CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

Presidente do STJ toma decisão favorável a ela mesma para não pagar imposto

Ao ser questionada pelo BuzzFeed News, a presidente do STJ admitiu que não poderia atuar no caso e anunciou nesta sexta (12) que vai anular a sua decisão no processo

13/01/18, 13:10

A

presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Laurita Vaz, tomou uma decisão que na prática beneficia ela mesma em um processo para não pagar imposto de renda sobre um benefício dado a magistrados. Em outros julgamentos, o próprio tribunal já havia decidido a obrigatoriedade da cobrança do imposto.

Ao ser questionada pelo BuzzFeed News, a presidente do STJ admitiu que não poderia atuar no caso e anunciou nesta sexta (12) que vai anular a sua decisão no processo.

A decisão dela negou um recurso e manteve o entendimento de instâncias inferiores para não recolher imposto sobre um benefício que ela recebe, chamado “abono permanência”.

Hoje, o STJ vive uma situação ambígua: alguns de seus ministros recebem esse abono e não pagam o imposto, enquanto o tribunal vem sucessivamente mandando que outros servidores paguem à Receita.

(…)

Na ponta do lápis, a isenção pode representar um benefício de R$ 1 mil por mês(…)

(…)

O fato é que esse valor foi suficiente para motivar a Associação dos Juízes Federais (Ajufe) a entrar com duas ações, em nome de centenas de associados, para não pagar esse imposto.

No caso de Laurita, tudo começou em 2009, quando ela assinou um documento em que autorizava a associação a entrar com um processo na Justiça em nome dela.

Acontece que, em 2010, o STJ decidiu que, sim, o imposto tem que ser pago. Não foi uma decisão qualquer. Era no chamado “recurso repetitivo”, que é quando o caso vale como referência para outros – e vem sendo seguido no STJ ao longo dos anos, inclusive em 2017.

Apesar desse entendimento do STJ, a Ajufe ganhou no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), que é uma instância abaixo. Em nome do governo, quem atua é a Procuradoria da Fazenda. A reação dos procuradores foi recorrer ao STJ.

O argumento do recurso era simples: bastava seguir o próprio entendimento do STJ, que é um tribunal superior, derrubar a decisão do TRF-1 e mandar pagar imposto de renda.

Toda essa tramitação demorou até março de 2017. Foi quando o STJ se manifestou sobre o pedido da procuradoria.

O despacho foi da ministra Laurita Vaz.

Sim, a mesma que estava representada no processo pela Ajufe.

Na decisão, ela até cita o entendimento do STJ, favorável ao pagamento de imposto.

(…)

Na prática, o efeito disso foi manter a decisão que era favorável a ela.

(…)

Fonte: JL/Falando Verdades
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
21/01/19, 20:38 | ESCÂNDALO - Randolfe: “por que Flávio Bolsonaro quer barrar a investigação sobre Queiroz?”
21/01/19, 20:32 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - MP do Rio afirma não ter quebrado sigilos de Flávio Bolsonaro
21/01/19, 20:27 | POLÍTICA - Carvalhosa: “foro privilegiado é refúgio dos corruptos”
21/01/19, 20:20 | COAF - Patrimônio declarado de Flávio Bolsonaro aumentou 6.723% em dezesseis anos
21/01/19, 20:17 | INVESTIGAÇÃO - Queiroz teria se 'escondido' em favela do Rio durante 13 dias
21/01/19, 20:12 | POLÊMICA - Mourão diz que decreto da posse de armas não combate a violência
21/01/19, 17:45 | INTERNACIONAL - Militares são presos na Venezuela por se rebelarem contra o governo
21/01/19, 17:42 | MANIFESTAÇÃO - Juízes e advogados fazem ato em defesa da Justiça do Trabalho em SP
21/01/19, 17:35 | POLÊMICA - Fux manda para 1ª instância pedido do MBL contra candidatura de Renan
21/01/19, 14:37 | CRIMINALIDADE - Reforço na segurança não impede novos ataques no Ceará
21/01/19, 14:31 | EM EXERCÍCIO - Vice Mourão chega fala sobre Flamengo e evita caso F. Bolsonaro
21/01/19, 14:27 | RECONHECIMENTO - Aliados de Lula fazem campanha para indicação a Nobel da Paz
21/01/19, 12:57 | INVESTIGAÇÃO - Relatório do Coaf: Quais suspeitas assombram Flávio Bolsonaro
21/01/19, 12:49 | VIOLÊNCIA - Decreto das armas pode dificultar denúncias de agressões contra mulheres
21/01/19, 12:44 | DENÚNCIA - Esquema de Queiroz e Flávio Bolsonaro pode ter ligação com milícia no RJ
21/01/19, 10:42 | ENTREVISTA - 'Bolsonaro é um insulto aos brasileiros', diz professora perseguida
21/01/19, 10:25 | OPINIÃO - Flávio Bolsonaro se afundou um pouco mais na lama, por Joaquim de Carvalho
21/01/19, 10:19 | OPINIÃO - A queda moral dos bolsonaristas, por Aldo Fornazieri
21/01/19, 09:06 | DENÚNCIA - Filho de Bolsonaro, Flávio Bolsonaro comprou R$ 4,2 mi em imóveis em 3 anos
20/01/19, 23:29 | INVESTIGAÇÃO - General começa a enquadrar os filhos de Bolsonaro
20/01/19, 22:56 | ENTREVISTA - Em entrevista, Flávio Bolsonaro diz que depósitos fracionados são dinheiro de venda de um apartamento
20/01/19, 18:00 | POLÍTICA - Cristovam Buarque: o mito Bolsonaro está destruindo o mito Moro
20/01/19, 17:49 | POLÍTICA - Noblat: quem votou em Bolsonaro esperando ética, quebrou a cara
20/01/19, 16:48 | REPERCUSSÃO - Silêncio de Moro diante do caso Flávio Bolsonaro é grave, diz ativista
20/01/19, 16:44 | LEVANTAMENTO - Militares já se espalham por 21 áreas do governo de Jair Bolsonaro
20/01/19, 16:41 | VIOLÊNCIA - Em nova noite de ataques, bandidos incendeiam ônibus e posto no Ceará
20/01/19, 16:17 | POLÍTICA - Janaina Paschoal defende quebra de sigilo de Flávio Bolsonaro
20/01/19, 16:04 | ARTIGO JURÍDICO - Repercussão Geral e o Novo CPC
20/01/19, 15:30 | POLÍTICA - Pela 2ª semana seguida, Bolsonaro reúne ministros e Mourão pedala
20/01/19, 15:17 | OPINIÃO - A certeza é que o governo Bolsonaro acabou, diz Luis Nassif
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site