CBN - A rádio que toca notícia

PESQUISA

CNI/Ibope: 59% dos brasileiros não sabem em quem votar ou vão anular o voto

Índice mais alto das últimas 5 eleições. Marina se beneficia com desistência de Lula. Pesquisa definiu eleitores de presidenciáveis

03/08/18, 12:36

O

percentual de eleitores com intenção de votar em branco ou estão indecisos é a mais alta das últimas 5 eleições. Pesquisa CNI-Ibope divulgada nesta 5ª feira (2.ago.2018), mostra que 59% dos brasileiros dizem não saber em quem votar ou vão anular o voto.

O resultado está na pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira – Eleições 2018, divulgada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria). O levantamento foi realizada em parceria com o Ibope.

De acordo com a pesquisa, quando questionados de forma espontânea sobre em quem pretendem votar, 31% dos entrevistados disseram que vão votar em branco e 28% não souberam ou não quiseram responder à pergunta.

Já quando foram apresentados a uma lista de candidatos, 59% manifestaram intenção de voto, mas apenas 27% continuaram com a opinião anterior por estarem convictos.

Segundo a CNI, os dados representam a alta insatisfação com a corrupção e o descrédito com a classe política.

“O eleitor não encontrou aquele candidato que ele sonha. A decisão vai acontecer muito mais próxima da eleição que nas eleições anteriores. A gente percebe que a maioria dos eleitores não conhece os candidatos e suas propostas. Até entre os que já escolheram candidatos, ainda há alguma indecisão”, afirma o gerente-executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca.

A pesquisa ouviu 2 mil pessoas entre os dias 21 e 24 de junho, em todo o país, e detalha informações por perfil do eleitor da pesquisa de intenção de votos divulgada em 28 de junho.

Migração de votos de Lula

Preso e com chances mínimas de poder disputar a eleição, a pesquisa mostra que caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não seja candidato, 55% dos eleitores escolhem 1 outro candidato a presidente, 36% votam branco ou nulo e outros 9% ficam indecisos.

Os pré-candidatos que mais se beneficiam da migração de votos do ex-presidente são Marina Silva (Rede), que fica com 16% dos que votariam em Lula, seguida de Ciro Gomes (PDT), que fica com 11%. Geraldo Alckmin (PSDB) fica com apenas 5% das intenções de voto à Lula.

Fernando Haddad, como candidato do PT alternativo a Lula, fica com apenas 3% dos votos.

Dos eleitores de Lula, o nome de Jair Bolsonaro (PSL) é o mais rejeitado: 41% dos eleitores do ex-presidente afirmam que não votariam no deputado de jeito nenhum.

Lula tem menções expressivas no Nordeste, somando 54% das intenções de voto. Ele sai na frente entre os outros pré-candidatos em municípios com até 50 mil habitantes (40%) e no interior (37%).

Perfil dos eleitores de Bolsonaro

A pesquisa ainda definiu o perfil dos eleitores dos pré-candidatos à Presidência em 2018.

Os dados mostram que 1 em cada 4 homens brasileiros vão votar em Jair Bolsonaro, no cenário sem o ex-presidente Lula, o que representa 24% dos eleitores homens. O percentual de mulheres eleitoras do candidato do PSL é de apenas 10%.

Entre os eleitores que possuem de 16 a 24 anos, 23% afirmam ter a intenção de votar em Bolsonaro, percentual que cai quanto maior a idade e chega a 11% entre aqueles com 55 anos ou mais.

Entre os que possuem curso superior, 24% vão votar nele, percentual que cai para 9% entre os que têm até a 4ª série do ensino fundamental. Entre os que têm renda familiar de até 1 salário mínimo, 8% pretendem votar nele. Eleitores com renda superior a 5 salários chegam a 31%.

A pesquisa mostra ainda 47% dos eleitores do Bolsonaro gostam dele e de suas ideias. Outros 23% gostam do candidato, mas têm dúvidas a algumas de suas ideias; 9% gostam dele, mas ainda não conhecem suas ideias; 5% gostam das ideias do candidato, mas não gostam dele.

