CBN - A rádio que toca notícia

JULGAMENTO

Supremo deve julgar restrição ao foro privilegiado em maio

Barroso argumentou que o atual sistema “é feito para não funcionar” e se tornou uma “perversão da Justiça”

17/04/17, 17:19

O

Supremo Tribunal Federal (STF) deve começar a discutir a restrição ao foro privilegiado para deputados federais e senadores no mês que vem. A decisão de incluir a questão na pauta de julgamento de maio foi tomada pela presidente da Corte, Cármen Lúcia, no primeiro dia útil de trabalho após a divulgação das decisões do ministro Edson Fachin, que determinou a abertura de inquéritos para investigar parlamentares  citados nas delações de ex-executivos da empreiteira Odebrecht.

O caso concreto que pode ser julgado em maio é de relatoria do ministro Luís Roberto Barroso e envolve a restrição de foro do atual prefeito de Cabo Frio (RJ), Marcos da Rocha Mendes, que chegou a ser empossado como suplente do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), mas renunciou ao mandato parlamentar para assumir o cargo no município. O prefeito responde a uma ação penal no STF por suposta compra de votos, mas, em função da posse no Executivo municipal, o processo foi remetido para a Justiça do Rio de Janeiro.

Em fevereiro, ao enviar o caso para o julgamento em plenário, Barroso disse que os detentores de foro privilegiado somente devem responder a processos criminais no STF se os fatos imputados a eles ocorrerem durante o mandato. No caso de fatos que ocorreram antes do mandato, a competência para julgamento seria da primeira instância da Justiça. De acordo com a Constituição, cabe ao Supremo julgar membros do Congresso Nacional nas infrações penais comuns.

Falhas no sistema

Na ocasião, Barroso argumentou que o atual sistema “é feito para não funcionar” e se tornou uma “perversão da Justiça”.

“Não é preciso prosseguir para demonstrar a necessidade imperativa de revisão do sistema. Há problemas associados à morosidade, à impunidade e à impropriedade de uma Suprema Corte ocupar-se como primeira instância de centenas de processos criminais. Não é assim em parte alguma do mundo democrático.”

No despacho, Barroso também fez críticas à ineficiência do Supremo no julgamento dos processos criminais envolvendo deputados federais e senadores. Segundo o ministro, existem na Corte aproximadamente 500 processos contra parlamentares, sendo 357 inquéritos e 103 ações penais.

“O prazo médio para recebimento de uma denúncia pelo STF é de 565 dias. Um juiz de 1º grau a recebe, como regra, em menos de uma semana, porque o procedimento é muito mais simples”, comparou.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
28/04/17, 15:08 | GREVE - BRASIL PAROU PARA TEMER
28/04/17, 14:55 | MUNDO - Com Papa, al-Sisi pede estratégia global contra terrorismo
28/04/17, 14:50 | ECONOMIA - Número de desempregados já passa de 14 milhões no Brasil
28/04/17, 14:46 | REFORMAS - Temer não recua e chama manifestantes de 'privilegiados'
28/04/17, 13:53 | DECLARAÇÃO - Filha de Temer é a favor do aborto e da legalização das drogas
28/04/17, 13:13 | PARALISAÇÃO - Greve geral: atos em 26 estados; veja como foi a manhã no Brasil
27/04/17, 21:34 | PARALISAÇÃO - Greve esvazia Congresso e gera corrida de parlamentares ao aeroporto
27/04/17, 20:48 | AFOGAMENTO - Corpo de Bombeiros resgata corpo no Lagoas do Norte, em Teresina
27/04/17, 20:46 | INVESTIGAÇÃO - Ex-prefeito do PI é alvo em ação por fraude em licitações, diz Polícia
27/04/17, 20:41 | SUCESSÃO - Procurador diz que PEC que exclui promotores é inconstitucional
27/04/17, 16:21 | DECISÃO - STF decide que servidores públicos podem receber mais que o teto constitucional
27/04/17, 15:38 | PARALISAÇÃO - Justiça concede liminar contra as paralisações de metrô, trem e ônibus em SP
27/04/17, 15:24 | CRÍTICAS - Reforma trabalhista aprofunda desigualdade social, acusa Renan
27/04/17, 14:43 | DECISÃO - TCE-PI bloqueia contas de Luzilândia e mais 31 prefeituras por atraso nas prestações de contas de 2016
27/04/17, 14:23 | CONTAS PÚBLICAS - TCE-PI fará inspeção extraordinária em 48 municípios piauienses
27/04/17, 14:18 | PARALISAÇÃO - Trabalhadores dos Correios do Piauí aderem à greve
27/04/17, 14:11 | CRIMINALIDADE - Vândalos picham e quebram duas estações de passageiros em Teresina
27/04/17, 14:01 | SORTE - Prefeito de cidade de MT está entre os 20 ganhadores da Mega-Sena
27/04/17, 13:49 | REFORMA - Veja o que muda com a reforma trabalhista aprovada na Câmara
27/04/17, 13:47 | VATICANO - Papa diz que vai ao Egito como "peregrino da paz"
27/04/17, 13:43 | SAÚDE - Presidente do Senado é diagnosticado com encefalite viral e continua na UTI
27/04/17, 13:37 | POLÍTICA - TSE desaprova contas de 2011 e aplica sanção de R$ 10 milhões ao PSDB
27/04/17, 08:50 | CONFUSÃO - Palmeirenses falam em 'tocaia' e de agressão de jornalista com tripé
27/04/17, 08:43 | POLÍTICA - Lula diz ver espaço para falar com FHC, mas refuta diálogo com Temer
27/04/17, 08:16 | LEI TRABALHISTA - Após votação da reforma, governo convoca reunião com infiéis
26/04/17, 21:42 | LUTO - Morre aos 79 anos o jornalista, professor e advogado Carlos Chagas
26/04/17, 21:15 | FUTEBOL - Copa América no Brasil terá 16 seleções e pode ter convidados europeus
26/04/17, 21:06 | LAVA-JATO - STF deixou claro que Sergio Moro passou dos limites, afirma Gilmar Mendes
26/04/17, 21:03 | SUICÍDIO - Polícia Federal investigará envolvidos no jogo Baleia Azul
26/04/17, 20:57 | MOBILIZAÇÕES - Michel Temer decide cortar ponto de quem aderir à greve geral
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site