CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

Apenas 15% dos juízes federais abrem mão de auxílio-moradia, mostra levantamento

Também é pequeno o número de integrantes do Judiciário que optam por não receber o dinheiro, pago inclusive para quem mora em casa própria

10/02/18, 15:41

L

evantamento do jornal O Globo mostra que apenas 15% dos juízes e desembargadores federais abrem mão do auxílio-moradia. Dos 2.203 magistrados dos Tribunais Regionais Federais (TRFs), apenas 331 não receberam o benefício em dezembro. A Justiça Federal gastou R$ 8,2 milhões com esse tipo de verba apenas no período.

Também é pequeno o número de integrantes do Judiciário que optam por não receber o dinheiro, pago inclusive para quem mora em casa própria. No Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por exemplo, só 6 dos 874 juízes e desembargadores ativos do órgão recusaram o auxílio-moradia no último mês de 2017. O TJ do Rio gastou R$ 3,8 milhões com o benefício em dezembro.

O juiz Carlos Roberto Gomes de Oliveira Paula, do Tribunal de Justiça do Maranhão, disse ao Globo que abriu mão do extra de R$ 4,7 mil em novembro após ser cobrado pelo próprio filho. “O meu filho falava: ‘pai, tem muita gente que não tem um papelão para entrar debaixo, tem gente que não tem um prato de comida e a gente recebe auxílio-moradia, auxílio-alimentação’. Eu não sabia responder, porque é verdade”, disse o juiz. Ele também pretende devolver todo o auxílio que já havia recebido.

“Não tem argumento para justificar os penduricalhos. Não existe. Eu demorei para tomar coragem, mas a população tem razão: nós não precisaríamos e não precisamos disso”, completou Carlos Roberto.

O juiz Gerivaldo Alves Neivas, de Coité (BA), considera o benefício “injustificável”. “A magistratura não é caminho para ficar rico. É vocação. Mais do que um valor, trata-se de uma questão ética e moral. Não vale a pena enfrentar uma luta dessa por algo que não engrandece a magistratura, sobretudo nessa conjuntura horrível que passa o país”, declarou ao Globo.
 
Fortuna

O contribuinte brasileiro vai bancar este ano mais de R$ 2 bilhões com o pagamento do auxílio-moradia a autoridades e funcionários de alto escalão, cuja remuneração pode passar dos R$ 30 mil. Para ter uma ideia, com o valor do benefício seria possível construir mais de 43 mil casas populares, ao custo de R$ 50 mil cada, ou conceder Bolsa Família para 11 milhões de pessoas.

Essas são as despesas previstas com o benefício para os três poderes, o Ministério Público e a Defensoria Pública, no âmbito federal, e para conselheiros dos tribunais de contas de estados e municípios, juízes, procuradores, promotores e defensores públicos estaduais. O total gasto em todo o país com o auxílio-moradia é ainda maior. Não estão computadas na conta as despesas dos estados com representantes do Legislativo e do Executivo locais.

Os dados são de levantamento da Consultoria Legislativa do Senado. O orçamento federal para este ano reserva R$ 832 milhões para bancar o conforto de autoridades e servidores sem que precisem mexer no bolso, ou engordar seus contracheques. Em média, a verba varia de R$ 4 mil a R$ 4,5 mil por mês. O estudo não inclui os gastos dos governos estaduais.

Justiça

A Justiça do Trabalho, com R$ 197,7 milhões, o Ministério das Relações Exteriores, com R$ 188,5 milhões, e o Ministério Público da União, com R$ 124,1 milhões, puxam a lista das instituições com mais verba para o auxílio-moradia em 2018. Para bancar o benefício de seus integrantes, o Ministério da Defesa terá R$ 115,9 milhões e a Justiça Federal, R$ 107,4 milhões. No caso do Itamaraty estão incluídas as despesas com os diplomatas, dentro e fora do país.

Como mostrou o Congresso em Foco, o governo federal já tirou dos cofres públicos R$ 3,5 bilhões entre 2010 e 2017 para pagar o auxílio-moradia a autoridades e funcionários dos três poderes. A conta explodiu nos últimos sete anos: de R$ 75,9 milhões, em 2010, para R$ 814,2 milhões em 2017.

