CBN - A rádio que toca notícia

PROCESSOS JUDICIAIS

DADOS ASSUSTADORES: 70% dos casos de violência contra idosas são de filhos e netos

70% dos 8 mil processos de violência doméstica são de netos que agridem as avós ou mães idosas por dinheiro

16/03/14, 19:28

T
ramitam na Justiça, exclusivamente em Teresina, 8 mil processos relacionados com violência contra a mulher. Deste total, 70% são de avós e mães que foram vítimas, principalmente, de seus netos, e de seus filhos, que exigem o cartão de saque para a retirada de seus proventos de aposentadoria. Na maioria das vezes, os agressores querem o dinheiro para comprar drogas porque são dependentes químicos.

O diagnóstico foi divulgado pelo promotor de Justiça Francisco de Jesus Lima (foto), da Promotoria da Mulher e da Aplicação da Lei Maria da Penha, em Teresina.

Os 8 mil processos são desde o início da promulgação da Lei Maria da Penha, em 2006. Em 2013, o número de novos processos ficou estabilizado.

No início, quando a mulher não se sentia seguro para denunciar os processos não existiam. Na medida em que os órgãos foram se aparelhando e a rede de proteção estendendo, as mulheres se sentiram mais encorajadas e vêm denunciando. Por isso, esse número assustador”, falou Francisco de Jesus Lima.

O promotor de Justiça Francisco de Jesus Lima falou que a maioria dos casos é de ameaça e a grande maioria envolve o neto ou o filho da mulher idosa.

Os casos de avós e mães apanhando dos filhos e netos já representam 70% do total dos processos. Nós temos que fazer um trabalho urgentemente sobre isso. O filho ou o neto que agride essa mulher idosa, principalmente para o uso da droga e do álcool. Às vezes, exigem que essas mulheres entreguem o dinheiro de sua aposentadoria, furtam as coisas de casa. Isso também é uma violência doméstica contra a mulher. A violência doméstica não é só do marido contra a mulher, do parceiro contra a mulher. É contra toda a violência contra a mulher dentro do espaço doméstico e percebemos que esse índice se alastrou por conta da mulher segura”, declarou Francisco de Jesus Lima.

E continua o promotor: “Nós temos um número muito elevado de processo de violência contra a mulher. Nós temos mais de 8 mil processos em tramitação. È uma situação que ocorre todos os dias. O que nós, do Ministério Público, estamos tentando e fazendo diariamente? Primeiro, mostrar que a violência ocorre durante, antes e depois do Dia 9 de Março (Dia Internacional da Mulher). Nós temos desenvolvendo companhas constantes de enfrentamento dessa violência. Estamos buscando parcerias, com a Polícia Militar, por exemplo, para fazer esse enfrentamento a cada dia, a cada hora, conscientizando e buscando na educação uma ferramenta muito grande para que a gente possa transformar valores. Não adianta a gente reprimir. A gente reprime e novas gerações são criadas com educação sexista, machista e sem igualdade de gênero. Isso vai somando, somando até que um dia se perde o controle”.

Francisco de Jesus defende que o trabalho seja preventivo, resultado de uma ação de parceria e privilegiando a educação. São necessárias ações repressivas”, lembrou. Ele informou ainda que a Promotoria da Mulher está desenvolvimento o projeto de interiorização de divulgação e aplicação da Lei Maria da Penha. Francisco de Jesus esteve em Demerval Lobão, em Capitão de Campos e algumas Prefeituras Municipais.

A Prefeitura de Cocal de Telha aderiu à Promotoria da Mulher e vai organizar conteúdo a ser ministrados nas escolas públicas sobre a Lei Maria da Penha e a Violência Doméstica. O trabalho do Ministério Público tem que se elastecer a toda a sociedade civil, a todos os atores no enfrentamento contra a violência contra a mulher”, falou Francisco de Jesus Lima.

Ele disse que as mesmas práticas de violência contra as mulheres se repetem com os homens da nova geração. Os novos valores coexistem com os valores já construídos. Para você tentar desfazer esses valores é mais complexo, mas acredito que isso seja superado” - finalizou.

