CBN - A rádio que toca notícia

SEGUNDO TURNO

Haddad em pronunciamento: agora, o debate é 'olho no olho'

Em uma fala de pouco mais de dez minutos, o candidato foi direto nas palavras tradicionais de pronunciamento pós eleição ainda não concluída: pediu união em torno da reconstrução do país e conclamou a todos para o debate nacional inadiável do re-estabelecimento da soberania nacional e do curso progressista da história

08/10/18, 08:25
 
E
m seu pronunciamento para a nação, após o resultado do primeiro turno das eleições, Fernando Haddad, na qualidade de candidato da frente democrática no segundo turno conclamou todos aqueles que zelam pela democracia no país a se unirem em torno da sua candidatura, que renova seus votos de progressista, democrática e popular. Haddad ressaltou que seu governo olhará para o povo, para os mais fragilizados e que é preciso urgentemente derrotar o fascismo. Ele ainda destacou que o que está em jogo é a defesa da constituição e do direito do povo brasileiro voltar a ser feliz. Haddad acenou para Ciro Gomes e deixou sua candidatura aberta para aqueles que prezam a democracia.

Em uma fala de pouco mais de dez minutos, o candidato foi direto nas palavras tradicionais de pronunciamento pós eleição ainda não concluída: pediu união em torno da reconstrução do país e conclamou a todos para o debate nacional inadiável do re-estabelecimento da soberania nacional e do curso progressista da história.

Ele alertou para o momento perigoso que o país passa, com a ameaça iminente do fascismo, mas demonstrou otimismo e segurança de que o debate será feito e que a sociedade brasileira será bem informada sobre todos os cenários no segundo turno.

Haddad ressaltou os pontos principais de seu programa de governo e afirmou que a luta pela inclusão social irá recomeçar no Brasil através de uma grande aliança entre os segmentos democráticos.

O mote da campanha no segundo turno, conforme ficou explícito em sua fala, será a 'união' do povo brasileiro em torno de um projeto que preserve os direitos do trabalhador e que reinaugure a vocação democrática da sociedade brasileira, sem ódio e sem medo.

Confira o relato do site do PT sobre o pronunciamento de Fernando Haddad:

Fernando Haddad está no segundo turno! A confirmação do embate já esperado entre o ex-prefeito de São Paulo e o candidato do PSL foi recebida com gritos e muita festa no local onde estava o candidato do PT, em um hotel em São Paulo.

Sob forte aplauso, Haddad agradeceu o esforço do PT, do ex-presidente Lula e dos demais partidos da coligação (PCdoB e PROS). "Quero dizer que me sinto desafiado pelos resultados, a oportunidade do segundo turno é uma chance inestimável que o povo nos deu" disse.

Ele também reforçou o compromisso do PT com um projeto democrático e popular, numa convocação ao campo progressista do país. "Queremos unir os democratas, as pessoas que têm atenção aos mais pobres. Vamos fazer um governo que una o país, há muita coisa em jogo".

O candidato do PT disse ainda que já está em contato com Guilherme Boulos (PSOL), Marina Silva (Rede) e o pedetista Ciro Gomes, discutindo apoio daqui em diante. A manifestação de Ciro contrária ao candidato do PSL, anunciada logo após o resultado oficial do primeiro turno, foi recebida com entusiasmo.

Em entrevista em frente à sua casa em Fortaleza (CE), o candidato do PDT afirmou que, na próxima etapa da eleição presidencial, ficará "ao lado da democracia e contra o fascismo". "Minha história de vida é uma história de vida de defesa da democracia e contra o fascismo", falou. "Ah, ele, não, sem dúvida", completou o pedetista, referindo-se ao candidato do PSL.

Acompanharam o discurso de Haddad a candidata a vice-presidente, Manuela D'Ávila (PCdoB), Ana Estela Haddad, Eduardo Suplicy, o coordenador de campanha José Sérgio Gabrielli e a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, entre outros políticos e personalidades.