Fonte: JL/Congresso em Foco
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
14/12/18, 20:16 | MÁ GESTÃO - MPF pede afastamento do diretor da maternidade Dona Evangelina Rosa, em Teresina
14/12/18, 20:12 | ARTIGO JURÍDICO - Medicina Legal e Anatomia do Crime
14/12/18, 20:08 | VIOLÊNCIA - Família doa órgãos de jovem baleado na cabeça após reagir a assalto na Zona Norte de Teresina
14/12/18, 19:47 | DIREITOS HUMANOS - Parcerias de sucesso entre poder público e movimento social viram documentário
14/12/18, 19:33 | ADMINISTRAÇÃO - Servidores de Teresina recebem certificados de qualificação em cursos
14/12/18, 13:57 | ABUSOS SEXUAIS - Filha de João de Deus chama pai de ‘monstro’ e relata abuso sexual
14/12/18, 13:06 | CRIMES - Justiça decreta prisão preventiva de João de Deus por abusos sexuais
14/12/18, 12:23 | POLÍTICA - Michel Temer confirma: Jair Bolsonaro é a continuidade do seu governo
14/12/18, 09:35 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Mourão diz que Bolsonaro deveria ter falado antes sobre Fabrício Queiroz
13/12/18, 23:24 | CRIMES - Ministério Público de Goiás recebe 330 denúncias contra João de Deus
13/12/18, 23:04 | CRIME - Agripino Maia é denunciado no STF por peculato e associação criminosa
13/12/18, 22:38 | INVESTIGAÇÃO - Mulher que denunciou abusos de João de Deus cometeu suicídio, diz jornal
13/12/18, 22:35 | PROPINA & CORRUPÇÃO - Em delação, Funaro diz que Temer recebeu R$ 20 milhões para abrir capital de companhias aéras
13/12/18, 17:22 | DIREITOS HUMANOS - Governo lança código de conduta para enfrentamento à violência sexual
13/12/18, 17:18 | JUDICIÁRIO - STF decide que Ministério Público pode cobrar multas de ações penais
13/12/18, 17:13 | EDUCAÇÃO - MEC lança Base Comum de Formação de Professores da Educação Básica
13/12/18, 15:07 | CRIME - Doze policiais militares são presos por desvio de carga roubada no Rio
13/12/18, 14:40 | INVESTIGAÇÃO - Aparece mais um PM no esquema de Flávio Bolsonaro no Rio
13/12/18, 13:59 | ECONOMIA - Para Bolsonaro, vida de empresário só melhora se a do trabalhador piorar
13/12/18, 13:57 | ESCÂNDALO - Flávio Bolsonaro sobre ex-assessor: ‘não posso obrigá-lo a falar’
13/12/18, 13:54 | CRIME - Polícia do Rio cumpre primeiros mandados de prisão no caso Marielle Franco
13/12/18, 13:51 | ECONOMIA - Começa nesta quinta pagamento do sexto lote do Abono Salarial PIS de 2017
13/12/18, 13:45 | INTERNACIONAL - Homem que matou brasileira na Nicarágua é condenado a 15 anos
13/12/18, 13:40 | VATICANO - Papa envia telegrama a Campinas e pede que todos exerçam o perdão
13/12/18, 13:36 | CRIMES - STF suspende do cargo o Ministro do Trabalho em exercício na Operação Espúrio
12/12/18, 19:32 | POLÍTICA - Intelectuais, artistas e líderes populares lançam manifesto em ato pela democracia
12/12/18, 19:17 | EVENTO - Governadores querem participar da formulação de medidas para segurança
12/12/18, 19:15 | CRIMINALIDADE - Dupla rende funcionário dos Correios e rouba carro com encomendas em Teresina
12/12/18, 19:05 | ASSÉDIO SEXUAL - Ministério Público de Goiás pede prisão do médium João de Deus
12/12/18, 18:55 | MUNDO - Maduro denuncia plano 'terrorista' dos EUA e Brasil para assassiná-lo
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site