CBN - A rádio que toca notícia

ENTREVISTA

Só o povo brasileiro tem direito de tirar o meu foro', diz Lula

Presidente fez pronunciamento na manhã desta quinta-feira, após ser condenado a 9 anos e meio de prisão por Sérgio Moro

13/07/17, 14:37
 
A
entrevista coletiva do ex-presidente Lula, nesta quinta-feira (13), na sede do PT, em São Paulo, teve início por volta do meio-dia. Antes de Lula, a presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann, falou sobre o apoio incondicional dado ao ex-presidente, tanto pelos partidários quanto pelos movimentos sociais.

Ela também defendeu a participação do petista nas eleições de 2018. "Eleição sem o presidente Lula é fraude", afirmou a senadora.

O presidente da CUT, Vagner Freitas, também discursou e convocou uma manifestação em apoio ao ex-presidente, para o próximo dia 20, em todas as cidades brasileiras.

"Eleição só será representativa se Lula tiver condições de concorrer. Nós vamos estar mobilizados a favor da democracia. Se podem cometer essa injustiça com o Lula, imagine o que podem fazer com o trabalhador", questionou.

O advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, se pronunciou. "Nós da defesa do ex-presidente Lula também reiteramos a nossa indignação com a sentença, que não apenas condena o réu sem provas, mas, principalmente, desconsidera as provas da inocência dele", afirmou.

"A sentença despreza o depoimento de 73 testemunhas e provas documentais, e dá validade jurídica a papéis sem importância e a um delator informal", completou, referindo-se ao depoimento do ex-presidente da OAS, Leonardo Pinheiro. "A sentença é ilegítima, porque despreza a constituição. Mas é uma decisão em primeira instância, e nós temos certeza de que ela será revertida nas instâncias superiores", completou Martins.

Lula pegou o microfone e começou a sua fala dizendo que "o estado de direito democrático está sendo jogado na lata do lixo". Depois, lembrou de um artigo, escrito em 2016, sobre as acusações que pesavam contra ele, para justificar a condenação.

"Meus acusadores sabem que não roubei, não fui corrompido nem tentei obstruir a Justiça, mas não podem admitir. Não podem recuar depois do massacre que promoveram na mídia. Tornaram-se prisioneiros das mentiras que criaram, na maioria das vezes a partir de reportagens facciosas e mal apuradas. Estão condenados a condenar e devem avaliar que, se não me prenderem, serão eles os desmoralizados perante a opinião pública."

O ex-presidente voltou a dizer que o queda do PT foi um golpe. "Se Lula conseguisse ser candidato, o golpe não fecharia. De que adiantaria tirar a Dilma se o Lula tivesse condições de ser candidato e de ser eleito em 2018? Esta sentença de ontem tem um componente político muito forte, e eu nem entrarei nos componentes jurídicos", disse.

Ele também criticou a postura da imprensa diante das investigações contra ele. "Eu sinto que há uma tentativa de me tirar do jogo político. Mas acredito nas instituições, porque são elas que garantem a democracia". "Não é possível a gente ter uma estado de direito se a gente não acreditar na Justiça, é por isso que digo que a Justiça não pode mentir. E a única justiça que há neste processo é a prova da minha inocência. Se alguém tiver uma prova contra mim, por favor, diga, porque eu preciso. Eu ficaria mais feliz se eu fosse desmascarado. O que me deixa indignado, mas sem perder a ternura, é perceber que estou sendo vítima de um grupo de pessoas que contou a primeira mentira e passará o resto da vida contando outras por causa dessa primeira mentira: a de que eu era dono do triplex".

O ex-presidente disse que irá recorrer em todas as instâncias e se lançou candidato a presidente em 2018, em meio a grito de "Lula presidente". "Se alguém pensou que com essa sentença me tiraria do jogo, pode saber que eu estou no jogo. Quero dizer ao meu partido que vou me colocar como postulante a candidato a presidente em 2018. Só o povo brasileiro tem direito de tirar o meu foro", completou.

