CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

Deputados querem reverter decisão do STF sobre a Lei da Ficha Limpa

O objetivo do projeto é “disciplinar” o alcance da lei, que torna inelegível condenados por abuso de poder econômico ou político

10/11/17, 13:40
 
O
Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu neste mês que a inelegibilidade de 8 anos estabelecida na Lei da Ficha Limpa, implementada em 2010, pode ser aplicada em casos anteriores ao ano em que a regra começou a valer. No entanto, a decisão não agradou líderes de diversos partidos que agora tentam reverter a regra.

O deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP) é o autor do projeto de lei complementar que reúne apoio de deputados de 19 partidos. O objetivo do projeto é “disciplinar” o alcance da lei, que torna inelegível condenados por abuso de poder econômico ou político.

O jornal O Globo destaca que a Lei da Ficha Limpa foi sancionada em junho de 2010 e começou a valer nas eleições seguintes, de 2012, mas por um placar apertado, de 6 a 5. O Supremo decidiu no início do mês passado que os políticos condenados antes de a lei entrar em vigor também podem ser atingidos por essa inelegibilidade de oito anos.

Segundo estimativas, a decisão do STF pode atingir 40 prefeitos, dois deputados federais, 50 estaduais e mais de 200 vereadores. " Um dos pilares do Direito é que a lei não retroage para prejudicar ninguém. A lei da Ficha Limpa é inquestionável, é um avanço para o país. Mas essa decisão do Supremo cria uma insegurança jurídica para a classe política", refere o líder do PMDB, Baleia Rossi (SP).

"O Supremo vai ter que modular isso. A lei da Ficha Limpa é bem-vinda, mantém um rigor necessário dentro do processo eleitoral. Ela só não pode valer para um período anterior à data em que foi publicada", defende o líder do DEM, Efraim Filho (PB).

Fonte: JL/Notícias ao Minuto
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/12/18, 13:11 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Ministério Público abre 22 apurações com base no Coaf e envolve filho de Bolsonaro
18/12/18, 13:03 | ESPORTE - Copa América 2019: Brasil fará dois jogos em São Paulo na primeira fase
18/12/18, 12:53 | ECONOMIA - Salário de dezembro dos servidores municipais de Teresina será pago antecipado
18/12/18, 12:50 | ESCÂNDALO - Piauiense faz denúncia contra médium João de Deus, diz Ministério Público
18/12/18, 12:47 | EDUCAÇÃO - Instituições públicas do Piauí ofertam quase 10 mil vagas no Sisu
18/12/18, 12:41 | JUDICIÁRIO - Para 2019, STF marca julgamento de 2ª instância, homofobia e drogas
18/12/18, 12:39 | EDUCAÇÃO - Mais de 1 milhão de jovens não concluem o ensino médio até os 19 anos
18/12/18, 12:36 | ACIDENTE - Temer oferece ajuda federal para vítimas de incêndio em Manaus
18/12/18, 12:27 | ACIDENTE - Manaus monta esquema de atendimento a famílias vítimas de incêndio
17/12/18, 20:55 | POLÊMICA - Mulher de Bolsonaro manda retirar todas as obras católicas do Palácio da Alvorada
17/12/18, 20:26 | EDUCAÇÃO - Primeira edição do Sisu 2019 deve abrir mais de 235 mil vagas
17/12/18, 20:23 | POLÊMICA - Mais Médicos: quase 1/3 dos profissionais ainda não se apresentou
17/12/18, 20:19 | CRIMES - MP de Goiás recebe mais de 500 relatos contra médium João de Deus
17/12/18, 19:31 | POLÍTICA - Família Bolsonaro repete velhas práticas condenadas pelo eleitor
17/12/18, 19:25 | TRANSIÇÃO - Bolsonaro indicará juízes “duros com o crime”, diz Sérgio Moro
17/12/18, 19:17 | ECONOMIA - Paulo Guedes diz que pretende cortar até 50% das verbas do Sistema S
17/12/18, 18:44 | OPERAÇÃO - Anac começa operação de fiscalização de empresas aéreas no país
17/12/18, 18:39 | TRANSIÇÃO - Moro anuncia subprocuradora para Secretaria Nacional de Justiça
17/12/18, 18:28 | ACIDENTE - Em nota, refinaria diz que incêndio não causou vítimas
17/12/18, 11:38 | BELEZA - Filipina vence Miss Universo 2018
17/12/18, 11:27 | PROGRAMA - Em carta, Lula agradece médicos cubanos por cuidados aos brasileiros
17/12/18, 11:23 | CRIMES - PGR deve analisar movimentações financeiras de ex-assessor de Flávio Bolsonaro
17/12/18, 11:19 | LEGISLAÇÃO - Câmara engaveta há mais de um ano proposta que pune até os estupros mais antigos atribuídos a João de Deus
17/12/18, 09:56 | ABUSOS SEXUAIS - Defesa deve pedir hoje prisão domiciliar para João de Deus
17/12/18, 09:52 | ECONOMIA - Receita paga hoje as restituições do último lote do IRPF 2018
17/12/18, 09:49 | OBRA - Bolsonaro deve inaugurar colégio militar que leva nome de seu pai
16/12/18, 19:22 | PRÊMIO - Bolsonaro vence na França prêmio 'Racista do Ano' e 'Misógino do Ano'
16/12/18, 19:14 | POLÍTICA - Roberto Requião prevê “curta duração” para o governo Bolsonaro
16/12/18, 19:11 | HOMENAGEM - Lula ganha Prêmio Chico Mendes e ressalta a luta em defesa da Amazônia
16/12/18, 17:00 | ESCÂNDALO SEXUAL - Médium João de Deus se entrega à polícia em Goiás após ser considerado foragido
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site