CBN - A rádio que toca notícia

DECISÃO

Por 9 votos a 2, Supremo não reconhece ensino domiciliar

O julgamento começou na semana passada, quando o relator do caso, ministro Luís Roberto Barroso, votou a favor do ensino domiciliar

12/09/18, 22:15

P

or 9 votos a 2, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram hoje (12) não reconhecer o ensino domiciliar de crianças, conhecido como homeschooling. Conforme o entendimento da maioria, a Constituição prevê apenas o modelo de ensino público ou privado, cuja matricula é obrigatória, e não há lei que autorize a medida.

O julgamento começou na semana passada, quando o relator do caso, ministro Luís Roberto Barroso, votou a favor do ensino domiciliar. Para ele, alguns pais preferem comandar a educação de seus filhos diante das políticas públicas ineficazes na área de educação, dos resultados na qualidade no sistema de avaliação básica, além de convicções religiosas.

Barroso também citou que o modelo de homeschooling está presente nos Estados Unidos, Finlândia e Bélgica, entre outros países. "Sou mais favorável à autonomia e emancipação das pessoas do que ao paternalismo e às intervenções do Estado, salvo onde eu considero essa intervenção indispensável", argumentou.

Votos divergentes

Na sessão de hoje, o julgamento foi concluído com os votos dos demais ministros. Primeiro a votar, Alexandre de Moraes abriu a divergência e entendeu que o ensino domiciliar não está previsto na legislação: “O ensino familiar exige o cumprimento de todos os requisitos constitucionais. Não é vedado o ensino em casa desde que respeite todos os preceitos constitucionais. Há necessidade de legislação”.

O ministro Ricardo Lewandowski também entendeu que não é possível que os pais deixem de matricular os filhos nas escolas tradicionais. Segundo ele, “razões religiosas não merecem ser aceitas" pelo Judiciário para que os pais possam educar os filhos em casa. O ministro argumentou que os pais "não podem privar os filhos de ter acesso ao conhecimento” na escola tradicional.

“Não há razão para tirar das escolas oficiais, públicas ou privadas, em decorrência da insatisfação de alguns com a qualidade do ensino”, afirmou Lewandowski.

Os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Luiz Fux, Gilmar Mendes, Marco Aurélio e a presidente, Cármen Lúcia, também votaram no mesmo sentido. Fachin acompanhou em parte o relator.

Entenda o caso

O caso que motivou o julgamento ocorreu com o microempresário Moisés Dias e sua mulher, Neridiana Dias. Em 2011, o casal decidiu tirar a filha de 11 anos da escola pública em que estudava no município de Canela (RS), a aproximadamente 110 quilômetros de Porto Alegre, e passar a educá-la por conta própria.

Eles alegaram que a metodologia da escola municipal não era adequada por misturar, na mesma sala, alunos de diferentes séries e idades, fugindo do que consideravam um “critério ideal de sociabilidade”. O casal disse que queria afastar sua filha de uma educação sexual antecipada por influência do convívio com colegas mais velhos.

A família também argumentou que, por ser cristã, acredita no criacionismo – crença segundo a qual o homem foi criado por Deus à sua semelhança – e por isso “não aceita viável ou crível que os homens tenham evoluído de um macaco, como insiste a Teoria Evolucionista [de Charles Darwin]”, que é ensinada na escola.

Fonte: JL/Congresso em Foco
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
21/04/19, 20:26 | POLÊMICA - Plano de privatizações de Guedes esbarra em resistência nos ministérios
21/04/19, 20:23 | POLÍTICA - Parlamento no Brasil quer limitar poder do presidente da República
21/04/19, 20:14 | MUZEMA - Encontrada a última vítima fatal da tragédia dos prédios no Rio
21/04/19, 20:01 | INVESTIGAÇÃO - Documento revela 187 pagamentos da Odebrecht; tem político do Piauí
21/04/19, 19:49 | CARIOCÃO - Festa no Rio! Flamengo vence Vasco outra vez e é campeão carioca de 2019
21/04/19, 19:33 | PAULISTÃO - É tri! Corinthians derrota São Paulo com gol no fim e conquista o Paulistão 2019
21/04/19, 14:20 | ARTIGO - Ouvir a Voz das Ruas
21/04/19, 13:11 | VALOR UNIVERSAL - Professores estrangeiros exaltam Paulo Freire, atacado pelo governo
21/04/19, 13:00 | DISCUSSÃO - Negociações da Previdência reacendem discussões em torno da PEC da Bengala
21/04/19, 12:57 | QUESTIONAMENTO - Ação no Supremo questiona decreto das armas de fogo de Bolsonaro
21/04/19, 11:55 | - Páscoa: Explosões em hotéis e igrejas deixam mortos e feridos no Sri Lanka
21/04/19, 08:17 | POLÍTICA - Bolsonaro incentiva ataques a Mourão e diz que não o terá como vice em 2022
20/04/19, 22:40 | SEMANA SANTA - Brasil tem o maior ovo de Páscoa decorado do mundo
20/04/19, 16:27 | PROTESTO - Engenheiros da Petrobrás mandam carta aberta aos caminhoneiros e pedem união em defesa da empresa
20/04/19, 15:52 | NOVA CONFUSÃO - Áudio atribuído a Onyx sugere que governo estaria intervindo na Petrobras desde março
20/04/19, 15:46 | CRIME - Governador do Rio pode ser punido por ordem
20/04/19, 15:36 | CRIME - Suspeitos de construir prédios que desabaram no Rio estão foragidos
20/04/19, 12:43 | POLÍTICA - Alexandre Frota diz que PSL foi “sacaneado” pelo governo: “Odeio ser enganado”
20/04/19, 12:20 | ACUSAÇÃO - Bolsonarista, ex-professor de Direito da USP pede prisão de Dias Toffoli e Alexandre de Moraes
20/04/19, 12:15 | INUSITADO - Menina se nega a cumprimentar Bolsonaro no Planalto
20/04/19, 09:00 | SAÚDE - Nova etapa da Campanha contra a Gripe começa nesta segunda
20/04/19, 08:56 | INTERNACIONAL - Opositores de Maduro preparam protestos para 1º de maio
20/04/19, 08:49 | INTERNACIONAL - Justiça peruana determina prisão preventiva de ex-presidente
19/04/19, 16:47 | VATICANO - Papa se prostra diante de Jesus adorando o mistério da Santa Cruz
19/04/19, 16:32 | TRAGÉDIA - "O Exército matou meu filho", diz mãe de catador fuzilado por militares
19/04/19, 16:15 | POLÊMICA - Mello Franco: Toffoli tentou erguer um escudo para proteger a si mesmo
19/04/19, 15:48 | ARTIGO - Quando a nobreza se cala
19/04/19, 13:32 | HOMICÍDIO DOLOSO - Justiça do Rio decreta prisão de três pelas mortes em desabamento de prédios
19/04/19, 11:13 | ESPORTE - Concessão do Maracanã passa hoje para o Clube do Flamengo
19/04/19, 11:10 | INTERNACIONAL - Povo francês se une para reconstrução da Catedral de Notre-Dame
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site