CBN - A rádio que toca notícia

CÂMARA

Governo sofre derrota e não consegue acelerar reforma trabalhista

Apenas 230 deputados votaram com a favor do governo, e 163 contra

18/04/17, 23:18
 
O
governo de Michel Temer sofreu uma importante derrota nesta terça-feira (18) ao não conseguir aprovar no plenário da Câmara dos Deputados a aceleração da tramitação da reforma trabalhista.

Apenas 230 deputados votaram com o governo, com 163 contra.

Era preciso o voto de pelo menos 257 dos 513 deputados para que a reforma tramitasse em regime de urgência. O placar revelou uma relevante traição na base de apoio de Temer.

A derrota é simbólica porque o Palácio do Planalto queria usar a aprovação da reforma trabalhista como exemplo de que tem votos suficientes para aprovar a outra prioridade legislativa de Temer em 2017, a reforma da Previdência. Por ser emenda à Constituição, ela precisa de mais votos ainda (60% dos deputados).

Com a rejeição da tramitação em regime de urgência, a reforma só deve ser votada na comissão especial da Câmara em cerca de duas semanas. O governo queria aprová-la na comissão e no plenário já na semana que vem. A derrota deve atrasar a tramitação também da reforma da Previdência.

O texto muda vários pontos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e traz, entre os principais pontos, a prevalência de negociações entre patrões e empregados sobre a legislação e o fim da contribuição sindical obrigatória.

'DESGRAÇA'

A oposição protestou durante toda a sessão, afirmando que a base de apoio de Temer quer precarizar os direitos trabalhistas. Deputados portaram cartazes com referências às delações da empreiteira Odebrecht e afirmando que a aprovação do requerimento é um golpe contra os trabalhadores.

O ápice do protesto aconteceu quando o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se levantou momentaneamente de sua cadeira. A ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina (PSOL-SP), que é da oposição, se sentou rapidamente no lugar de Maia anunciou ao microfone: "Passo a palavra ao deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), que é o relator dessa desgraça."

Maia retomou a presidência logo depois.

"Alcançamos uma vitória talvez inimaginável, não imaginávamos que fossemos conquistar essa vitória. Mostramos que não aceitávamos retirar direitos dos trabalhadores para retirar o foco da corrupção, a base do governo ficou nervosa, se desesperou e foi derrotada. Se a reforma trabalhista não alcança maioria absoluta, imagina a reforma da Previdência", afirmou Alessandro Molon (Rede-RJ).

"Era necessário que aguardasse que mais deputados votassem. Os deputados que tomaram de assalto a bancada podem ter tido alguma influência", disse o relator Rogério Marinho, se referindo ao protesto comandado por Erundina, entre outros.

Fonte: JL/Folha
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
28/04/17, 15:08 | GREVE - BRASIL PAROU PARA TEMER
28/04/17, 14:55 | MUNDO - Com Papa, al-Sisi pede estratégia global contra terrorismo
28/04/17, 14:50 | ECONOMIA - Número de desempregados já passa de 14 milhões no Brasil
28/04/17, 14:46 | REFORMAS - Temer não recua e chama manifestantes de 'privilegiados'
28/04/17, 13:53 | DECLARAÇÃO - Filha de Temer é a favor do aborto e da legalização das drogas
28/04/17, 13:13 | PARALISAÇÃO - Greve geral: atos em 26 estados; veja como foi a manhã no Brasil
27/04/17, 21:34 | PARALISAÇÃO - Greve esvazia Congresso e gera corrida de parlamentares ao aeroporto
27/04/17, 20:48 | AFOGAMENTO - Corpo de Bombeiros resgata corpo no Lagoas do Norte, em Teresina
27/04/17, 20:46 | INVESTIGAÇÃO - Ex-prefeito do PI é alvo em ação por fraude em licitações, diz Polícia
27/04/17, 20:41 | SUCESSÃO - Procurador diz que PEC que exclui promotores é inconstitucional
27/04/17, 16:21 | DECISÃO - STF decide que servidores públicos podem receber mais que o teto constitucional
27/04/17, 15:38 | PARALISAÇÃO - Justiça concede liminar contra as paralisações de metrô, trem e ônibus em SP
27/04/17, 15:24 | CRÍTICAS - Reforma trabalhista aprofunda desigualdade social, acusa Renan
27/04/17, 14:43 | DECISÃO - TCE-PI bloqueia contas de Luzilândia e mais 31 prefeituras por atraso nas prestações de contas de 2016
27/04/17, 14:23 | CONTAS PÚBLICAS - TCE-PI fará inspeção extraordinária em 48 municípios piauienses
27/04/17, 14:18 | PARALISAÇÃO - Trabalhadores dos Correios do Piauí aderem à greve
27/04/17, 14:11 | CRIMINALIDADE - Vândalos picham e quebram duas estações de passageiros em Teresina
27/04/17, 14:01 | SORTE - Prefeito de cidade de MT está entre os 20 ganhadores da Mega-Sena
27/04/17, 13:49 | REFORMA - Veja o que muda com a reforma trabalhista aprovada na Câmara
27/04/17, 13:47 | VATICANO - Papa diz que vai ao Egito como "peregrino da paz"
27/04/17, 13:43 | SAÚDE - Presidente do Senado é diagnosticado com encefalite viral e continua na UTI
27/04/17, 13:37 | POLÍTICA - TSE desaprova contas de 2011 e aplica sanção de R$ 10 milhões ao PSDB
27/04/17, 08:50 | CONFUSÃO - Palmeirenses falam em 'tocaia' e de agressão de jornalista com tripé
27/04/17, 08:43 | POLÍTICA - Lula diz ver espaço para falar com FHC, mas refuta diálogo com Temer
27/04/17, 08:16 | LEI TRABALHISTA - Após votação da reforma, governo convoca reunião com infiéis
26/04/17, 21:42 | LUTO - Morre aos 79 anos o jornalista, professor e advogado Carlos Chagas
26/04/17, 21:15 | FUTEBOL - Copa América no Brasil terá 16 seleções e pode ter convidados europeus
26/04/17, 21:06 | LAVA-JATO - STF deixou claro que Sergio Moro passou dos limites, afirma Gilmar Mendes
26/04/17, 21:03 | SUICÍDIO - Polícia Federal investigará envolvidos no jogo Baleia Azul
26/04/17, 20:57 | MOBILIZAÇÕES - Michel Temer decide cortar ponto de quem aderir à greve geral
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site