CBN - A rádio que toca notícia

POLÍTICA

Haddad recebe carta de “apoio e apreço” de integrantes do PSDB

Disse que todos estão empenhados em conter "escalada de violência"

11/10/18, 00:40

O

candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, recebeu uma carta de “apoio e apreço” de integrantes do PSDB, durante um almoço, nesta quarta-feira (10), em São Paulo. Ele confirmou que pretende conversar com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O presidenciável disse que não está autorizado a divulgar os nomes do PSDB que participaram do almoço, mas afirmou que todos estão empenhados em garantir a tranquilidade do país e, em especial, do processo eleitoral neste segundo turno. “[Estamos] conversando com todas as forças que queiram conter a barbárie, essa escalada [de violência] no país”, disse. “Vamos prosseguir no sentido de estabelecer protocolos de civilidade em proveito do futuro do Brasil.”

O candidato deve viajar hoje para Brasília para uma série de encontros políticos amanhã, incluindo representantes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o presidente nacional do PSB, João Carlos Siqueira.

“Nós estamos paulatinamente recebendo apoios. Eu não estou autorizado ainda a divulgar [quem participou], mas já entregaram uma carta de apoio importante, querendo propor uma mediação para conter escalada da violência no nosso país", frisou o candidato. "Parte significativa do PSDB está muito preocupada com o que está acontecendo", acrescentou.

Agressões

Em tom de preocupação, Haddad lamentou a agressão contra uma jovem de 19 anos, em Porto Alegre, que usava uma camiseta crítica ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro. Ela fez um boletim de ocorrência em que relata ter sido atacada com um canivete e teve as costas marcadas com uma suástica (símbolo nazista).

“Tem que ser posto um fim isso. Já houve uma morte com 12 facadas, uma pessoa queridíssima, conhecidíssima em Salvador,  e agora esse novo evento”, ressaltou o candidato, lembrando do assassinato do mestre de capoeira e compositor Romualdo Rosário da Costa, 63 anos, conhecido como Moa do Katendê, na segunda-feira (8).

Apoio

Após o almoço com os tucanos, Haddad a candidata a vice na chapa, Manuela d’Avila, candidata tiveram uma reunião com representantes de sete centrais sindicais. Na reunião, receberam um documento em que as entidades listam as prioridades, como o compromisso com a revogação da reforma trabalhista e da Emenda Constitucional 95, que define um teto de gastos públicos.

O documento foi assinado pelos representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), que já apoiavam o petista no primeiro turno, além da Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e Nova Central Sindical, que ficaram ao lado do candidato Ciro Gomes (PDT), e Intersindical, que apoiou Guilherme Boulos (PSOL).

“Neste momento que afunila a disputa tem dois lados, um lado do desenvolvimento e outro do atraso. Não podemos ficar em cima do muro", disse Miguel Torres, da Força Sindical. "Tiramos uma pauta, uma nota conjunta mostrando a necessidade de romper os ataques que o movimento sindical tem sofrido”, completou.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
15/02/19, 17:51 | CRIME - Chefe do partido de Bolsonaro contratou empresa do filho na campanha
15/02/19, 17:35 | POLÍTICA - Noblat detona Bolsonaro: usa camisa falsa e posa como indigente
15/02/19, 17:17 | POLÊMICA - Vice manda recado para filho do presidente da República: 'Roupa suja se lava em casa'
15/02/19, 17:03 | POLÍTICA - Dica a Sergio Moro no caso dos laranjas do PSL: basta seguir o dinheiro
15/02/19, 16:50 | CRIME - Investigação sobre Queiroz vai para Grupo de Combate à Corrupção do MP
15/02/19, 16:39 | PROPOSTA - Reforma da previdência incluirá alíquota maior para servidor e aumento do prazo de contribuição de militar
15/02/19, 16:35 | POLÍTICA - FHC: Todo início de governo é desordenado, mas o atual está abusando
15/02/19, 16:29 | EVENTO - Ato na Candelária lembra vítimas de tragédias recentes no país
15/02/19, 13:18 | HISTÓRIA - CASA PAROQUIAL DE LUZILÂNDIA: A história e o primeiro batizado de uma filha da terra
15/02/19, 09:51 | CONCURSO - Brasil mostra alta gastronomia e fecha negócios na França
15/02/19, 09:46 | INSTITUCIONAL - Vice-presidente da República recebe governador do Maranhão
15/02/19, 09:43 | LUTO - Homenagem a jovens mortos no Ninho do Urubu emociona Maracanã
14/02/19, 18:48 | PROPOSTA - Previdência: proposta é de idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres
14/02/19, 18:12 | CRISE - Militares tentam conter clã Bolsonaro e evitar a demissão de Bebianno
14/02/19, 18:00 | DISCURSO - PSL abre guerra contra o clã e Alexandre Frota pede Queiroz preso
14/02/19, 17:50 | CRISE - 'Não é bom discutir isso em público', diz Mourão sobre Bolsonaros
14/02/19, 16:51 | CRISE - Laranjas do PSL 'selecionadas' por Bebianno fragilizam governo Bolsonaro
14/02/19, 16:46 | PREVIDÊNCIA - Bolsonaro usa discurso falso para atacar aposentadoria de agricultores
14/02/19, 16:40 | DISCUSSÃO - Estudo: Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
14/02/19, 16:07 | CRISE - 'Não se dá um tiro na nuca do seu próprio soldado', diz Bebianno a interlocutores
14/02/19, 16:01 | CRISE - Padrão fritura dos Bolsonaros no caso Bebianno deixa aliados perplexos
14/02/19, 15:57 | CRISE - 'Está todo mundo dentro de uma saia muito justa', diz Joice Hasselmann
14/02/19, 13:29 | POLÍTICA - Primeira reunião da Câmara de Luzilândia de 2019 promete ser histórica
14/02/19, 13:25 | TRAGÉDIA - Parecer do MPF diz que Vale privilegiou lucros em detrimento da segurança
14/02/19, 13:10 | POLÍTICA - Humilhado publicamente, Bebianno pode se dedicar a derrubar Bolsonaro e filhos contando o que sabe
14/02/19, 13:05 | POLÍTICA - Na TV, Bolsonaro diz que ministro mentiu e adverte o vice Mourão
14/02/19, 13:02 | CRIME - Moro diz cumprir ordem de Bolsonaro para investigar laranjas no PSL
14/02/19, 12:54 | MEIO AMBIENTE - Desflorestamento da Amazônia, já em ascensão, pode subir sob Bolsonaro
14/02/19, 12:43 | INCOERÊNCIA - Governo Bolsonaro desvia R$ 600 bilhões da Previdência para pagar dívida
14/02/19, 09:12 | IMBRÓGLIO - Bolsonaro sobre laranjas do PSL: Determinei à Polícia Federal que investigue
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site