CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO

Gilmar Mendes: “Em um momento houve canonização da Lava Jato”

“Qualquer decisão contra a ação do Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’, o que é uma bobagem”, criticou o ministro do STF

07/07/18, 12:35

D

urante passagem por Londres, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu suas decisões em que revogou prisões ordenadas por juízes de primeira instância da Lava Jato. Além disso, declarou que houve um momento de “canonização” da operação no País, em que qualquer questionamento a ela era considerado “antirrepublicano”, disse, em entrevista à Célia Froufe, do Estado de São Paulo.

O ministro destacou, ainda, que a lei de abuso de autoridade é uma das coisas nas quais o Brasil precisa “pensar” para os próximos anos. “Em um momento houve a canonização da Lava Jato. Então, qualquer decisão contra a ação do (juiz Sergio) Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’, o que é uma bobagem”.

Gilmar está na capital inglesa para participar de um seminário na Universidade de Londres e no qual falou sobre os 30 anos da Constituição brasileira. “A Lava Jato começou a pensar que era uma entidade, quis legislar, mudar habeas corpus e outras coisas. Depois se viu que eles eram suscetíveis a problemas sérios e que a corrupção estava ali perto, como o caso (do ex-procurador Marcello) Miller”, afirmou Gilmar, em referência ao ex-procurador da República que, na semana passada, se tornou réu por supostamente atuar como advogado do Grupo J&F quando ainda integrava o Ministério Público Federal.

O ministro também criticou procedimentos adotados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal não só na Lava Jato como também na Carne Fraca e Satiagraha – operações em que foi questionado por ter revogado decisões expedidas pela primeira instância. Sobre isso, Gilmar disse estar “muito tranquilo”. “Nunca houve uma decisão minha que não fosse confirmada pela turma ou pelo pleno”.

O magistrado defendeu a reformulação da lei que trata de abuso de autoridade no País. Neste caso, fez referência ao trabalho do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, responsável pela negociação e assinatura de acordos de delação premiada de ex-executivos do Grupo J&F, material que fundamentou duas denúncias contra Michel Temer.

“O doutor Janot, de fato, queria derrubar o presidente para isso? Então foi a primeira tentativa de golpe que se fez em 30 anos vinda não de militares”, disse Gilmar. “Não estou falando que não é para investigar, não. Agora, faça direito”, afirmou. “Isso é também uma coisa na qual precisamos pensar para os próximos 30 anos: lei de abuso de autoridade, responsabilidade”, afirmou.
 
 
Fonte: JL/Revista Fórum
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/09/18, 12:33 | ARTIGO - “O ódio como política” e o discurso intolerante
23/09/18, 12:20 | - Corrupção na Ditadura: Estado autoritário impedia a investigação contra militares e aliados
23/09/18, 12:03 | O Direito Achado Na Rua - Não há mais possibilidade de controle das massas, afirma ex-reitor da UNB
23/09/18, 11:53 | VATICANO - Papa alerta contra novas formas de totalitarismo
23/09/18, 11:47 | ELEIÇÕES 2018 - Após ataque a CPMF, Alckmin diz que Bolsonaro privilegia ricos com novo IR
23/09/18, 11:41 | POLÍTICA - Ciro Gomes volta a comparar Bolsonaro a Hitler e lembra alerta de Churchill sobre nazismo
23/09/18, 11:37 | INFRAÇÕES - Multas por uso de celular ao volante crescem 33% em 2018
23/09/18, 11:31 | TELECOMUNICAÇÕES - Celulares irregulares serão notificados a partir deste domingo
23/09/18, 11:27 | ATENTADO - PF reforça versão de que agressor de Bolsonaro atuou sozinho
23/09/18, 11:22 | ECONOMIA - Preço da gasolina bate recorde e chega ao maior valor em dez anos
22/09/18, 21:50 | POLÍTICA - Polarização leva eleitores a querer resolver parada no 1º turno
22/09/18, 21:42 | DEBOCHE - Filho de Bolsonaro fala em morrer trocando tiros 'com quem merece'
22/09/18, 21:32 | CONSTATAÇÃO - Muitos idosos cometem suicídio com previdência privada
22/09/18, 21:04 | MOVIMENTO - Ato de mulheres em São Paulo vira esquenta para o dia 29, contra Bolsonaro
22/09/18, 21:01 | REAÇÃO - Flamenguistas e colorados engrossam coro de torcidas contra Bolsonaro
22/09/18, 20:46 | POLÊMICA - Contra o facismo de Bolsonaro, palmeirenses assinam manifesto
22/09/18, 14:30 | POLÍTICA - Artistas e intelectuais lançam manifesto por Haddad e Manuela
22/09/18, 14:17 | OPINIÃO - Reinaldo Azevedo: ricos aderem a Bolsonaro por ódio aos pobres e à diferença
22/09/18, 13:54 | SAÚDE PÚBLICA - Álcool matou mais de 3 milhões de pessoas no mundo em 2016, aponta OMS
22/09/18, 13:48 | EMPREGO - Preconceito é entrave para a contratação de pessoas com deficiência
22/09/18, 13:42 | LEVANTAMENTO - Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
21/09/18, 21:55 | PESQUISA - DataPoder360: Bolsonaro tem 26% e Haddad 22%; os 2 empatam no 2º turno
21/09/18, 21:52 | COMÍCIO - Ciro chama Bolsonaro de ‘nazista filho da puta’
21/09/18, 21:23 | ELEIÇÕES - Pesquisa: 53% dos brasileiros estão pessimistas com as eleições
21/09/18, 21:20 | POLÊMICA - Candidatos recusam proposta de FHC e descartam abrir mão de campanha
21/09/18, 20:57 | POLÍTICA - Bolsonaro defende Guedes e chama Alckmin de covarde em 1ª entrevista
21/09/18, 15:22 | DEBATE - HADDAD: 'O Brasil tem que plantar paz para colher paz'
21/09/18, 15:17 | ELEIÇÕES 2018 - "Bolsonaro vai contra tudo o que somos", afirma conselheiro da Gaviões da Fiel
21/09/18, 15:05 | POLÍTICA - FHC é um dos responsáveis pela situação que nós vivemos, diz Ciro
21/09/18, 14:51 | POLÍTICA - Alckmin reitera carta de FHC, mas nega acordo com adversários
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site