CBN - A rádio que toca notícia

PESQUISA

Associado diretamente a Lula, Haddad soma 22% e ultrapassa Bolsonaro

O petista registra 31% no Nordeste e venceria todos os adversários no segundo turno, indica a nova pesquisa CUT/Vox Populi

13/09/18, 11:39

 
A
nova pesquisa CUT/Vox Populi confirma o poder de transferência de voto de Lula, preso em Curitiba e impedido de concorrer à presidência da República pelo Tribunal Superior Eleitoral. Quando claramente apresentado aos eleitores como o candidato do ex-presidente, o petista Fernando Haddad alcança 22% de intenção de votos e assume a liderança na disputa.

Jair Bolsonaro, do PSL, aparece em segundo, com 18%. Ciro Gomes, do PDT, registra 10%, enquanto Marina Silva, da Rede, e Geraldo Alckmin, do PSDB, aparecem com 5% e 4%, respectivamente. Brancos e nulos somam 21%.

O Vox Populi ouviu 2 mil eleitores em 121 municípios entre 7 e 11 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para cima ou para baixo. O índice de confiança chega a 95%.

O instituto tomou a decisão de associar Haddad diretamente a Lula no questionário, ao contrário das demais empresas de pesquisa. Segundo Marcos Coimbra, diretor do Vox Populi, não se trata de uma indução, mas de fornecer o máximo de informação ao eleitor. “Esconder o fato de que o ex-prefeito foi indicado e tem o apoio do ex-presidente tornaria irreal o resultado de qualquer levantamento. É uma referência relevante para uma parcela significativa dos cidadãos. Chega perto de 40% a porção do eleitorado que afirma votar ou poder votar em um nome apoiado por Lula”.

Um pouco mais da metade dos entrevistados (53%) reconhece Haddad como o candidato do ex-presidente. O petista, confirmado na terça-feira 11 como o cabeça de chapa na coligação com o PCdoB, também é o menos conhecido entre os postulantes a ocupar o Palácio do Planalto: 42% informam saber de quem se trata e outros 37% afirmam conhece-lo só de nome.

O desconhecimento é maior justamente na parcela mais propensa a seguir a recomendação de voto de Lula, os mais pobres e menos escolarizados. De maio para cá, decresceu sensivelmente o percentual de brasileiros que afirmam não saber que o ex-presidente está impedido de disputar a eleição: de 39% para 16%.

Ainda assim, é em meio a este público que Haddad registra grandes avanços. Na comparação com a pesquisa de julho, mês no qual o PT ainda nutria esperanças de garantir Lula na disputa, o ex-prefeito passou de 15% para 24% entre os eleitores com ensino fundamental e de 15% para 25% entre aqueles que ganham até dois salários mínimos. O petista chega a 31% no Nordeste e tem seu pior desempenho na região Sul (11%), mesmo quando associado ao ex-presidente.

Ciro Gomes é o menos rejeitado (34%) entre os cinco candidatos mais bem posicionados. Haddad tem a segunda menor taxa, 38%. No outro extremo, com 57%, aparece Bolsonaro.

O deputado, internado desde a sexta-feira 7 no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, registra contudo o maior percentual de menções espontâneas (13%), contra 4% de Ciro e Haddad, 3% de Marina e 2% de Alckmin.

O fato de as citações espontâneas se aproximarem da porcentagem registrada por Bolsonaro nas respostas estimuladas demonstra, ao mesmo tempo, um teto do candidato do PSL e uma resiliência que tende a leva-lo à próxima fase da disputa presidencial.

O Vox realizou diversas simulações de segundo turno. Bolsonaro venceria Alckmin (25% a 18%), empataria tecnicamente com Marina (24% a 26%) e perderia para Ciro (22% a 32%) e Haddad (24% a 36%). O pedetista e o petista vencem os demais. O instituto não fez a simulação de um confronto entre os dois.

Por fim, a pesquisa mediu a percepção dos eleitores em relação ao ataque a Bolsonaro ocorrido em Juiz de Fora em 6 de setembro. A maioria absoluta, 64%, associa a facada a um ato solitário de um indivíduo desequilibrado, “com problemas mentais”. Outros 35% acreditam tratar-se de um atentado organizado e planejado, com fins políticos.