Filiados, lideranças, apoiadores e representantes de movimentos sociais comemoram o avanço da candidatura. Depois de uma contagem voto a voto, o povo mantém acesa a vontade de fazer o Brasil feliz de novo. Serão pouco mais de duas semanas para conhecer melhor o projeto de Haddad para o país e unir o campo democrático em torno de sua candidatura. O Brasil vai ser feliz de novo!

Fonte: JL/247
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
22/02/19, 07:56 | INTERNACIONAL - Caravana que prepara ajuda humanitária é atacada na Venezuela
22/02/19, 07:50 | LARANJAL - Vice-presidente 'acha' que ministro do Turismo será demitido
22/02/19, 07:36 | SUSPEITA DE CORRUPÇÃO - Polícia Federal faz buscas em endereços do senador Ciro Nogueira
22/02/19, 07:20 | CRIME - MPF vai apurar se Flávio Bolsonaro lavou dinheiro com imóveis
21/02/19, 22:13 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Procuradora reitera ao Supremo que receba denúncia contra 'quadrilhão do MDB'
21/02/19, 21:40 | JUDICIÁRIO - Quatro ministros do STF votam para enquadrar homofobia como crime de racismo
21/02/19, 21:37 | INDENIZAÇÃO - Famílias recusam proposta do Flamengo e impasse continua
21/02/19, 21:28 | POLÍTICA - Senado pode antecipar indicação de relator da reforma da Previdência
21/02/19, 16:11 | ARTIGO - Previdência Social x Assistência Social
21/02/19, 15:52 | POLÊMICA - Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
21/02/19, 15:46 | PREVIDÊNCIA - 'Reforma' vai criar país de idosos pedindo esmola, diz economista
21/02/19, 14:04 | POLÍTICA - Oposição tranca pauta da Câmara em protesto à reforma da Previdência
21/02/19, 13:57 | POLÍTICA - Centrão ameaça e diz que reforma não avança sem diálogo com o Planalto
21/02/19, 13:45 | ECONOMIA - Ford anuncia fechamento de sua fábrica em São Bernardo do Campo
21/02/19, 13:43 | POLÍTICA - TSE rejeita consulta de Bolsonaro sobre doação de sobras de campanha
21/02/19, 07:47 | PREVIDÊNCIA - Reforma de Bolsonaro quer criar uma legião de idosos miseráveis no Brasil
20/02/19, 20:59 | CRISE - OUTRA BOMBA: Bolsonaro escala Onyx para negociar acordo com Bebianno
20/02/19, 20:25 | REFORMAS - Governadores e parlamentares resistem a mudanças na aposentadoria rural
20/02/19, 17:05 | INDIGNAÇÃO - Flávio Dino: reforma da Previdência de Bolsonaro é ‘contra os mais pobres’
20/02/19, 16:49 | POLÊMICA - Aposentado que trabalha perderá direito a FGTS e a multa de 40% se demitido
20/02/19, 16:21 | ECONOMIA - Governo quer tempo de contribuição de 35 anos para militares
20/02/19, 16:16 | POLÊMICA - Reforma tem que ser aprovada na Câmara e no Senado em dois turnos
20/02/19, 16:14 | JUDICIÁRIO - No STF, Moraes diz esperar judicialização de reforma da Previdência
20/02/19, 15:29 | PREVIDÊNCIA - Idosos em situação de miséria só receberão o salário mínimo aos 70 anos
20/02/19, 15:24 | POLÍTICA - IBANEIS: Governo não tem 50 votos para aprovar Previdência
20/02/19, 15:14 | PREVIDÊNCIA - Pensionistas poderão receber menos que um salário mínimo
20/02/19, 12:30 | PREVIDÊNCIA - Governo quer mudar de 65 para 70 anos a idade mínima para conceder salário a idosos
20/02/19, 11:57 | INVESTIGAÇÃO - Candidata laranja que recebeu R$ 400 mil do PSL depõe na PF
20/02/19, 11:44 | REFORMAS - Pensão por morte será 60% do benefício quando houver um dependente
20/02/19, 11:28 | REFORMA - Trabalhador levará 40 anos para chegar a 100% do benefício na nova Previdência
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site