CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

Ministros do STF divergem sobre julgamento de foro privilegiado

Contrário ao foro privilegiado, Marco Aurélio disse desconhecer a proposta de seu colega Luís Roberto Barroso, que defende a restrição de foro no STF para políticos que tenham cometido crimes apenas durante o exercício do mandato

21/04/17, 12:58
 
A
pós a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, marcar para 31 de maio o julgamento de ação penal que contesta o foro privilegiado, o ministro Marco Aurélio Mello afirmou ontem que o Congresso deveria disciplinar o alcance do número de autoridades beneficiadas com a prerrogativa. Em Lisboa, o ministro Gilmar Mendes disse que o momento não é "oportuno" para decidir sobre o tema.

A discussão veio à tona em razão do impacto que o julgamento pode ter sobre o andamento da Lava Jato no Supremo. No dia 11 deste mês, o jornal O Estado de S. Paulo revelou que o ministro Edson Fachin, relator dos processos da operação na Corte, instaurou 76 inquéritos para investigar políticos com foro privilegiado citados nas delações premiadas da Odebrecht.

Contrário ao foro privilegiado, Marco Aurélio disse desconhecer a proposta de seu colega Luís Roberto Barroso, que defende a restrição de foro no STF para políticos que tenham cometido crimes apenas durante o exercício do mandato.

"Vamos ver: se a proposição decorrer de simples interpretação do que já está na Constituição, nós poderemos atuar. Agora, não atuamos como legisladores positivos", disse Marco Aurélio, ao chegar ao STF para a sessão plenária de ontem.

"O ideal seria realmente a disciplina da matéria pelo Congresso. Eu sou contrário à prerrogativa de foro por razões democráticas", afirmou o ministro. Segundo um integrante da Corte, ainda não há maioria para que o Supremo resolva dar um novo entendimento à extensão da prerrogativa.

"Casuísmo"

Em Portugal, onde participou de evento da área jurídica, Gilmar criticou ontem o debate sobre foro privilegiado. "Não sei se é oportuno tentar fazer uma mudança casuística, diria quase macunaímica agora, aproveitando-se de que este discurso de que o foro é inadequado", considerou.

Gilmar, porém, afirmou que o STF não corre "nenhum risco" de paralisia por causa do andamento da Lava Jato. Segundo ele, quando a Constituição foi elaborada, seus autores não imaginavam que haveria tanta investigação e práticas criminais em um ambiente político.

"Hoje, temos metade do Congresso, talvez algo mais, investigada no STF, então esse é um dado estatístico inescapável, não há o que discutir", afirmou.

Em relação à celeridade dos julgamentos do juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato em primeira instância, Gilmar afirmou que a 13.ª Vara Federal Criminal de Curitiba trabalha em "condições especialíssimas" e disse que a comparação é "absolutamente imprópria". "Ele só faz isso", afirmou.

Questionado se a declaração se tratava de um elogio ou crítica a Moro, ele respondeu que não se referia ao juiz, mas às condições dadas pelo Tribunal Regional Federal (TRF).

Fonte: JL/Notícias ao Minuto
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
25/06/17, 17:24 | REFORMA - Pesquisa aponta que maioria da população é contra reforma trabalhista
25/06/17, 16:34 | CRIMES - Desde 2013, prisões por corrupção no Brasil cresceram 288%
25/06/17, 14:51 | CORRUPÇÃO - Deputados que vão analisar denúncia contra Temer são alvos de delatores
25/06/17, 14:01 | MOVIMENTO - Caminhada pela Paz reúne 1.500 pessoas em combate às drogas em Teresina
25/06/17, 13:51 | ACIDENTE - Colisão entre carro e caminhão baú deixa vítima presa às ferragens na BR-316
25/06/17, 13:46 | BRASILEIRÃO - Nenê decide de falta e Vasco bate o Atlético-GO no São Januário
25/06/17, 13:39 | CORRUPÇÃO - Saiba quais são os passos em caso de denúncia contra Temer pela PGR
25/06/17, 13:07 | RECONHECIMENTO - Luzilândia premia seus alunos da rede muncipal na Olimpíada de Matemática
25/06/17, 12:53 | CRIMINALIDADE - Bandidos fazem a 'festa' em São Bernardo, Magalhães de Almeida e Luzilândia
25/06/17, 12:31 | ARTIGO - O crime não compensa; o que compensa é a impunidade
25/06/17, 07:41 | SORTE - Doze apostas levam o prêmio de R$ 130 mi da Quina de São João
25/06/17, 07:33 | CAIXA TRÊS - Odebrecht usou empesas laranjas para financiar campanha de Heráclito
24/06/17, 19:24 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Doleiro aliado à Cunha prometeu 'acabar' com Temer em delação
24/06/17, 15:24 | CRIME - Receita Federal alerta para envio de falsas intimações pelos Correios
24/06/17, 15:17 | LEI - Câmara aprova fim de multa a quem não portar CNH e licenciamento
24/06/17, 15:10 | REPÚDIO - CNBB critica 'barganhas sem escrúpulos' na política brasileira
24/06/17, 13:26 | ADMINISTRAÇÃO - Após 127 anos de história, Luzilândia tem sua 1ª Administração transparente
24/06/17, 13:22 | INVESTIGAÇÃO - PF diz que não houve edição em gravação de Joesley com Temer
24/06/17, 13:16 | POLÊMICA - Ministro quer trocar o diretor da PF e reorganizar instituição
24/06/17, 13:04 | PESQUISA - Maioria acredita que saída de Temer é o melhor para o país
24/06/17, 12:20 | ARAPONGAGEM - Cármen Lúcia pede varredura em telefones do Supremo Tribunal
24/06/17, 12:13 | PESQUISA - Temer é presidente com menor popularidade em 28 anos
24/06/17, 09:20 | ARTIGO - Na Criminologia, a confusão entre Feminicídio e Homicídio Qualificado
23/06/17, 17:56 | ECONOMIA - Ministro teme que outros países suspendam compra de carne
23/06/17, 17:44 | POLÍTICA - Temer é pressionado a tirar PSDB dos ministérios
23/06/17, 17:39 | MINISTÉRIO PÚBLICO - Cotados à vaga de Janot na PGR prometem manter Lava Jato
23/06/17, 16:43 | MUNDO - Premiê da Noruega cobra 'limpeza' e está preocupada com a Lava Jato
23/06/17, 16:29 | ECONOMIA - Trabalhadores já sacaram mais de R$ 37 bilhões de contas inativas do FGTS
23/06/17, 16:25 | POLÍTICA - 'Gravíssimo', diz FHC sobre denúncia de Temer
23/06/17, 16:20 | MUNDO - Temer comete gafes na Noruega e confunde país com 'Suécia'
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site