CBN - A rádio que toca notícia

PROPINA

Citados em lista de propina discursaram contra a corrupção

O ex-diretor da Odebrecht Alexandrino Alencar relatou ter pago a Onyx Lorenzoni (DEM-RS), em caixa 2, R$ 175 mil em 2006, por exemplo

17/04/17, 10:19

O

deputado federal Bruno Araújo (PSDB-PE) cerrou o punho e deu socos para o alto no ritmo do coro “eu sou brasileiro/com muito orgulho/com muito amor”, fazendo vibrar o grupo de colegas em seu entorno na sessão que aprovava o processo de impeachment de Dilma Rousseff. Era abril de 2016, e a Lava Jato avançava sobre a cúpula do governo e do PT, levando o discurso anticorrupção para as ruas e para o plenário da Câmara. Araújo virou ministro das Cidades no novo governo e, na semana passada, descobriu-se que, nas planilhas de caixa 2 da Odebrecht, tinha outra identidade: “Jujuba”, beneficiário de R$ 600 mil em contribuições não declaradas à Justiça Eleitoral.

O caso não é exceção: sete em cada dez senadores e deputados federais que viraram alvo de inquérito ou são citados na planilha de caixa 2 entregue à Lava Jato pelo ex-diretor de Infraestrutura da Odebrecht Benedicto Junior votaram “sim” pelo impeachment. Sempre em discursos com duras críticas à corrupção, promessas de novos rumos e “esperança de um futuro melhor”. Foi o caso de Milton Monti (PR-SP), hoje acusado de viabilizar pagamentos ao então ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR-AM), e atuar por um “ajuste de mercado” entre empresas, que resultou em propina para agentes públicos do Dnit. Monti teria cobrado, em nome do PR, 3% dos contratos da Ferrovia Norte-Sul.

“Estamos legitimados pelo povo brasileiro para dar um basta à roubalheira!”, bradou Onyx Lorenzoni (DEM-RS) na sessão do impeachment, citando trecho do hino do Rio Grande de Sul que menciona o valor de “nossas façanhas” como “modelo a toda terra”. O ex-diretor da Odebrecht Alexandrino Alencar relatou ter pago a Lorenzoni, em caixa 2, R$ 175 mil em 2006. Tudo para que a empresa tivesse “um parceiro futuro nas suas atividades”, segundo o relato do ex-diretor.

Jutahy Júnior (PSDB-BA), suspeito de receber R$ 850 mil em caixa 2 nas campanhas de 2010 e em 2014, proferiu voto pela “certeza sobre o movimento popular das ruas”. Nos protestos citados por Júnior estavam dois nomes com maior número de pedidos de abertura de inquéritos no STF, com cinco procedimentos: os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Romero Jucá (PMDB-RR), suspeitos de crimes diversos. Todos os acusados negam as denúncias.

Deputado. Suspeito de receber R$ 580 mil para defender interesses da Odebrecht, José Carlos Aleluia (DEM-BA) disse no plenário da Câmara: “Estou votando ‘sim’ pelos crimes que Dilma cometeu”.

Brado forte

“Quanta honra o destino me reservou de poder, da minha voz, sair o grito de esperança de milhões de brasileiros. (...) Carrego comigo nossas histórias de luta pela liberdade e pela democracia. Por isso eu digo ao Brasil: sim para o futuro!” (Bruno Araújo, o “Jujuba” hoje ministro das Cidades, ao votar “sim” pelo impeachment de Dilma)
Fonte: JL/OTempo
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
12/12/17, 13:27 | - Ex-lateral do Flu diz que quer voltar ao Brasil e jogar no Botafogo
12/12/17, 11:53 | POLÍTICA - Temer negocia cargos de Geddel com o PR em troca de apoio pela Previdência
12/12/17, 11:49 | CRIME - Gari é atingido com cinco tiros por colega durante o trabalho em Teresina
12/12/17, 11:06 | ELEIÇÃO - Parecer de perito afirma não existir evidência de regularidade da urna 7 do Vasco
12/12/17, 10:16 | PREVIDÊNCIA - INSS: aposentados e pensionistas podem ter o menor reajuste no benefício desde 1995
12/12/17, 10:11 | POLÍTICA - Programas sociais de Lula são aclamados por onde a caravana passa
11/12/17, 22:54 | MOVIMENTO - Moradores fecham avenida e queimam pneus durante protesto em Teresina
11/12/17, 22:46 | FIM DE ANO - Menino carente ganha festa como presente de Natal em Teresina
11/12/17, 21:54 | POLÊMICA - Desembargador suspende liminar de juíza e Janainna realiza festa em Luzilândia
11/12/17, 18:54 | CORRUPÇÃO - Fachin mantém julgamento sobre ‘quadrilhão’ do PMDB para quarta
11/12/17, 18:41 | POLÊMICA - Maia: 'Não é fácil votar na próxima semana Reforma da Previdência'
11/12/17, 18:37 | CRIME - Rocha Loures vira réu por corrupção no 'caso da mala' de R$ 500 mil
11/12/17, 16:47 | ECONOMIA - Quase 60 milhões de brasileiros estão com nome negativado, diz pesquisa
11/12/17, 16:41 | ESPORTE - Oitavas da Champions estão definidas: Real Madrid enfrenta o PSG
11/12/17, 16:35 | MUNDO - Prefeito confirma atentado terrorista em Nova York; suspeito é preso
11/12/17, 16:07 | PROTESTO - Greve de fome de trabalhadores contra Reforma da Previdência completa sete dias
11/12/17, 16:04 | MOBILIZAÇÃO - Movimentos programam reuniões para discutir problemas do país com a população
11/12/17, 16:00 | PREVIDÊNCIA - Militares e altos salários no Legislativo e Judiciário serão 'poupados' da reforma
11/12/17, 12:25 | POLÊMICA - Juíza proibe show-festa no Complexo da Igreja de Santa Luzia em Luzilândia
11/12/17, 08:49 | CRIMES - Mãe de Geddel, idosa e corrupta. Corrupção em larga escala
11/12/17, 08:44 | POSSE - Eduardo Cunha manda e indica ministro no governo Temer
11/12/17, 08:11 | POLÊMICA - General alerta para os riscos de não se eliminar os criminosos da vida pública
11/12/17, 01:05 | CAMPANHA - 'Pirraça' pode levar o mundo à destruição nuclear, diz Nobel da Paz
11/12/17, 00:33 | MOVIMENTO - Instituto Não Aceito Corrupção lança campanha com pautas legislativas
11/12/17, 00:27 | INFRAESTRUTURA - Rua do Centro de Teresina ganha faixa exclusiva para pedestres
10/12/17, 15:18 | POLÍTICA - PSDB tem apenas metade da bancada a favor da reforma da Previdência
10/12/17, 14:10 | ESPORTE - Renato faturou R$ 8 milhões de bonificação por ano vitorioso no Grêmio
10/12/17, 13:39 | ARTIGO - O trauma, a decepção e o desalento causados por Aécio
10/12/17, 12:32 | POLÍTICA - Lula pensa em isenção de IR a pessoas com salário de até R$ 5 mil
10/12/17, 12:22 | PROJETO - Mulher de Moro conta com ajuda do juiz para projetar trabalho
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site