CBN - A rádio que toca notícia

POLÍTICA

Não posso virar 'Jairzinho paz e amor' no 2º turno, diz Bolsonaro

O PSL elegeu no domingo 52 parlamentares, segundo site da Câmara dos Deputados, em um avanço gigantesco em relação ao pleito passado quando havia eleito apenas um deputado federal. Bolsonaro afirma ter o apoio de parlamentares de diferentes partidos que apoiam sua agenda conservadora

08/10/18, 13:51

O

candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, afirmou nesta segunda-feira que não pode se transformar em "Jairzinho paz e amor" para tentar angariar mais votos no segundo turno da disputa pelo Palácio do Planalto, dizendo que vai se manter fiel a seus posicionamentos conservadores.

“Olha só, eu não posso virar o ‘Jairzinho Paz e Amor’ e me violentar. Eu tenho que continuar sendo a mesma pessoa. É lógico que a gente usa sinônimos, de vez em quando eu falava palavrões, eu não falo mais”, disse Bolsonaro em entrevista à rádio Jovem Pan, em uma referência à expressão usada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para se afastar da pecha de radical.

Bolsonaro, que obteve 46 por cento dos votos válidos no primeiro turno da eleição presidencial, reiterou que está em negociações com parlamentares de diferentes partidos para montar uma base de apoio a seu eventual governo, uma vez que, segundo ele, não seria possível governar apenas com os parlamentares eleitos de sua própria legenda.

O PSL elegeu no domingo 52 parlamentares, segundo site da Câmara dos Deputados, em um avanço gigantesco em relação ao pleito passado quando havia eleito apenas um deputado federal. Bolsonaro afirma ter o apoio de parlamentares de diferentes partidos que apoiam sua agenda conservadora.

"Estamos conversando, ao longo de dois anos, individualmente com parlamentares, porque tem deputado honesto", afirmou o candidato do PSL, que vai enfrentar no 2º turno o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), que recebeu 29 por cento dos votos no primeiro turno da disputa presidencial, no domingo.

O presidente do PSL, Gustavo Bebiano, e o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), um dos aliados de primeira hora de Bolsonaro, disseram no domingo que o ex-capitão buscará os votos do PSDB e tentará apoios de todos os partidos, menos os de esquerda.

Na entrevista à rádio Jovem Pan, Bolsonaro reiterou que não vai recriar a CPMF caso seja eleito, e disse que seu principal assessor econômico, Paulo Guedes, admitiu ter cometido um "ato falho" nessa questão ao citar uma possível volta da cobrança.

"Quando ele (Guedes) falou em CPMF foi um ato falho dele, ele quer diminuir o número de impostos, agora ao diminuir você tem um outro nome, é IVA, seja lá o que for, ele falou algo parecido com CPMF e ninguém quer, da minha parte não volta a CPMF porque eu acho que é um imposto injusto”, afirmou.

Bolsonaro já havia negado uma possível volta da CPMF em outras ocasiões, depois que seu coordenador econômico disse a um grupo de investidores no mês passado que recriaria um tributo nos moldes da CPMF.

Fonte: JL/Extra
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/05/19, 21:14 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Justiça determina acesso a notas fiscais de compras feitas por Flávio e Queiroz
18/05/19, 21:08 | ANÁLISE - Governo perdeu 'momento mágico', avaliam economistas
18/05/19, 20:52 | EVENTO - Mais de 70% da violência sexual contra crianças ocorre dentro de casa
18/05/19, 20:48 | ENTREVISTA - Janaína Paschoal: Bolsonaro “precisa parar com tanta xaropada e focar no trabalho”
18/05/19, 20:36 | INVESTIGAÇÃO - Sem se intimidar, Justiça amplia devassa nas contas de Flávio Bolsonaro
18/05/19, 15:33 | SAÚDE - Hipertensão atinge 24,7% dos moradores de capitais brasileiras
18/05/19, 15:30 | SAÚDE - Pacientes com transtorno mental têm direito a tratamento humanizado
18/05/19, 15:25 | JUDICIÁRIO - Paciente que precisa de remédios caros entra em pauta no STF
18/05/19, 14:10 | CULTURA - Virada Cultural tem 24h de shows, teatro e dança por toda São Paulo
18/05/19, 14:00 | CONFUSÃO - Depois da educação, governo Bolsonaro mira na saúde pública
18/05/19, 13:09 | OPINIÃO - O mercado e a Globo já decidiram: vão trocar o capitão pelo general
18/05/19, 13:01 | POLÍTICA - O governo Bolsonaro se aproxima da hora da verdade, por Luis Nassif
18/05/19, 12:53 | INVESTIGAÇÃO - Facebook identifica empresa israelense que espalhou fakenews nas eleições brasileiras
18/05/19, 12:49 | POLÍTICA - Bolsonaro concede anistia a partidos que não cumpriram cota mínima para mulheres
18/05/19, 12:29 | OPINIÃO - Para cair, basta ruir
17/05/19, 21:22 | POSTURA - Câmara e Senado decidem substituir o presidente Bolsonaro com ações para aquecer a economia
17/05/19, 21:02 | CÂMARA DOS DEPUTADOS - Capitalização é foco de críticas em audiência sobre Previdência
17/05/19, 20:56 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Coaf aponta que Queiroz fez saques de R$ 661 mil em 18 meses
17/05/19, 20:45 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Apuração sobre Flávio pode avançar sobre milícia, PSL e primeira-dama
17/05/19, 15:48 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Assessor de Flávio Bolsonaro depositou R$ 90 mil na conta da mãe, que não lembra da transação
17/05/19, 14:38 | POLÍTICA - Cantor Lobão abandona Bolsonaro: 'é óbvio que o governo vai ruir'
17/05/19, 14:32 | POLÍTICA - Bolsonaro divulga texto que fala num Brasil ‘ingovernável’ e ‘disfuncional’
17/05/19, 14:20 | ARTGO - Bolsonaro já passou do limite até para os padrões da direita
17/05/19, 13:46 | CRISE - Maior parte dos estudantes universitários federais é baixa renda
17/05/19, 13:41 | STF - Bolsonaro muda versão e diz que não fez acordo com Moro
17/05/19, 13:38 | ESPORTE - Técnico Tite convoca seleção para a Copa América no Brasil
17/05/19, 12:00 | INVESTIGAÇÃO - Moro terá que pedir ao Panamá dados sobre empresa sócia de Flávio Bolsonaro
17/05/19, 11:54 | POLÍTICA - Encurralado por denúnicas, Bolsonaro volta a atacar estudantes
17/05/19, 11:50 | DESGOVERNO - Com anúncio de impecahment, começa 'Operação Mourão'
17/05/19, 10:31 | POLÊMICA - 'Não me meto mais na política brasileira', diz guru de Bolsonaro
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site