CBN - A rádio que toca notícia

DIREITOS HUMANOS

Anistia Internacional cobra atuação mais ativa do MP no caso Marielle

A entidade entregou um ofício ao procurador-geral. Ele reafirmou o compromisso com a elucidação dos crimes

13/06/18, 20:36
 
A
Anistia Internacional organizou uma manifestação na manhã de hoje (13) para cobrar do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro um papel mais ativo nas investigações dos assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, que completam 90 dias amanhã (14).

A assessora de Direitos Humanos da entidade, Renata Neder; a viúva de Marielle, Mônica Benício, e o pai da vereadora, Antônio Francisco da Silva, além de participarem do ato, se reuniram com o procurador-geral do Ministério Público do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, para pedir a atuação estratégica do Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública (Gaesp) e do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

"A gente espera que o procurador-geral se pronuncie reafirmando seu compromisso absoluto com a solução adequada desse caso", disse Renata, que destacou que o Ministério Público precisa averiguar se a condução das investigações tem sido adequada e se não há negligência.

A entidade entregou um ofício ao procurador-geral. Ele reafirmou o compromisso com a elucidação dos crimes. "É importante que cheguemos aos verdadeiros culpados. É obvio que uma investigação dessa magnitude, dessa complexidade, leva um período significativo, e não estamos abrindo mão de qualquer tipo de informação ou relacionamento".

Marielle e Anderson foram assassinados em 14 de março, e as investigações sobre o crime seguem sob sigilo, apesar de uma série de informações já terem sido divulgadas pela imprensa.

Para a Anistia Internacional, é importante que o sigilo seja preservado, mas o silêncio sobre o caso reforça a sensação de impunidade.

"É uma questão de priorizar recursos, priorizar tempo, priorizar atenção e se decidir politicamente que esse caso não vai ficar sem solução. E é isso que a gente espera das autoridades, que se comprometam publicamente", disse Renata.

A diretora executiva da Anistia Internacional, Jurema Werneck, também cobrou do Ministério Público. “Para garantir a competência e independência na apuração do caso, o Ministério Público deve exercer seu poder de investigação e cumprir seu papel de controle externo das atividades policiais através de seus grupos especializados. É preciso ainda que o processo seja realizado em tempo hábil, siga todos os padrões éticos e o devido rito legal”.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
17/12/18, 11:38 | BELEZA - Filipina vence Miss Universo 2018
17/12/18, 11:27 | PROGRAMA - Em carta, Lula agradece médicos cubanos por cuidados aos brasileiros
17/12/18, 11:23 | CRIMES - PGR deve analisar movimentações financeiras de ex-assessor de Flávio Bolsonaro
17/12/18, 11:19 | LEGISLAÇÃO - Câmara engaveta há mais de um ano proposta que pune até os estupros mais antigos atribuídos a João de Deus
17/12/18, 09:56 | ABUSOS SEXUAIS - Defesa deve pedir hoje prisão domiciliar para João de Deus
17/12/18, 09:52 | ECONOMIA - Receita paga hoje as restituições do último lote do IRPF 2018
17/12/18, 09:49 | OBRA - Bolsonaro deve inaugurar colégio militar que leva nome de seu pai
16/12/18, 19:22 | PRÊMIO - Bolsonaro vence na França prêmio 'Racista do Ano' e 'Misógino do Ano'
16/12/18, 19:14 | POLÍTICA - Roberto Requião prevê “curta duração” para o governo Bolsonaro
16/12/18, 19:11 | HOMENAGEM - Lula ganha Prêmio Chico Mendes e ressalta a luta em defesa da Amazônia
16/12/18, 17:00 | ESCÂNDALO SEXUAL - Médium João de Deus se entrega à polícia em Goiás após ser considerado foragido
16/12/18, 16:41 | ESCÂNDALO - Filhos de Bolsonaro homenagearam ex-assessor por 'brilhantismo'
16/12/18, 16:26 | SAÚDE - Tratamento brasileiro contra Aids se consolida como referência mundial
16/12/18, 16:19 | ESCÂNDALO - Oposição quer CPI sobre caso de ex-assessor de Flávio Bolsonaro
16/12/18, 15:35 | CONTAS PÚBLICAS - Um terço dos municípios deve fechar o ano com contas no vermelho
16/12/18, 15:29 | ENTREVISTA - Ministro Edson Fachin: 'STF é muito maior do que a Lava Jato'
16/12/18, 15:25 | ESCÂNDALO - Polícia Civil já fez buscas por João de Deus em mais de 30 endereços
16/12/18, 14:18 | RELATÓRIO - Omissão do Judiciário leva à morte uma em cada 10 vítimas de tortura
16/12/18, 14:14 | POLÍTICA - Bolsonaro verá realidade se impor a discurso em sua relação com o Congresso
16/12/18, 13:09 | ARTIGO - Direitos Humanos, Direito à Vida e Pena de Morte
16/12/18, 12:35 | SAÚDE - Ministério da Saúde faz alerta para vacinação em período de férias
16/12/18, 12:30 | MEIO AMBIENTE - COP24: países definem regras para implementar Acordo de Paris
16/12/18, 12:21 | POLÍTICA - Bolsonaro reúne-se, na 4ª feira, pela 1ª vez com seus 22 ministros
16/12/18, 12:18 | POLÊMICA - Eduardo Bolsonaro quer plebiscito sobre pena de morte
16/12/18, 12:10 | POLÊMICA - Bolsonaro diz que pena de morte não será debatida em seu governo
15/12/18, 21:47 | CELEBRIDADE - Maisa é a adolescente com mais seguidores no Instagram no mundo
15/12/18, 21:16 | CRIMES - Ministério Público afirma que João de Deus já é considerado foragido
15/12/18, 21:05 | ECONOMIA - Aeroportos da Infraero devem receber 5 milhões de pessoas até janeiro
15/12/18, 20:58 | PROGRAMAÇÃO - Museu do Amanhã festeja 3 anos e mais de 3 milhões de visitantes
15/12/18, 20:13 | ANÁLISE - Queiroz precisa reaparecer e indicar para quem repassou o R$ 1,2 milhão
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site