CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

Deputados querem reverter decisão do STF sobre a Lei da Ficha Limpa

O objetivo do projeto é “disciplinar” o alcance da lei, que torna inelegível condenados por abuso de poder econômico ou político

10/11/17, 13:40
 
O
Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu neste mês que a inelegibilidade de 8 anos estabelecida na Lei da Ficha Limpa, implementada em 2010, pode ser aplicada em casos anteriores ao ano em que a regra começou a valer. No entanto, a decisão não agradou líderes de diversos partidos que agora tentam reverter a regra.

O deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP) é o autor do projeto de lei complementar que reúne apoio de deputados de 19 partidos. O objetivo do projeto é “disciplinar” o alcance da lei, que torna inelegível condenados por abuso de poder econômico ou político.

O jornal O Globo destaca que a Lei da Ficha Limpa foi sancionada em junho de 2010 e começou a valer nas eleições seguintes, de 2012, mas por um placar apertado, de 6 a 5. O Supremo decidiu no início do mês passado que os políticos condenados antes de a lei entrar em vigor também podem ser atingidos por essa inelegibilidade de oito anos.

Segundo estimativas, a decisão do STF pode atingir 40 prefeitos, dois deputados federais, 50 estaduais e mais de 200 vereadores. " Um dos pilares do Direito é que a lei não retroage para prejudicar ninguém. A lei da Ficha Limpa é inquestionável, é um avanço para o país. Mas essa decisão do Supremo cria uma insegurança jurídica para a classe política", refere o líder do PMDB, Baleia Rossi (SP).

"O Supremo vai ter que modular isso. A lei da Ficha Limpa é bem-vinda, mantém um rigor necessário dentro do processo eleitoral. Ela só não pode valer para um período anterior à data em que foi publicada", defende o líder do DEM, Efraim Filho (PB).

Fonte: JL/Notícias ao Minuto
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
25/06/18, 14:06 | COPA DO MUNDO - Uruguai vence a Rússia por 3 a 0 e fica em primeiro no grupo A
24/06/18, 13:33 | CRIME - PF deve concluir inquérito que investiga Temer no início de julho
24/06/18, 13:28 | TECNOLOGIA - Uso de mídias sociais, internet e smartphone aumenta no mundo, diz pesquisa
24/06/18, 13:15 | SEGURANÇA - 6.368 pessoas morreram nas cadeias do país de 2014 a 2017
24/06/18, 12:49 | SEGURANÇA - Presos fazem buraco em parede de cela e fogem da delegacia de Barras-PI
24/06/18, 12:42 | POLÊMICA - Uruguai legalizou maconha e elevou penas para tráfico de outras drogas
24/06/18, 12:34 | ACOLHIMENTO - Refugiados e estrangeiros elogiam receptividade dos brasileiros
24/06/18, 12:27 | COPA DO MUNDO - Panamá é goleado pela Inglaterra, mas festeja primeiro gol em Copas
23/06/18, 18:26 | ENTREV ISTA - Ministro do STF diz que prisão de Lula “viola a Constituição”
23/06/18, 17:46 | POLÍTICA - Desaprovação a Bolsonaro sobe a 64%, diz pesquisa
23/06/18, 17:04 | ESPORTE - Kroos marca nos acréscimos contra a Suécia e mantém a Alemanha viva na Copa
23/06/18, 16:55 | IGREJA - Vaticano condena sacerdote acusado de pedofilia a cinco anos de prisão
23/06/18, 16:50 | DADOS - Seis em cada 10 jovens pensam em deixar o país para morar no exterior
23/06/18, 16:46 | COPA - Lesão tira Douglas Costa do jogo do Brasil contra a Sérvia
23/06/18, 16:43 | COPA DO MUNDO - Bélgica goleia Tunísia por 5 a 2 em Moscou
23/06/18, 16:40 | COPA DO MUNDO - México vence a Coreia por 2 a 1 e chega a seis pontos no Grupo F
23/06/18, 08:38 | INFRAESTRUTURA - Brasil precisa investir R$ 345,8 bi para universalizar saneamento até 2033
23/06/18, 08:35 | POLÊMICA - Fazenda Nacional questiona juiz Sérgio Moro por decisão
23/06/18, 08:12 | COPA - Torcedores do Brasil e da Argentina se envolvem em pancadaria
23/06/18, 07:53 | SAÚDE PÚBLICA - SUS incorpora novos tratamentos para doenças raras
23/06/18, 07:50 | CRIME - ONU Mulheres condena assédio promovido por brasileiros na Rússia
23/06/18, 07:47 | INTERNACIONAL - PF prende brasileiro foragido em estádio de São Petersburgo na Rússia
22/06/18, 22:24 | COPA DO MUNDO - Quatro seleções já estão classificadas para a próxima fase
22/06/18, 22:11 | ELEITOR - Datafolha mostra Lula como preferido para tirar Brasil da crise
22/06/18, 22:09 | LEI - Código de Defesa do Usuário do Serviço Público entra em vigor
22/06/18, 21:35 | DIREITOS HUMANOS - Manifestantes fazem passeata no Rio pela legalização do aborto
22/06/18, 21:29 | ESPORTE - Nono dia da Copa teve vitórias do Brasil, Nigéria e Suíça
22/06/18, 21:01 | COPA DO MUNDO - Neymar reage a críticas e desabafa nas mídias sociais
22/06/18, 00:04 | INVESTIGAÇÃO - Cármen Lúcia aquiva investigação sobre menções a ministros do STF na delação da JBS
21/06/18, 23:58 | PARLAMENTO - Deputados tentam mas não conseguem barrar CPI das delações
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site