CBN - A rádio que toca notícia

OPINIÃO

Falta luz ao STF, instituição que devia um farol nesses tempos de escuridão

Julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE foi vexame

16/06/17, 08:22

S

e o céu azul e vasto de Brasília, sobretudo o céu azul e vasto de Brasília quando a observamos na estação seca em que ora entramos, é o mar da cidade enxergado poeticamente pelo arquiteto em sua prancheta, não é licença desmedida afirmar que temos um arquipélago no coração da capital da República: o Supremo Tribunal Federal, localizado num dos quadrantes da Praça dos Três Poderes.

O arquipélago STF é composto por 11 ilhas rochosas e pode ser um porto seguro para náufragos desesperados que o avistem à luz do sol e em dia de céu claro. Mas se converte em armadilha traiçoeira para quem está à deriva à noite, sob o espectro da escuridão: falta ao Supremo, em sua composição atual, um farol capaz de apontar o caminho mais seguro aos que o buscam em desespero.

Não há farol no arquipélago, mas há faroleiros. Eles saem remando em suas canoas havaianas na direção de qualquer luz acesa com um microfone acoplado e não poupam opiniões sobre as mais variadas teses –até sobre aquelas que ainda chegarão às praias rochosas e se converterão em ações sobre as quais cada uma das ilhas deverá apresentar seu veredito.

Inquietos, alguns atrás do brilho fugaz que sempre imola reputações numa fogueira de vaidades deprimente, outros simplesmente imbuídos da certeza de que são a esperança derradeira de um Brasil que está a naufragar, os 11 rochedos gostam de se mover deslocando tanto ar quanto titãs em fúria. E isso é prejudicial ao país a qualquer hora. Sobretudo em meio à crise aguda dos dias de hoje.

O julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral passou para a sociedade como um vexame pelo motivo errado. Foi um vexame. Não pelo resultado do qual discordo, 4 a 3 a favor da ignorância do manancial caudaloso de provas de abuso econômico e fraude. Mas sim pela forma como se construiu o placar pronunciado pelo TSE e como, depois de tudo, o presidente do tribunal produziu um voto-discurso em que espezinhou os antagonistas.

Havia argumentos para sustentar tanto a tese da absolvição quanto a tese da condenação. Para mim, o veredito foi contrário às provas. Mas o que me cabe é mero poder de argumentar, de divergir. O erro do ministro Gilmar Mendes que superou em estridência a argumentação dele mesmo em favor de sua tese foi desqualificar, diminuir e constranger seus divergentes. No final, deixar-se fotografar em meio a aberta gargalhada enquanto a pronúncia do Tribunal Superior Eleitoral dividia o Brasil.

A luta do rochedo Mendes contra o mar de provas será transposta, agora, para o Supremo Tribunal Federal, onde já há recurso contra o TSE e para onde convergirão oceanos de ações e provas contra a manutenção do mandato de Michel Temer.

Porta-vozes do Palácio do Planalto, oficiais e oficiosos, não dão trégua ao bom senso e tocam jogo em quaisquer jangadas ou caravelas que lhes surgem à frente. Impedem, assim, que a Nação vislumbre alguma saída desse Cabo das Tormentas em que está lançada.

Acossado, o Ministério Público armou arsenal capaz de equipar a maior flotilha de guerra já lançada em águas brasileiras. Há munição no convés pronta a derrubar fortalezas –imagine-se as torres de paliças erguidas pelos asseclas palacianos.

É hora de os rochedos titânicos pensarem em se mover numa direção convergente. De falarem menos para os holofotes da imprensa a fim de, unidos, conseguirem erguer no arquipélago um farol capaz de nos oferecer alguma luz. Sem ela, naufragaremos todos.

Fonte: JL/por Luis Costa Pinto
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
20/02/18, 21:02 | DISCURSO - Senador se diz arrependido e pede desculpas a Dilma por ter votado a favor do impeachment
20/02/18, 20:59 | REAÇÃO - Maia diz que governo desrespeita Parlamento com pauta econômica: “Café velho e frio”
20/02/18, 20:50 | POLÊMICA - Intervenção no Rio de Janeiro vai terminar em tragédia, diz o jurista Pedro Serrano
20/02/18, 20:43 | JUDICÁRIO - STF concede prisão domiciliar a presas grávidas ou com filhos de até 12 anos
20/02/18, 20:37 | LAVA JATO - STJ manda soltar irmãos Wesley e Joesley Batista
20/02/18, 15:48 | LAVA JATO - Irmãos Batista da JBS querem delatar membros do Judiciário
20/02/18, 15:40 | JULGAMENTO - Turma do STF envia ao plenário ações sobre condenação em segunda instância
20/02/18, 15:13 | PRONTA RESPOSTA - Planalto pede ajuda a todas áreas do governo para Temer dar entrevistas
20/02/18, 15:09 | POLÊMICA - OAB-SE diz que intervenção no Rio de Janeiro é inconstitucional
20/02/18, 15:07 | ECONOMIA - Tempo médio de desemprego já dura 1 ano e 2 meses, diz pesquisa
20/02/18, 14:01 | ENTREVISTA - Aposentadoria de mulheres e jovens são as mais ameaçadas pela reforma
20/02/18, 13:02 | HISTÓRIA - Honestílio Dias Neto acumula curriculum com Quinto Concurso Público Federal
20/02/18, 11:44 | PARLAMENTO - Câmara dos Deputados afasta Paulo Maluf do exercício do mandato e convoca suplente
20/02/18, 11:38 | POLÊMICA - Trabalhadores comemoram suspensão de reforma, mas vão continuar mobilizados
20/02/18, 11:33 | MUNDO - Sobreviventes de massacre lideram campanha antiarmas nos EUA
20/02/18, 08:51 | ELEIÇÕES 2018 - Senado tem disputa acirrada no Piauí, diz pesquisa Amostragem/MN
20/02/18, 08:23 | CRÍTICAS - Ex-advogado de Eduardo Cunha assume Ministério no governo Temer
19/02/18, 22:35 | POLÊMICA - Governo desiste da votação da Previdência e anuncia nova pauta prioritária no Congresso
19/02/18, 22:06 | POLÊMICA - TCU não tem poder para bloquear bens de particular, decide Marco Aurélio
19/02/18, 21:57 | DIREITO - Intervenção federal: consequências jurídicas e institucionais
19/02/18, 16:10 | INCONSTITUCIONAL - Parlamentares vão ao STF contra reforma da Previdência durante intervenção
19/02/18, 15:56 | ESPORTE - Neymar tinha contrato com a Globo durante a Copa de 2014, diz jornal
19/02/18, 15:47 | INTERVENÇÃO - Eunício determina que todas as PECs parem de tramitar no Senado
19/02/18, 13:41 | CRIME - Ministério Público abre nova ação para investigar se Jucá é sócio oculto de TV
19/02/18, 13:33 | ECONOMIA - Em 10 anos, diminui diferença entre homens e mulheres no mercado de trabalho
19/02/18, 13:29 | CRIMINALIDADE - Por conta da violência, Correios não entregam em 44% dos CEPs do Rio
19/02/18, 13:18 | ECONOMIA - Brasil tem a 2ª gasolina mais cara do mundo
19/02/18, 12:51 | OPINIÃO PÚBLICA - Wellington Dias é líder na disputa pela reeleição com 70,80% dos votos
19/02/18, 11:32 | TRÂNSITO - Corredores de ônibus geram mudanças em avenida de Teresina
19/02/18, 10:52 | ACIDENTE - Adolescente do Piauí morre após sofrer choque elétrico em celular ligado na tomada
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site