CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO

Joesley acusa Aécio de oferecer cargo na Vale em troca de R$ 40 milhões de reais

Temer descarta renúncia, mas oposição pede impeachment e base avalia permanência. Delação também afeta Aécio Neves e PSDB e abre nova crise em Brasília

19/05/17, 14:48
A
conversa gravada pelo magnata da JBS, Joesley Batista, com o presidente Michel Temer sobre os planos do executivo para obstruir a Operação Lava Jato provocou um novo caos político no Brasil — os áudios foram divulgados nesta quinta-feira. O senador Aécio Neves (PSDB), também gravado ao pedir 2 milhões de reais, teve seu mandato suspenso pelo STF após a revelação da delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista e se licenciou da presidência do PSDB, partido aliado do Planalto. Já o presidente Michel Temer descartou renunciar. Agora, partidos aliados avaliam se deixam a base do Governo, enquanto movimentos sociais pedem eleições diretas. Já o mercado acompanha com apreensão os desdobramentos do escândalo.
 
PGR diz que Temer aprovou pagamento de mesada a Cunha feito por Joesley
 
Em inquérito, Rodrigo Janot afirma, acerca dos áudios gravados por Joesley Batista, que o empresário “fala de propina paga ‘todo mês, também’ [a Eduardo Cunha], acerca da qual há anuência do presidente”.
 
Temer recebeu ao menos 3 milhões de reais em propinas
 
O empresário Joesley Batista afirmou em seu depoimento que Michel Temer exigiu, em 2010, o pagamento de 3 milhões de reais em propina, sendo que 2 milhões foram pagos via caixa 2. O peemedebista também exigiu que Joesley pagasse valores que superam 1,5 milhão de reais para aliados.
 
Joesley Batista afirmou aos procuradores em seu depoimento que os sucessivos aportes feitos pelo BNDES nas empresas do grupo J&F, controlado pela família, eram vinculados a pagamentos de propina em uma conta vinculada a Lula e Dilma. Em 2014 essas contas tinham saldo de 150 milhões de dólares.
 
Outro negócio narrado por Joesley envolveu o financiamento de 2 bilhões de reais por parte do BNDES para a construção, em 2011, da planta de celulose da Eldorado, empresa da holding J&F, controlada pelos irmãos Batista. De acordo com o delator, Guido Mantega precisou intervir junto ao presidente do Banco para que o negócio se concretizasse. A contrapartida paga por Joesley foi um crédito de 30 milhões de dólares, que segundo ele se destinava a Dilma Rousseff.
 
Joesley Batista afirma que Guido Mantega intervinha diretamente com o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, para viabilizar as operações que beneficiariam a JBS. O Banco realizou um aporte de 2 bilhões de dólares via compra de debêntures da JBSD em 2009. Por esse negócio, Batista afirma que Mantega recebeu crédito de 50 milhões de dólares em uma conta no exterior.
 
Posteriormente, Joesley Batista diz ter conseguido construir uma relação de proximidade com Guido Mantega, e narra aos procuradores um diálogo no qual negocia com o ministro o pagamento das propinas.
 
Em seu depoimento Joesley Batista afirma ter conseguido facilidades para obter financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a JBS em 2005 graças a propinas pagas ao então ministro Guido Mantega. Um amigo de Mantega, Victor Garcia Sandrim (chamado de Vic no depoimento), teria intermediado os acertos. Os negócios do frigorífico com o Banco foram alvo, na semana passada, da Operação Bullish.
Fonte: JL/Elpaís
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/08/17, 19:42 | VIOLÊNCIA - Pesquisa mostra que um ônibus é assaltado a cada três dias em Teresina
23/08/17, 19:38 | MISTÉRIO - Comerciante é encontrado enforcado em cajueiro de cemitério em Parnaíba
23/08/17, 19:10 | ACIDENTE - Sobrevivente de naufrágio relata 'momentos terríveis'
23/08/17, 19:06 | ACIDENTE - Barco que naufragou no PA fazia transporte clandestino
23/08/17, 18:33 | DESMONTE DO ESTADO - Anunciado pacotão de privatizações
23/08/17, 14:24 | CRIME - Presos suspeitos de matar travesti no PI com motivação homofóbica
23/08/17, 14:15 | VIOLÊNCIA - Brasil registra oito casos de feminicídio por dia, diz Ministério Público
23/08/17, 14:11 | CRIMINALIDADE - Suspeito de assaltar taxista sofre tentativa de linchamento em Teresina
23/08/17, 13:41 | HOMENAGEM - Morto em 2014, Suassuna terá livro lançado em outubro
23/08/17, 13:36 | SUPREMO - Maria do Rosário depõe contra Bolsonaro e o chama de 'líder do ódio'
23/08/17, 13:32 | MOVIMENTO - Grupo de artistas organiza ato de protesto contra Gilmar Mendes
23/08/17, 12:46 | POLÊMICA - Barroso critica Temer e diz que Lava Jato é 'vítima de operação abafa'
23/08/17, 12:42 | CORRUPÇÃO - Geddel Lima se recusa a desbloquear celular apreendido pela PF
23/08/17, 12:34 | INCIDENTE - Ministro de Temer é impedido de embarcar para os Estados Unidos
23/08/17, 10:34 | ACIDENTE - Embarcação com 70 pessoas afunda no Pará; sete corpos são resgatados
23/08/17, 10:29 | CORRUPÇÃO - Eduardo Cunha pede imunidade a parentes para aceitar delação
23/08/17, 10:07 | POLÍTICA - Distritão causaria mais mudanças nos estados que na Federação
23/08/17, 10:00 | SUCESSÃO - FHC aposta em Alckmin para disputa presidencial pelo PSDB em 2018
23/08/17, 08:58 | CORRUPÇÃO - Filho de ministro do TCU é intimado na 45ª fase da Lava Jato
22/08/17, 18:38 | POLÍTICA - Base aliada rejeita proposta de semipresidencialismo e alerta Temer
22/08/17, 17:46 | POLÍTICA - Distritão alteraria menos de 10% dos eleitos em 2014
22/08/17, 17:33 | ECONOMIA - Pelo terceiro ano seguido, desemprego é a principal causa da inadimplência
22/08/17, 17:28 | TERROR - Barcelona: 2 terroristas têm prisão preventiva; 1 fica em liberdade
22/08/17, 17:25 | CORRUPÇÃO - Collor vira réu em processo da Lava Jato no Supremo Tribunal
22/08/17, 16:55 | POLÊMICA - Mãe de Miss Brasil diz que comentários racistas não vão calar a filha
22/08/17, 11:29 | SISTEMA - Na mira de Temer, projetos sobre semipresidencialismo tramitam no Congresso
22/08/17, 11:25 | CORRUPÇÃO - Funaro fecha acordo de delação premiada com a Lava Jato
22/08/17, 11:15 | FUTEBOL - Fox Sports fecha acordo para transmitir Copa do Mundo da Rússia
22/08/17, 11:10 | VIOLÊNCIA ESCOLAR - Professora de SC é agredida por aluno após expulsá-lo de sala: ‘Dilacerada’
22/08/17, 11:05 | POLÊMICA - Janot vê ‘múltiplas causas’ para a suspeição de Gilmar no caso do ‘rei do ônibus’
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site