Perfil dos eleitores de Marina Silva

Além de ser a maior herdeira de votos do ex-presidente Lula, Marina é a candidata com maior percentual de intenção de votos entre os eleitores do Nordeste: 16% dos eleitores da região, no cenário sem o ex-presidente.

A intenção de voto na candidata também é mais elevada nas regiões Norte/Centro-Oeste, chegando a 17%. De cada 100 mulheres, 15 dizem que vão votar em Marina.

Dos eleitores com renda familiar de até 1 salário mínimo, 13% votam em Marina, além dos 13% que possuem até a 4ª série do ensino fundamental.

Dos eleitores de Marina, 31% dizem que gostam dela e apoiam suas ideias. Outros 22% dizem que gostam, mas não conhecem suas ideias. Outros 19% gostam, mas ainda têm dúvidas com relação a algumas de suas ideias. O mesmo percentual representa os que só votam em Marina por não gostarem dos outros candidatos.

Entre os candidatos com pelo menos 5% das intenções de voto no cenário sem o ex-presidente Lula, Marina é a que tem mais eleitores que definiram sua escolha como “de momento” ou “preferência inicial”. Estes somam 56%.

No entanto, entre os 4 candidatos melhor colocados na pesquisa, a candidata da Rede é a que apresenta menor índice de rejeição, empatada com Ciro Gomes, com 18%.

Já entre os indecisos, Marina é a que mais recebe votos: 15% disseram que optariam por ela. Em 2º lugar, aparece Bolsonaro, com 12%.

Perfil dos eleitores de Ciro Gomes

Ciro Gomes é o candidato que tem mais eleitores só vão votar nele por não gostar das demais opções: 21%.Outros 37% dizem gostar dele e de suas ideias; 18% dizem gostar dele, mas não conhecem suas ideias; 16% gostam dele, mas têm dúvidas quanto a algumas de suas ideias; e 5% gostam de suas ideias, mas não gostam dele.

Dos eleitores de Ciro, 26% dizem que já tomaram a decisão e não vão mudar de jeito nenhum.

Em cenário sem o ex-presidente Lula, Ciro Gomes é o mais citado pelos eleitores com 55 anos ou mais, onde atinge 11%. O candidato também é o mais forte na região Nordeste, com 14% de intenção de votos. Nesta região, o candidato empata tecnicamente em 1º lugar com Marina Silva, com 16% das intenções.

Perfil dos eleitores de Alckmin

O índice de rejeição de Geraldo Alckmin é de 22%, abaixo de Bolsonaro e de Lula, mas acima de Ciro e Marina.

No cenário sem o ex-presidente, o tucano é mais forte na região Sudeste, onde obtém 8% das intenções de voto. No entanto, o percentual é inferior ao de Bolsonaro e Marina na mesma região, que alcançam 19% e 11%, respectivamente.

Em todas as outras regiões do país, Alckmin aparece com 4% das intenções de voto. Dos que vão votar no candidato, 23% disseram que a decisão é definitiva.

Entre os 4 principais, Alckmin é o que tem a menor intenção de votos pelos eleitores mais jovens. Entre os entrevistados com idade entre 16 e 24 anos, 3% optam pelo ex-governador de São Paulo como candidato, enquanto nas outras faixas etárias a intenção de voto fica entre 6% e 7%.

Os votos de Alckmin não apresentam diferenças significativas entre as faixas de renda dos eleitores, nem entre os diferentes graus de instrução. Dos entrevistados que escolheram o candidato, 39% dizem gostar dele e de suas ideias. Outros 20% gostam dele, mas têm dúvidas com relação a algumas de suas ideias; 17% gostam dele, mas ainda não conhecem suas propostas; 17% o apoiam apenas porque não gostam dos outros candidatos; e 3% gostam das ideias, mas não gostam dele.

Influência dos meios de comunicação

De acordo com a pesquisa, 71% dos eleitores vão se informar pela imprensa tradicional (TV, rádio, jornais e revistas) para tomar uma decisão sobre o seu voto. E o número chega a 84% quando se soma o total ao grupo de que acessa jornais e canais de notícias na internet.

As redes sociais são utilizadas como fonte de informação por 26% dos eleitores. No entanto, só 5% dos entrevistados disseram que vão as utilizar como única fonte de informação.

