CBN - A rádio que toca notícia

REFORMA

Reforma da Previdência esfria e votação na Câmara ainda é incerta

Governo queria votar proposta em 6 de dezembro. Presidente da Câmara demonstra pessimismo. Última esperança é votar na 2ª semana do mês

02/12/17, 15:38

A

semana foi ruim para o governo de Michel Temer em relação à sua principal proposta: a reforma no sistema de aposentadorias. A expectativa era angariar os apoios que faltavam para atingir a marca de 308 votos e pautar a votação do projeto no plenário da Câmara na próxima 4ª feira (6.dez.2017). Mas a contagem avançou pouco.

Em jantar do Poder360-ideias, na semana passada, o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) havia dito que, em uma escala de 0 a 10, o governo estava em 8 para conseguir os votos necessários na Câmara. Mas aliados na Câmara encerraram a semana assumindo que ainda faltam votos e projetando a votação na Casa para a 2ª semana de dezembro. O projeto precisa ser aprovado em 2 turnos para ser enviado ao Senado.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, foi 1 dos mais incisivos na constatação de que ainda não há condições de aprovar a proposta. Repetiu ao longo da semana que o governo ainda não tem os 308 votos. Chegou a sugerir que o ideal seria votar o projeto depois do Carnaval, em fevereiro de 2018.

A avaliação de governistas é de que ficará ainda mais difícil aprovar o projeto no ano que vem, quando deputados estarão ainda mais preocupados com as eleições. O Planalto já diz que se a Câmara votar a emenda constitucional em 1º turno, estará excelente.

Frentes de ataque

Para evitar que o atraso, o governo intensificará os esforços nos próximos dias. Cancelou a viagem de ministros ao exterior e organiza 1 jantar na residência do presidente da Câmara no domingo (3.dez). Quer reunir líderes partidários para tentar angariar os votos de deputados de siglas aliadas que ainda resistem aos apelos pelo projeto.

Além de líderes na Câmara e ministros, estarão presentes presidentes dos principais partidos aliados (DEM, PP, PMDB, PSD, PR, PSC, PTB e Solidariedade). O anfitrião, Rodrigo Maia, e o presidente do Senado, Eunício Oliveira, também ajudarão na articulação. Eis a lista de convidados.

Em outra frente, o governo liberou R$ 2 bilhões a prefeitos para que os municípios paguem o 13º salário de seus servidores e possam fechar suas contas neste fim de ano. O Planalto espera que os mandatários municipais atuem junto aos deputados para convencê-los a votar pela proposta.

Por fim, o governo tenta diminuir a rejeição ao texto junto à população. Lançou no último mês uma campanha publicitária com o mote de que o objetivo principal da reforma é combater privilégios de servidores públicos. Nesta semana, Michel Temer sancionou projetos de lei que liberarão mais R$ 100 milhões para a propaganda estatal. O dinheiro deve ser usado para promover a reforma junto à população.

Sindicalistas comemoram

Centrais sindicais festejaram o fracasso do governo em colocar a proposta em votação na semana que vem. Cancelaram as paralisações marcadas para 4ª feira (6.dez), quando se esperava que o texto fosse votado na Câmara. Mas já deixaram pré-convocadas manifestações caso a votação seja marcada para a 2ª semana de dezembro.

Fonte: JL/PODER 360
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
20/02/18, 21:02 | DISCURSO - Senador se diz arrependido e pede desculpas a Dilma por ter votado a favor do impeachment
20/02/18, 20:59 | REAÇÃO - Maia diz que governo desrespeita Parlamento com pauta econômica: “Café velho e frio”
20/02/18, 20:50 | POLÊMICA - Intervenção no Rio de Janeiro vai terminar em tragédia, diz o jurista Pedro Serrano
20/02/18, 20:43 | JUDICÁRIO - STF concede prisão domiciliar a presas grávidas ou com filhos de até 12 anos
20/02/18, 20:37 | LAVA JATO - STJ manda soltar irmãos Wesley e Joesley Batista
20/02/18, 15:48 | LAVA JATO - Irmãos Batista da JBS querem delatar membros do Judiciário
20/02/18, 15:40 | JULGAMENTO - Turma do STF envia ao plenário ações sobre condenação em segunda instância
20/02/18, 15:13 | PRONTA RESPOSTA - Planalto pede ajuda a todas áreas do governo para Temer dar entrevistas
20/02/18, 15:09 | POLÊMICA - OAB-SE diz que intervenção no Rio de Janeiro é inconstitucional
20/02/18, 15:07 | ECONOMIA - Tempo médio de desemprego já dura 1 ano e 2 meses, diz pesquisa
20/02/18, 14:01 | ENTREVISTA - Aposentadoria de mulheres e jovens são as mais ameaçadas pela reforma
20/02/18, 13:02 | HISTÓRIA - Honestílio Dias Neto acumula curriculum com Quinto Concurso Público Federal
20/02/18, 11:44 | PARLAMENTO - Câmara dos Deputados afasta Paulo Maluf do exercício do mandato e convoca suplente
20/02/18, 11:38 | POLÊMICA - Trabalhadores comemoram suspensão de reforma, mas vão continuar mobilizados
20/02/18, 11:33 | MUNDO - Sobreviventes de massacre lideram campanha antiarmas nos EUA
20/02/18, 08:51 | ELEIÇÕES 2018 - Senado tem disputa acirrada no Piauí, diz pesquisa Amostragem/MN
20/02/18, 08:23 | CRÍTICAS - Ex-advogado de Eduardo Cunha assume Ministério no governo Temer
19/02/18, 22:35 | POLÊMICA - Governo desiste da votação da Previdência e anuncia nova pauta prioritária no Congresso
19/02/18, 22:06 | POLÊMICA - TCU não tem poder para bloquear bens de particular, decide Marco Aurélio
19/02/18, 21:57 | DIREITO - Intervenção federal: consequências jurídicas e institucionais
19/02/18, 16:10 | INCONSTITUCIONAL - Parlamentares vão ao STF contra reforma da Previdência durante intervenção
19/02/18, 15:56 | ESPORTE - Neymar tinha contrato com a Globo durante a Copa de 2014, diz jornal
19/02/18, 15:47 | INTERVENÇÃO - Eunício determina que todas as PECs parem de tramitar no Senado
19/02/18, 13:41 | CRIME - Ministério Público abre nova ação para investigar se Jucá é sócio oculto de TV
19/02/18, 13:33 | ECONOMIA - Em 10 anos, diminui diferença entre homens e mulheres no mercado de trabalho
19/02/18, 13:29 | CRIMINALIDADE - Por conta da violência, Correios não entregam em 44% dos CEPs do Rio
19/02/18, 13:18 | ECONOMIA - Brasil tem a 2ª gasolina mais cara do mundo
19/02/18, 12:51 | OPINIÃO PÚBLICA - Wellington Dias é líder na disputa pela reeleição com 70,80% dos votos
19/02/18, 11:32 | TRÂNSITO - Corredores de ônibus geram mudanças em avenida de Teresina
19/02/18, 10:52 | ACIDENTE - Adolescente do Piauí morre após sofrer choque elétrico em celular ligado na tomada
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site