CBN - A rádio que toca notícia

EDUCAÇÃO

Pesquisa indica que tema da educação atrai mais interesse de leitores

A pesquisa foi apresentada hoje (7) no 2º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação. Ao todo, foram ouvidas 2.084 pessoas de todas as classes sociais e idade acima de 16 anos durante os dias 12 e 16 de junho, em 129 municípios de todas as regiões do país. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos

07/08/18, 17:42

E

ducação é um tema que desperta o interesse da maioria dos brasileiros. De acordo com pesquisa inédita da Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca) realizada pelo Instituto Datafolha, 80% dos entrevistados disseram ter muito interesse em reportagens de educação. A porcentagem supera temas como saúde (78%) e política (23%). Apenas 4% informaram não ter nenhuma atração por matérias dessa editoria.

A pesquisa foi apresentada hoje (7) no 2º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação. Ao todo, foram ouvidas 2.084 pessoas de todas as classes sociais e idade acima de 16 anos durante os dias 12 e 16 de junho, em 129 municípios de todas as regiões do país. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos.

Entre os entrevistados, a TV aberta é a fonte mais frequente de informação sobre educação, apontada por 52% do total de entrevistados e por 55% daqueles que disseram ter muito interesse no tema. As redes sociais aparecem em segundo lugar, com 29% do total e 31% dos muito interessados em educação, seguidas pela rádio, com 24% do total e 26% dos mais interessados no tema.

Temas em educação

Informações sobre escolas do lugar onde se vive lideram o ranking de interesse dos entrevistados (34%), seguido por temas que têm relação com filhos, netos e outras crianças com as quais se convive (21%). Em terceiro lugar estão as novas metodologias de ensino, uso de tecnologias nas escolas e propostas pedagógicas inovadoras (9%).

Em relação às técnicas narrativas, os entrevistados mostraram preferência por reportagens com depoimentos de pessoas que vivem o cotidiano das escolas (37%), seguida por matérias com vídeos (33%) e várias notícias curtas e resumidas sobre o mesmo assunto (29%).

A pesquisa mostra ainda diferenças nas respostas quando se leva em consideração a escolarização dos entrevistados. Enquanto pessoas mais escolarizadas preferem temas políticos e técnicos, pessoas menos escolarizadas e mais dependentes de serviços públicos buscam mais pautas locais.

Compreensão difícil

Apesar de mostrar interesse em reportagens em educação, outra pesquisa apresentada também hoje pela Jeduca mostra que a população tem, muitas vezes, dificuldade em compreender determinados temas e há tendência dos entrevistados perderem o interesse se sentirem que o tema está longe da vida deles.

Os resultados mostram que termos comuns no debate educacional como “interdisciplinar” (que trata da relação entre duas ou mais disciplinas ou ramos de conhecimento) e “base nacional” (referente à Base Nacional Comum Curricular, documento que estabelece o conteúdo mínimo que deve ser ensinado em todas as escolas brasileiras) se mostraram de difícil compreensão mesmo para o público altamente leitor. Os entrevistados, sobretudo os que já haviam deixado a escola há alguns anos, mostraram ainda dificuldade com termos como ensino médio, perguntando a que idade escolar o período se refere.

A pesquisa qualitativa foi feita em parceria com a Rede Conhecimento Social, que conduziu duas oficinas de discussão em São Paulo. As oficinas foram realizadas nos dias 15 e 17 de maio, com um grupo de nove participantes ditos com alta fluência, com até pós-graduação concluída e maior frequência de leitura, e um grupo de dez pessoas tidas como com baixa fluência, com até ensino médio completo e menor frequência de leitura.

“Declaração de intenções”

“Há uma maneira otimista e uma realista de olhar os resultados e as duas estão corretas. O otimismo mostra que as pessoas declaram interesse em educação. Mas acho que temos que ser realistas também de dizer que essa, talvez, seja uma declaração de intenções e não exatamente algo que as pessoas estejam consumindo”, diz o presidente da Jeduca, Antônio Gois.

Segundo Gois, os resultados deixam um alerta para os jornalistas. “A pesquisa qualitativa mostra que parte dos leitores não está entendendo o que estamos falando porque talvez estejamos escrevendo muito para grupos mais iniciados de educadores e talvez não estejamos chegando em um público mais geral”.