Ainda foram apontados como fonte de informação as conversas com parentes e amigos (10%), reuniões na igreja (3%), na associação de moradores (3%) e em sindicatos/associações profissionais (2%).

Apenas 6% dos eleitores disseram que vão se informar sobre os candidatos pela propaganda eleitoral e propaganda de partidos políticos.

Fonte: JL/PODER 360
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
21/02/19, 22:13 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Procuradora reitera ao Supremo que receba denúncia contra 'quadrilhão do MDB'
21/02/19, 21:40 | JUDICIÁRIO - Quatro ministros do STF votam para enquadrar homofobia como crime de racismo
21/02/19, 21:37 | INDENIZAÇÃO - Famílias recusam proposta do Flamengo e impasse continua
21/02/19, 21:28 | POLÍTICA - Senado pode antecipar indicação de relator da reforma da Previdência
21/02/19, 16:11 | ARTIGO - Previdência Social x Assistência Social
21/02/19, 15:52 | POLÊMICA - Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
21/02/19, 15:46 | PREVIDÊNCIA - 'Reforma' vai criar país de idosos pedindo esmola, diz economista
21/02/19, 14:04 | POLÍTICA - Oposição tranca pauta da Câmara em protesto à reforma da Previdência
21/02/19, 13:57 | POLÍTICA - Centrão ameaça e diz que reforma não avança sem diálogo com o Planalto
21/02/19, 13:45 | ECONOMIA - Ford anuncia fechamento de sua fábrica em São Bernardo do Campo
21/02/19, 13:43 | POLÍTICA - TSE rejeita consulta de Bolsonaro sobre doação de sobras de campanha
21/02/19, 07:47 | PREVIDÊNCIA - Reforma de Bolsonaro quer criar uma legião de idosos miseráveis no Brasil
20/02/19, 20:59 | CRISE - OUTRA BOMBA: Bolsonaro escala Onyx para negociar acordo com Bebianno
20/02/19, 20:25 | REFORMAS - Governadores e parlamentares resistem a mudanças na aposentadoria rural
20/02/19, 17:05 | INDIGNAÇÃO - Flávio Dino: reforma da Previdência de Bolsonaro é ‘contra os mais pobres’
20/02/19, 16:49 | POLÊMICA - Aposentado que trabalha perderá direito a FGTS e a multa de 40% se demitido
20/02/19, 16:21 | ECONOMIA - Governo quer tempo de contribuição de 35 anos para militares
20/02/19, 16:16 | POLÊMICA - Reforma tem que ser aprovada na Câmara e no Senado em dois turnos
20/02/19, 16:14 | JUDICIÁRIO - No STF, Moraes diz esperar judicialização de reforma da Previdência
20/02/19, 15:29 | PREVIDÊNCIA - Idosos em situação de miséria só receberão o salário mínimo aos 70 anos
20/02/19, 15:24 | POLÍTICA - IBANEIS: Governo não tem 50 votos para aprovar Previdência
20/02/19, 15:14 | PREVIDÊNCIA - Pensionistas poderão receber menos que um salário mínimo
20/02/19, 12:30 | PREVIDÊNCIA - Governo quer mudar de 65 para 70 anos a idade mínima para conceder salário a idosos
20/02/19, 11:57 | INVESTIGAÇÃO - Candidata laranja que recebeu R$ 400 mil do PSL depõe na PF
20/02/19, 11:44 | REFORMAS - Pensão por morte será 60% do benefício quando houver um dependente
20/02/19, 11:28 | REFORMA - Trabalhador levará 40 anos para chegar a 100% do benefício na nova Previdência
19/02/19, 21:58 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Aloysio Nunes pede demissão de cargo em SP após ser alvo da Lava Jato
19/02/19, 21:56 | POLÍTICA - Bolsonaro indica senador do MDB para ser líder do governo
19/02/19, 21:53 | TRAGÉDIA - Flamengo se recusa a fazer acordo para indenizar famílias de vítimas
19/02/19, 21:26 | POLÍTICA - Moro retira caixa 2 de pacote anticrime após pressão de políticos
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site