Fonte: JL/Efrém Ribeiro
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/12/14, 11:33 | DIPLOMAÇÃO - “Vamos colocar a Casa em ordem”, diz Wellington Dias sobre o Piauí
18/12/14, 11:30 | CULTURA - Prefeitura de Teresina premia os melhores da música em 2014
18/12/14, 10:50 | ELEIÇÕES 2014 - Luzilandenses prestigiam momento histórico da posse de Janainna
17/12/14, 23:22 | ELEIÇÕES 2014 - Janainna Marques recebe diploma de deputada estadual em solenidade no Tribunal de Justiça
17/12/14, 22:56 | PARLAMENTO - Em uma sessão, deputados estaduais do Piauí aprovam 50 matérias
17/12/14, 22:48 | TRAGÉDIA - Filha de luzilandense mandou mensagem para prima minutos antes de morrer
17/12/14, 22:41 | ESPORTE - Mundial de Clubes: time do papa faz final com Real Madrid
17/12/14, 22:39 | POLÍTICA - TSE livra Maluf de punição e libera novo mandato em 2015
17/12/14, 22:35 | DIPLOMACIA - Cartas do Papa abriram caminho para acordo entre EUA e Cuba
17/12/14, 15:52 | INTERNACIONAL - Obama declara: ‘vamos normalizar relações com Cuba’
17/12/14, 15:48 | IBGE - Alunos mais pobres ampliam presença em universidades públicas
17/12/14, 15:33 | ECONOMIA - Brasileiros pagaram R$ 1,7 trilhão em tributos de 1º de janeiro até hoje
17/12/14, 15:30 | PESQUISA - Dados do IBGE indicam que 90% das mulheres jovens com filhos deixam de estudar
17/12/14, 15:23 | IBGE - Um em cada cinco jovens brasileiros não trabalha nem estuda
17/12/14, 15:09 | PUNIÇÃO - Juiz que ordenou prisão de funcionários da TAM no Maranhão é afastado
17/12/14, 14:55 | MUNDO - Aniversário do papa Francisco leva tango ao Vaticano
17/12/14, 14:48 | INFRAESTRUTURA - Sindicato denuncia situação precária de delegacias no Piauí
17/12/14, 14:46 | VIOLÊNCIA - Corpo de mulher com pancadas na cabeça e bilhete é encontrado em Teresina
17/12/14, 14:38 | PESQUISA - Programas sociais elevaram renda dos mais pobres, diz o IBGE
17/12/14, 14:36 | PESQUISA - Sobram mulheres em 20 Estados brasileiros, aponta IBGE
17/12/14, 14:30 | PESQUISA - Avaliação do governo Dilma segue estável apesar de Petrobras, mostra CNI/Ibope
16/12/14, 23:54 | LEGISLAÇÃO - Aprovado, novo Código de Processo Civil fará tempo do processo cair pela metade
16/12/14, 22:55 | DENÚNCIAS - Economista alerta para graves riscos de se 'destruir a Petrobras'
16/12/14, 22:49 | DECORO - Conselho de Ética instaura processo de cassação contra Bolsonaro
16/12/14, 17:28 | TRAGÉDIA - Restos mortais de vítimas de acidente na BR-316 serão levados para Brasília
16/12/14, 17:16 | ACIDENTE - Pai disse 'eu te amo' antes de salvar filha jogando-a pela janela de ônibus
16/12/14, 16:37 | NATUREZA - Projetos resgatam aromas urbanos e tentam salvá-los da extinção
16/12/14, 16:33 | PARLAMENTO - Índios tentam invadir a Câmara e policial leva flechada no pé
16/12/14, 16:30 | ESPORTE - Tite e Oswaldo, as armas de Corinthians e Palmeiras
16/12/14, 13:27 | AÇÃO SOCIAL - Prefeitura de Teresina garante refeição gratuita para moradores de rua
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site