CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO & PROPINA

PF pede mais 60 dias de prazo para concluir inquérito sobre Temer, Moreira e Padilha

Investigação foi aberta para apurar se a Odebrecht pagou propina na Secretaria de Aviação Civil quando o MDB comandava a pasta. Pedido será analisado pelo ministro Edson Fachin, do Supremo

15/05/18, 20:55

A

Polícia Federal pediu nesta terça-feira (15) mais 60 dias para concluir o inquérito que investiga o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Minas e Energia), todos do MDB.

O pedido foi enviado ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do caso na Corte.

Antes de decidir, Fachin deverá encaminhar o pedido para análise da Procuradoria Geral da República (PGR).

O inquérito apura o suposto de pagamento de propina pela Odebrecht na Secretaria de Aviação Civil quando a pasta foi comandada pelo MDB.

Embora o inquérito tenha sido aberto em março do ano passado, Temer só foi incluído entre os investigados em março deste ano.

Entenda

O caso se refere a um jantar no Palácio do Jaburu, em maio de 2014, em que teria sido acertado o repasse de R$ 10 milhões supostamente ilícito pela Odebrecht ao MDB.

O delator Cláudio Mello Filho, ex-executivo da empreiteira, disse ter participado de um jantar com Padilha, Marcelo Odebrecht e Temer para discutir o assunto. O presidente já admitiu que houve o jantar, mas sempre disse que eles não falaram de valores.

Segundo a Procuradoria Geral da República, integrantes do grupo político liderado por Temer "teriam recebido recursos ilícitos da Odebrecht como contrapartida ao atendimento de interesses da empreiteira pela Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República".

Inquérito dos portos

Além deste inquérito, Temer é alvo de outra investigação em andamento no Supremo: a que apura o suposto pagamento de propina na edição do decreto dos portos.

A suspeita é que, ao editar o decreto, no ano passado, Temer beneficou a Rodrimar, que atua no porto de Santos (SP). Temer e a empresa negam.

Fonte: JL/Globo
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/02/19, 17:45 | INTERNACIONAL - Hospitais de Roraima atendem 13 venezuelanos feridos em confrontos
23/02/19, 17:43 | INTERNACIONAL - CRISE: Fronteira entre Venezuela e Colômbia tem confronto
23/02/19, 17:39 | INTERNACIONAL - Maduro discursa para apoiadores e critica ajuda humanitária
23/02/19, 16:48 | INVESTIGAÇÃO - Receita Federal mira miliciano ligado a Flávio Bolsonaro
23/02/19, 16:12 | SELEÇÃO DE PESSOAL - A importância das habilidades comportamentais em uma entrevista de emprego
23/02/19, 15:43 | CELEBRIDADE - Isis Valverde comemora aniversário com amigas na Bahia
23/02/19, 15:38 | REFORMAS - Confira alternativas para reformar a Previdência sem prejudicar os trabalhadores
23/02/19, 14:37 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Aécio tem R$ 11,5 milhões em bens bloqueados por suspeita de mais de mil voos ilegais
23/02/19, 14:23 | POLÊMICA - Saiba como a reforma da Previdência de Bolsonaro aumentará a pobreza
23/02/19, 14:07 | REFORMA - Quem tem direito adquirido não precisa antecipar aposentadoria
23/02/19, 14:03 | INTERNACIONAL - Guaidó e Duque apelam a militares venezuelanos: 'fiquem do lado certo'
23/02/19, 13:37 | ARTIGO - Princípio da Igualdade Previdenciária
23/02/19, 13:00 | EDUCAÇÃO - Ensino de robótica leva professora à final de prêmio internacional
23/02/19, 10:24 | INTERNACIONAL - Ato em favor de venezuelanos reúne presidentes e chanceler
22/02/19, 16:54 | PLANALTO - Bolsonaro faz reunião de emergência para tratar da crise na Venezuela
22/02/19, 16:47 | PREVENÇÃO - Bebianno entrega cartas a conhecidos: 'Se algo acontecer comigo, abram'
22/02/19, 16:41 | REFORMA - Transição torna aposentadoria pelo teto do INSS quase inacessível
22/02/19, 16:13 | CONFRONTO - Exército da Venezuela abre fogo contra opositores e mata 2 na fronteira
22/02/19, 16:10 | PREVIDÊNCIA - Reforma: contribuir por até 40 anos será desafio quase inalcançável
22/02/19, 16:05 | INVESTIGAÇÃO - Denúncias e pedido de foro ampliam suspeitas de corrupção no PSL
22/02/19, 13:53 | REFORMAS - 'Reforma' da Previdência abre caminho para Bolsonaro 'aposentar' ministros do STF
22/02/19, 13:15 | INVESTIGAÇÃO - Os novos rolos que envolvem Flávio Bolsonaro
22/02/19, 13:08 | POLÊMICA - Juristas representam contra Moro e pedem que MPF apure suspeita de improbidade administrativa
22/02/19, 12:59 | ECONOMIA - Declaração do IR deve ser entregue entre 7 de março e 30 de abril
22/02/19, 12:26 | ESCÂNDALO - Vaza capa de Istoé com ameaças de Bebianno a Jair Bolsonaro; revista ainda mira o filho, Flávio
22/02/19, 12:18 | POLÊMICA - Deputado denuncia manobra de Bolsonaro para aparelhar STF com reforma da Previdência
22/02/19, 12:14 | JUSTIÇA - Joice Hasselmann é condenada a indenizar Roberto Requião em R$ 20 mil
22/02/19, 12:02 | INVESTIGAÇÃO - Candidatas do partido de Bolsonaro declaram compra de 10 milhões de santinhos a 48 horas das eleições
22/02/19, 07:56 | INTERNACIONAL - Caravana que prepara ajuda humanitária é atacada na Venezuela
22/02/19, 07:50 | LARANJAL - Vice-presidente 'acha' que ministro do Turismo será demitido
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site