Lula foi condenado, nessa quarta-feira (12), a 9 anos e meio de prisão pelo juiz Sérgio Moro, acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O caso, agora, aguarda julgamento do Tribunal Regional Federal.

Fonte: JL/Notícias ao Minuto
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/01/18, 21:50 | JULGAMENTO HISTÓRICO - As armas de Lula e Moro: os principais argumentos de cada lado
23/01/18, 19:49 | POLÊMICA - Conselho da Caixa destitui três vice-presidentes afastados e um volta ao cargo
23/01/18, 19:33 | MANDATO - PGR denuncia vice-líder do governo Temer por omitir depósitos do IR
23/01/18, 19:28 | JUDICÁRIO - Saiba como será o julgamento de Lula em Porto Alegre
23/01/18, 19:21 | DESCONFIANÇA - Procuradoria investiga troca na chefia da Polícia Federal de Santos
23/01/18, 19:13 | ARTIGO - O que está por trás da campanha da Globo
23/01/18, 19:00 | ARTIGO - TJ-PI – Um colegiado com número par e não ímpar!
23/01/18, 14:12 | SAÚDE - OMS vem ao Brasil para acompanhar fracionamento da vacina contra febre amarela
23/01/18, 13:45 | VIOLÊNCIA - Homem é preso após alugar arma e matar rival com tiros e pauladas em Teresina
23/01/18, 13:38 | CORRUPÇÃO - Ex-secretário de Obras do Rio é preso em operação da PF e do Ministério Público
23/01/18, 13:28 | POLÍTICA - Odorico Paraguaçu completa 45 anos e segue atual na política brasileira
23/01/18, 12:05 | REPERCUSSÃO - New York Times: partidário, Moro jogou a democracia brasileira no abismo
23/01/18, 12:01 | ECONOMIA - IBGE: gastos maiores com alimentos e transportes pressionam inflação
23/01/18, 11:58 | VÍRUS - Ministro da Saúde diz que febre amarela está 'sob controle'
23/01/18, 11:29 | BENEFÍCIOS - Rombo na Previdência revela que militar pesa 16 vezes mais que segurado do INSS
23/01/18, 11:18 | LAVA JATO - Defesa de Lula pede prescrição de crimes no caso do triplex
23/01/18, 11:13 | POLÍTICA - Mulheres são apenas 9,9% dos pré-candidatos aos governos estaduais
23/01/18, 11:08 | POLÊMICA - ‘PL da Eletrobras, como está, não passa em 2018 nem nunca’, diz Aleluia
23/01/18, 10:27 | CLT - Lula a sindicalistas: FHC prometeu, mas foi Temer que acabou com 'Era Vargas'
23/01/18, 10:23 | ACIDENTE - Globocop cai e deixa pelo menos dois mortos no Recife
23/01/18, 10:07 | CRIMES - Com ficha polical imensa, ex-prefeito Ronaldo Lages é preso em Esperantina
23/01/18, 09:39 | HISTÓRIA - Primeira negra diplomata no Itamaraty é filha do Piauí
22/01/18, 18:32 | INVESTIGAÇÃO - FAB: avião que caiu com Teori não registrou pane ou mau funcionamento
22/01/18, 18:28 | POLÊMICA - Pré-candidata à presidência, ex-apresentadora da Globo chama Bolsonaro de mentiroso e o desafia para um debate público
22/01/18, 16:26 | DESMANDOS - TCE-PI investigará gastos de carnaval em municípios com dificuldades financeiras
22/01/18, 15:59 | VIOLÊNCIA - Jovem baleada em praia do Rio continua internada em estado grave
22/01/18, 15:54 | POLÊMICA - Governo encaminha ao Congresso projeto com regras para privatizar Eletrobras
22/01/18, 15:50 | LAVA JATO - Moro pede que PF justifique uso de algemas durante transferência de Cabral
22/01/18, 13:35 | VIOLÊNCIA - Jovem é assassinado e namorada morre por engano com tiro na cabeça em Teresina
22/01/18, 13:23 | MANIFESTAÇÃO - Temer é xingado durante caminhada, sorri e ignora protesto
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site