A maior parte dos entrevistados (49% contra 33%) não crê que o episódio possa influenciar a decisão de voto dos brasileiros.

Fonte: JL/Carta Capital
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
24/09/18, 22:25 | LEGISLAÇÃO - Sancionada lei que amplia licença paternidade para as Forças Armadas
24/09/18, 22:23 | FUTEBOL - Modric é eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa
24/09/18, 22:19 | FUTEBOL - Marta é eleita a melhor jogadora de futebol do mundo pela sexta vez
24/09/18, 21:27 | PESQUISA - Rejeição a Bolsonaro vai de 42% para 46% em uma semana
24/09/18, 21:20 | ELEIÇÕES - Atrás de Haddad no segundo turno, Bolsonaro agora ataca PF no caso Adélio
24/09/18, 20:59 | PESQUISA - IBOPE: Haddad fica apenas 6% de Bolsonaro no primeiro turno: 28% a 22%
24/09/18, 16:01 | DENÚNCIA - Servidores invocam a palavra de Deus para que prefeito de Luzilândia pague salários
24/09/18, 15:36 | POLÍTICA - Haddad: “vamos nos associar a todos que defendam a democracia”
24/09/18, 15:30 | POLÍTICA - Manuela: "as mulheres venceram o medo e vencerão o ódio"
24/09/18, 15:06 | DEMOCRACIA - Presidente do STF afirma que resultados das eleições serão respeitados
24/09/18, 15:03 | MOVIMENTO - Empresários, economistas e artistas lançam manifesto contra Bolsonaro
24/09/18, 14:56 | INTERNACIONAL - Sede da ONU ganha estátua de Nelson Mandela em tamanho real
24/09/18, 14:07 | SOCIAL - Cotistas com menos de 60 anos têm última semana para sacar PIS/Pasep
24/09/18, 13:48 | AGRESSÃO - Ato pró-Bolsonaro compara mulheres de esquerda a cadelas
24/09/18, 13:43 | ELEIÇÕES - Aliados já discutem segundo turno sem Geraldo Alckmin
24/09/18, 13:28 | ELEIÇÕES 2018 - 11 disputas para governador tendem a acabar já no 1º turno, dizem pesquisas
24/09/18, 13:07 | POLÍTICA - A 13 dias das eleições, 51% das mulheres ainda não decidiram candidato
24/09/18, 12:22 | SUCESSÃO - Haddad é o presidenciável com mais mulheres entre seguidores no 'Face'
24/09/18, 12:17 | HABITAÇÃO - Caixa começa a cobrar juros menores para financiamento imobiliário
24/09/18, 09:08 | ELEIÇÕES - No segundo turno, Haddad poderá formar uma frente antifascista
24/09/18, 08:54 | PESQUISA - Haddad continua disparado em pesquisa BTG rumo ao 2º turno
24/09/18, 08:49 | POLÍTICA - Sondagem do PSDB mostra que situação de Alckmin é desesperadora
23/09/18, 21:08 | PESQUISA - DATA AZ: Fernando Haddad já lidera no Piauí com 41,12% das intenções de voto
23/09/18, 20:30 | ELEIÇÕES 2018 - Em campanha no PI, Ciro Gomes diz ter gratidão a Lula e que estará no 2º turno
23/09/18, 20:22 | BRASILEIRÃO - Botafogo bate Vitória por 4 a 3 e se afasta da zona de rebaixamento
23/09/18, 20:02 | DENÚNCIA - Coronel gaúcho que apoia Bolsonaro usa caminhões do Exército para fazer campanha
23/09/18, 19:59 | DEMOCRACIA - Haddad é melhor que Bolsonaro para o Brasil, dizem jornais internacionais
23/09/18, 19:53 | CONFERÊNCIA - Urna eletrônica é sistema rápido e seguro, diz OEA
23/09/18, 19:42 | CAMPANHA ELEITORAL - Em Pernambuco, Haddad diz que país voltará a dar 'oportunidades' ao povo
23/09/18, 19:35 | POLÍTICA - Alckmin aposta em SP e 'cobra fatura' em estado que governou
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site