CBN - A rádio que toca notícia

SAÚDE

ANS: Envelhecimento da população eleva custo de planos de saúde

As operadoras de saúde que entram em processo de desequilíbrio econômico raramente são adquiridas por outras organizações, devido aos riscos sucessórios tributário e trabalhista

09/10/17, 13:55

A

expectativa de envelhecimento da população brasileira e o aumento dos custos médicos devem elevar os valores dos planos de saúde até 2030, de acordo com Leandro Fonseca, diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O assunto foi debatido hoje (9) no Fórum da Saúde promovido pela Câmara Americana de Comércio para o Brasil (Amcham), na capital paulista.

Até 2060, a faixa etária com 80 anos ou mais somará 19 milhões de pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A ANS calcula que um em cada quatro brasileiros tem plano de saúde, o que movimentou R$ 160 bilhões em 2016. O setor realizou mais de 1 bilhão de procedimentos médicos no ano passado.

Para Leonardo Paiva, chefe de gabinete da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Brasil passará pela transição demográfica antes de se tornar um país desenvolvido, o que aumentará o desafio. “Teremos a mudança de doenças infecto-contagiosas para doenças crônicas [comum à terceira idade]. As indústrias [farmacêuticas] estão se movendo para isso. Hoje, 40% dos novos registros de medicamentos são para oncologia”, declarou Paiva.

Judicialização

Para o chefe de gabinete da Anvisa, o Sistema Único de Saúde (SUS) precisa se preparar para o aumento de gastos com medicamentos voltados à população mais madura, que sofre com doenças crônicas. Ele prevê elevação do número de decisões judiciais obrigando o Estado a custear medicamentos o que, atualmente, é predominante entre doenças raras. Em 2015 e 2016, foram gastos R$ 1 bilhão ao ano com os dez medicamentos mais solicitados por meio da Justiça.

Outra questão apontada pelo diretor da ANS é a falta de gestão de saúde adequada entre as operadoras dos planos. O país tem 900 operadoras, sendo que 125 delas respondem por 80% dos beneficiários. Segundo ele, os consumidores realizam muitos exames sem necessidade por falta de orientação.

No país, a saúde suplementar faz 132 exames de ressonância magnética por mil habitantes, média muito elevada. “Há um desperdício enorme de recursos porque os usuários do sistema não são orientados a transitar pela rede. As soluções são uso consciente do consumidor e a reorganização da rede”, disse.

Risco sucessório

As operadoras de saúde que entram em processo de desequilíbrio econômico raramente são adquiridas por outras organizações, devido aos riscos sucessórios tributário e trabalhista. Fonseca explica que, diante das dificuldades, as operadoras passam a deteriorar seus serviços e a perder as melhores prestadoras.

“Não tem uma alternativa saudável, no âmbito jurídico, para que [a operadora] seja adquirida. Ela vai deteriorando o serviço dela num processo que pode levar seis anos. Apenas em 20% dos casos, elas se recuperam e conseguem retornar ao mercado”, esclarece Fonseca.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
12/12/17, 11:53 | POLÍTICA - Temer negocia cargos de Geddel com o PR em troca de apoio pela Previdência
12/12/17, 11:49 | CRIME - Gari é atingido com cinco tiros por colega durante o trabalho em Teresina
12/12/17, 11:06 | ELEIÇÃO - Parecer de perito afirma não existir evidência de regularidade da urna 7 do Vasco
12/12/17, 10:16 | PREVIDÊNCIA - INSS: aposentados e pensionistas podem ter o menor reajuste no benefício desde 1995
12/12/17, 10:11 | POLÍTICA - Programas sociais de Lula são aclamados por onde a caravana passa
11/12/17, 22:54 | MOVIMENTO - Moradores fecham avenida e queimam pneus durante protesto em Teresina
11/12/17, 22:46 | FIM DE ANO - Menino carente ganha festa como presente de Natal em Teresina
11/12/17, 21:54 | POLÊMICA - Desembargador suspende liminar de juíza e Janainna realiza festa em Luzilândia
11/12/17, 18:54 | CORRUPÇÃO - Fachin mantém julgamento sobre ‘quadrilhão’ do PMDB para quarta
11/12/17, 18:41 | POLÊMICA - Maia: 'Não é fácil votar na próxima semana Reforma da Previdência'
11/12/17, 18:37 | CRIME - Rocha Loures vira réu por corrupção no 'caso da mala' de R$ 500 mil
11/12/17, 16:47 | ECONOMIA - Quase 60 milhões de brasileiros estão com nome negativado, diz pesquisa
11/12/17, 16:41 | ESPORTE - Oitavas da Champions estão definidas: Real Madrid enfrenta o PSG
11/12/17, 16:35 | MUNDO - Prefeito confirma atentado terrorista em Nova York; suspeito é preso
11/12/17, 16:07 | PROTESTO - Greve de fome de trabalhadores contra Reforma da Previdência completa sete dias
11/12/17, 16:04 | MOBILIZAÇÃO - Movimentos programam reuniões para discutir problemas do país com a população
11/12/17, 16:00 | PREVIDÊNCIA - Militares e altos salários no Legislativo e Judiciário serão 'poupados' da reforma
11/12/17, 12:25 | POLÊMICA - Juíza proibe show-festa no Complexo da Igreja de Santa Luzia em Luzilândia
11/12/17, 08:49 | CRIMES - Mãe de Geddel, idosa e corrupta. Corrupção em larga escala
11/12/17, 08:44 | POSSE - Eduardo Cunha manda e indica ministro no governo Temer
11/12/17, 08:11 | POLÊMICA - General alerta para os riscos de não se eliminar os criminosos da vida pública
11/12/17, 01:05 | CAMPANHA - 'Pirraça' pode levar o mundo à destruição nuclear, diz Nobel da Paz
11/12/17, 00:33 | MOVIMENTO - Instituto Não Aceito Corrupção lança campanha com pautas legislativas
11/12/17, 00:27 | INFRAESTRUTURA - Rua do Centro de Teresina ganha faixa exclusiva para pedestres
10/12/17, 15:18 | POLÍTICA - PSDB tem apenas metade da bancada a favor da reforma da Previdência
10/12/17, 14:10 | ESPORTE - Renato faturou R$ 8 milhões de bonificação por ano vitorioso no Grêmio
10/12/17, 13:39 | ARTIGO - O trauma, a decepção e o desalento causados por Aécio
10/12/17, 12:32 | POLÍTICA - Lula pensa em isenção de IR a pessoas com salário de até R$ 5 mil
10/12/17, 12:22 | PROJETO - Mulher de Moro conta com ajuda do juiz para projetar trabalho
10/12/17, 11:47 | MAPA - ONG Ação da Cidadania lança documentário sobre a história da fome no Brasil
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site