O professor da Universidade de São Paulo (USP), Eugênio Bucci, que participou da mesa de apresentação das pesquisas, defendeu o fortalecimento de uma comunicação pública tendo como modelo experiências como a BBC do Reino Unido e a Deutsche Welle, da Alemanha. “Existe um enxugamento das empresas jornalísticas [privadas] e isso já está comprometendo, não apenas a educação, mas outros campos”, diz. Bucci acrescenta: “Essas entidades [com apoio público] podem contribuir muito com a qualidade da cobertura de temas de interesse publico. Isso pode ser um caminho”.

O 2º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação, cujo principal foco é eleições, ocorre até hoje (7) em São Paulo.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
12/12/18, 19:32 | POLÍTICA - Intelectuais, artistas e líderes populares lançam manifesto em ato pela democracia
12/12/18, 19:17 | EVENTO - Governadores querem participar da formulação de medidas para segurança
12/12/18, 19:15 | CRIMINALIDADE - Dupla rende funcionário dos Correios e rouba carro com encomendas em Teresina
12/12/18, 19:05 | ASSÉDIO SEXUAL - Ministério Público de Goiás pede prisão do médium João de Deus
12/12/18, 18:55 | MUNDO - Maduro denuncia plano 'terrorista' dos EUA e Brasil para assassiná-lo
12/12/18, 14:44 | DISCURSO - Ministro Dias Toffoli diz: Juiz não deve expressar opinião pessoal em redes sociais
12/12/18, 14:40 | REUNIÃO - Governadores eleitos dizem: Presídios e combate a facções são dores de cabeça
12/12/18, 14:33 | OPINIÃO PÚBLICA - Pesquisa Ipsos indica que 74% dos entrevistados desaprovam Bolsonaro na América Latina
12/12/18, 12:52 | ENCONTRO - OAB recomenda que poder público retome o controle das penitenciárias
12/12/18, 12:49 | TRAGÉDIA - Catedral de Campinas recebe flores em homenagem a vítimas de atirador
12/12/18, 12:21 | EVENTO - Para Dias Toffoli, conciliação é o caminho para resolver conflitos
11/12/18, 19:34 | PARLAMENTO - Câmara aumenta pena de maus-tratos contra animais e zoofilia
11/12/18, 19:31 | PARLAMENTO - Comissão da Câmara aprova restrição de foro a chefes dos três Poderes
11/12/18, 19:27 | TRAGÉDIA - Atirador de Campinas trabalhou como auxiliar da Promotoria de SP
11/12/18, 17:59 | CRÍTICA - Tasso: Aécio ‘já prejudicou muito’ o PSDB
11/12/18, 17:42 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Ministro do STF vê “indícios de relação ilícita” entre Aécio e delatores da JBS
11/12/18, 15:56 | CRIME - Tiroteio em catedral deixa cinco mortos no centro de Campinas
11/12/18, 15:52 | CRIME - Em 24 horas, 78 supostas vítimas de João de Deus procuram MP de Goiás
11/12/18, 15:48 | PARLAMENTO - Comissão encerra sem votar Escola sem Partido e arquiva projeto
11/12/18, 11:46 | PROPINA - PF queria prisão domiciliar a Aécio, Paulinho e Cristiane; PGR negou
11/12/18, 11:39 | TRANSIÇÃO - Militares apresentam a Bolsonaro situação da segurança nos estados
11/12/18, 11:36 | ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA - Operação da PF combate fraudes em licitações no Nordeste
11/12/18, 10:50 | INVESTIGAÇÃO - Assessor de Bolsonaro movimentou R$ 1,2 mi e mora em casa pobre
11/12/18, 10:44 | POLÍTICA - Dono de carreira promissora, Aécio Neves destruiu a própria imagem
11/12/18, 10:33 | PROPINA - Paulinho vendeu apoio do Solidariedade ao PSDB por R$ 15 milhões
11/12/18, 09:58 | CRIME - Filha de João de Deus processa médium por estupro, diz O Antagonista
11/12/18, 09:54 | ESCÂNDALO - Filho do presidente eleito, Flávio Bolsonaro, pode virar alvo de CPI
11/12/18, 09:17 | POLÊMICA - Senador Major Olímpio retoma luta para acabar com torcidas organizadas
11/12/18, 08:57 | CORRUPÇÃO & PROPINA - PF faz busca e apreensão contra primo e irmã de Aécio em Minas
11/12/18, 08:42 | CRIME - PF faz buscas em imóveis de Aécio para investigar propina de R$ 110 milhões
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site