CBN - A rádio que toca notícia

ECONOMIA

Contra aumento de PIS/Cofins, Fiesp diz que ‘o pato vai para a rua’

Meirelles: decisão deve sair até a próxima semana

12/10/17, 17:32

A

Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo) criticou nesta 5ª feira (12.out.2017) a intenção do governo de elevar alíquotas do PIS/Cofins.

“Não há como concordar com isso. Além da burocracia infernal, dos impostos e alíquotas escorchantes, os governos ainda aplicam as leis e regras criadas por eles mesmos de maneira errônea e distorcida, sempre para arrecadar mais”, afirma o presidente da federação, Paulo Skaf (PMDB), em nota (íntegra no final deste texto).

O governo estuda o aumento das alíquotas para compensar decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de que o valor pago em ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) não é considerado lucro das empresas. Por isso, a União não pode cobrar os impostos PIS e Cofins sobre este valor.

“Num raríssimo caso em que a Justiça impede a inconstitucionalidade, a reação do governo deveria ser o ressarcimento imediato ao contribuinte dos valores cobrados a mais nos últimos anos, com a devida correção monetária e um convincente pedido de desculpas”, diz a Fiesp.

Meirelles: decisão até a próxima semana

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou na 4ª (11.out) que a equipe econômica deve anunciar uma decisão sobre o aumento da alíquota até a próxima semana.

Segundo estudos da Fazenda, a cobrança subiria de 9,25% para a casa dos 10%. “O que existe são estudos preliminares visando a recomposição da base de tributação em virtude da eliminação do ICMS da base [de cálculo do PIS e Cofins], de maneira que não haja uma perda de arrecadação”, afirmou.

Maia: ‘Não vai nem tramitar’

Diante das especulações sobre o aumento da carga tributária, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que não vai permitir a tramitação de uma proposta com essa finalidade. Questionado sobre o posicionamento, Meirelles disse que “não há nenhuma intenção ou projeto para aumento de carga tributária, que é exatamente o que foi questionado pelo presidente da Câmara”. “Não vai nem tramitar”, disse.

‘Não há como concordar com isso’

Eis a íntegra da nota divulgada pela Fiesp nesta 5ª feira (12.out.2017):

“Aumento do PIS/Cofins

A imprensa vem noticiando que o governo pretende aumentar, por medida provisória, as alíquotas do PIS/Cofins para compensar perdas de arrecadação decorrentes da decisão do STF que excluiu o ICMS da base de cálculo desses tributos.

Não há como concordar com isso. Além da burocracia infernal, dos impostos e alíquotas escorchantes, os Governos ainda aplicam as leis e regras criadas por eles mesmos de maneira errônea e distorcida, sempre para arrecadar mais.

Quando a Receita Federal acredita que o contribuinte falhou, sua ação é sempre implacável: multa de muitos porcento, correção pela Selic, penhora on line, etc. Esse rigor é geral, atingindo empresas, pessoas físicas, profissionais liberais e todos que pagam impostos nesse país.

Num raríssimo caso em que a Justiça impede a inconstitucionalidade, a reação do governo deveria ser o ressarcimento imediato ao contribuinte dos valores cobrados a mais nos últimos anos, com a devida correção monetária e um convincente pedido de desculpas.

Ao invés disso, o que faz o Ministério da Fazenda? Estuda uma forma de aumentar as tais alíquotas para continuar esfolando o contribuinte.

A Fiesp acredita que, se os sucessivos governos distorceram a interpretação da lei para arrecadar mais, não têm direito a este acréscimo de arrecadação, que deve retornar ao contribuinte.

Lutaremos com todas forças para impedir o aumento das alíquotas do PIS e da COFINS.
O PATO vai para a rua.

Paulo Skaf
Presidente da Fiesp e do Ciesp.”

Fonte: JL/PODER 360
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
12/12/17, 13:27 | - Ex-lateral do Flu diz que quer voltar ao Brasil e jogar no Botafogo
12/12/17, 11:53 | POLÍTICA - Temer negocia cargos de Geddel com o PR em troca de apoio pela Previdência
12/12/17, 11:49 | CRIME - Gari é atingido com cinco tiros por colega durante o trabalho em Teresina
12/12/17, 11:06 | ELEIÇÃO - Parecer de perito afirma não existir evidência de regularidade da urna 7 do Vasco
12/12/17, 10:16 | PREVIDÊNCIA - INSS: aposentados e pensionistas podem ter o menor reajuste no benefício desde 1995
12/12/17, 10:11 | POLÍTICA - Programas sociais de Lula são aclamados por onde a caravana passa
11/12/17, 22:54 | MOVIMENTO - Moradores fecham avenida e queimam pneus durante protesto em Teresina
11/12/17, 22:46 | FIM DE ANO - Menino carente ganha festa como presente de Natal em Teresina
11/12/17, 21:54 | POLÊMICA - Desembargador suspende liminar de juíza e Janainna realiza festa em Luzilândia
11/12/17, 18:54 | CORRUPÇÃO - Fachin mantém julgamento sobre ‘quadrilhão’ do PMDB para quarta
11/12/17, 18:41 | POLÊMICA - Maia: 'Não é fácil votar na próxima semana Reforma da Previdência'
11/12/17, 18:37 | CRIME - Rocha Loures vira réu por corrupção no 'caso da mala' de R$ 500 mil
11/12/17, 16:47 | ECONOMIA - Quase 60 milhões de brasileiros estão com nome negativado, diz pesquisa
11/12/17, 16:41 | ESPORTE - Oitavas da Champions estão definidas: Real Madrid enfrenta o PSG
11/12/17, 16:35 | MUNDO - Prefeito confirma atentado terrorista em Nova York; suspeito é preso
11/12/17, 16:07 | PROTESTO - Greve de fome de trabalhadores contra Reforma da Previdência completa sete dias
11/12/17, 16:04 | MOBILIZAÇÃO - Movimentos programam reuniões para discutir problemas do país com a população
11/12/17, 16:00 | PREVIDÊNCIA - Militares e altos salários no Legislativo e Judiciário serão 'poupados' da reforma
11/12/17, 12:25 | POLÊMICA - Juíza proibe show-festa no Complexo da Igreja de Santa Luzia em Luzilândia
11/12/17, 08:49 | CRIMES - Mãe de Geddel, idosa e corrupta. Corrupção em larga escala
11/12/17, 08:44 | POSSE - Eduardo Cunha manda e indica ministro no governo Temer
11/12/17, 08:11 | POLÊMICA - General alerta para os riscos de não se eliminar os criminosos da vida pública
11/12/17, 01:05 | CAMPANHA - 'Pirraça' pode levar o mundo à destruição nuclear, diz Nobel da Paz
11/12/17, 00:33 | MOVIMENTO - Instituto Não Aceito Corrupção lança campanha com pautas legislativas
11/12/17, 00:27 | INFRAESTRUTURA - Rua do Centro de Teresina ganha faixa exclusiva para pedestres
10/12/17, 15:18 | POLÍTICA - PSDB tem apenas metade da bancada a favor da reforma da Previdência
10/12/17, 14:10 | ESPORTE - Renato faturou R$ 8 milhões de bonificação por ano vitorioso no Grêmio
10/12/17, 13:39 | ARTIGO - O trauma, a decepção e o desalento causados por Aécio
10/12/17, 12:32 | POLÍTICA - Lula pensa em isenção de IR a pessoas com salário de até R$ 5 mil
10/12/17, 12:22 | PROJETO - Mulher de Moro conta com ajuda do juiz para projetar trabalho
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site