TCU, seu filho e outros dois por tráfico de influência

Assinada pela procuradora-geral da República, a peça acusatória detalha os procedimentos de investigação e a coleta de provas envolvendo Aroldo, Tiago e os demais suspeitos – entre os elementos incriminatórios, a entrega de dinheiro na sede da UTC, em São Paulo, e no escritório de Tiago Cedraz, em Brasília

11/10/18, 21:57

A

Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou denúncia nesta quarta-feira (10) contra o ministro do Tribunal de Contas União (TCU), Aroldo Cedraz, seu filho, o advogado Tiago Cedraz, e outros dois investigados pelo crime de tráfico de influência. Eles são acusados de negociar e receber dinheiro UTC Engenharia em troca de interferir em julgamentos para favorecer a empresa em processos, em andamento no TCU, relativos à usina Angra 3.

O valor do contrato sob investigação, informa a PGR, era de quase R$ 3,2 bilhões. Esse total contemplaria o consórcio vencedor do certame público, com direcionamento à construtora UTC. A denúncia, encaminhada ao ao ministro Edson Fachin, relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), é desdobramento de inquérito instaurado em 2015 a partir de delação premiada do empresário Ricardo Pessoa. A colaboração judicial foi homologada naquele ano pelo Ministério Público Federal (MPF).

Assinada pela procuradora-geral da República, a peça acusatória detalha os procedimentos de investigação e a coleta de provas envolvendo Aroldo, Tiago e os demais suspeitos – entre os elementos incriminatórios, a entrega de dinheiro na sede da UTC, em São Paulo, e no escritório de Tiago Cedraz, em Brasília.

"Cruzamentos entre os registros de viagens, entrada dos envolvidos na sede da empresa, tabela de pagamentos apresentada pelo colaborador e documentos apreendidos no escritório do advogado também confirmam a relação entre Ricardo Pessoa e Tiago Cedraz. Segundo as investigações, o primeiro acerto foi firmado em 2012 e os pagamentos – feitos de forma parcelada e em espécie – ocorreram até 2014. No total foram pagos R$ 2,2 milhões, ao longo do período de tramitação dos processos", informa a PGR. 

A PGR afirma que Tiago Cedraz atuou para demonstrar aos contratantes a influência que teria junto ao relator ou à área técnica do TCU, postura que recebeu o apoio de ministro Aroldo Cedraz. Há provas, segundo os investigadores, de que o ministro interveio com esse objetivo em duas ocasiões – ao apresentar pedido de vista e ao solicitar adiamento do julgamento de um processo alegando que estaria no exterior. Informações constantes do sistema do TCU mostraram que, desde junho, cinco meses antes do pedido de vista, havia indicação de impedimento do ministro no julgamento do caso.

"Tal situação, somada aos fatos narrados pelos colaboradores acerca da atuação de Tiago Cedraz, revela que Aroldo Cedraz agiu para controlar a data do julgamento. Seu ato de ofício infringiu dever funcional, pois pediu vista de um processo para o qual estava previamente impedido", anotou na denúncia Raquel Dodge, para quem não há dúvidas sobre a incorreção do pedido de vista.

A denúncia também registra que Tiago teve o auxílio de Luciano Araújo, responsável pela receptação dos valores mensais, e Bruno Galiano, apontado como operador de suporte técnico do esquema ilícito. Ambos foram denunciados e, como Aroldo e Tiago Cedraz, podem ser não só condenados pelo crime de tráfico de influência, mas também ao ressarcimento de pelo menos R$ 4,4 milhões aos cofres públicos e à perda da função pública. O valor, ainda segundo a PGR, é equivalente ao total ilicitamente movimentado (R$ 2,2 milhões) somado à mesma quantia da punição por danos morais.

Fonte: JL/Congresso em Foco
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
20/10/18, 18:17 | MOVIMENTO - Mulheres fazem ato pelo país contra Bolsonaro e pela democracia
20/10/18, 17:33 | ENTREVISTA - ‘Sociedade não aceita mais financiar corrupção’, avalia presidente do Ipea
20/10/18, 17:30 | CRIME - WhatsApp confirma que bloqueou conta de Flávio Bolsonaro
20/10/18, 17:20 | VIOLÊNCIA - Morre em Sergipe terceira pessoa esfaqueada: matador grita Bolsonaro!
20/10/18, 17:03 | POLÍTICA - Haddad: 'A elite ficou dois anos procurando candidato e escolheu o que há de pior'
20/10/18, 16:48 | PROPOSTA - Representante do Senado visita rede de atenção à mulher de Teresina e propõe observatório
20/10/18, 14:03 | ARTIGO JURÍDICO - TCO lavrado por policial militar é constitucional
20/10/18, 13:25 | CRIME - Mais de 100 mil contas são banidas do Whatsapp do Brasil por causa de eleições
20/10/18, 12:14 | POLÍTICA - Aliados de Bolsonaro já começaram a brigar pela presidência da Câmara
20/10/18, 11:51 | POLÍTICA - Com PSDB fragilizado, Novo pode eleger seu 1º governador em Minas
20/10/18, 11:47 | CLIMA TENSO - Universidades são ameaçadas de "massacre" por eleitores de Bolsonaro
20/10/18, 11:24 | POLÍTICA - Movimentos realizam manifestação nacional pela democracia neste sábado (20)
20/10/18, 11:15 | POLÍTICA - Mineradora é punida pelo TRT por coagir funcionários a votar em Bolsonaro
19/10/18, 21:28 | CRIME - TSE abre investigação sobre Bolsonaro e mensagens contra Haddad na internet
19/10/18, 21:16 | REPERCUSSÃO - Imprensa internacional destaca 'rede de notícias criminosas' de Bolsonaro
19/10/18, 21:13 | DECLARAÇÃO - 'Me preocupa o que está no horizonte', diz ministro do STF
19/10/18, 21:02 | CRIME - WhatsApp exclui contas com mentiras para prejudicar Haddad
19/10/18, 19:09 | PESQUISA - Vox Populi coloca Bolsonaro e Haddad quase empatados: 53% x 47%
19/10/18, 19:03 | ELEIÇÕES - Prefeitos saem do PSDB após declararem apoio a França
19/10/18, 18:51 | POLÍTICA - Maioria dos eleitores considera debates importantes, aponta Datafolha
19/10/18, 18:38 | POLÊMICA - TSE e PGR foram omissos diante de atos violentos e fake news, diz CNDH
19/10/18, 18:34 | REAÇÃO - Manifestantes criticam propostas de Bolsonaro para meio ambiente
19/10/18, 18:32 | SAÚDE - Estudo relaciona 12% das mortes por câncer de mama ao sedentarismo
18/10/18, 21:56 | ANÁLISE POLÍTICA - É hora de se debruçar sobre a propaganda em rede de Bolsonaro
18/10/18, 21:50 | ELEIÇÕES NO BRASIL - Empresas compram pacotes ilegais de envio de mensagens contra o PT no WhatsApp, diz jornal
18/10/18, 21:15 | CRIME - PDT vai pedir anulação das eleições por fraude de Bolsonaro contra Haddad
18/10/18, 21:08 | CRIME ELEITORAL - Diretor do Datafolha: salto de Bolsonaro nas pesquisas indica fraude
18/10/18, 20:49 | LEVANTAMENTO - Brasil tem 477 grávidas e lactantes no sistema carcerário
18/10/18, 20:47 | POLÍTICA - Bolsonaro não vai participar de debates com Haddad
18/10/18, 20:43 | CRIME - MPE vai apurar suspeita de doações ilegais à campanha de Bolsonaro
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site