CBN - A rádio que toca notícia

Número de motocicletas já é maior do que o de carros no Piauí

Nos últimos cinco anos, a frota do Estado cresceu 61,66%. No interior, o crescimento foi ainda maior, com 78,41%. Na capital, a frota aumentou 45,39% desde 2008

26/08/13, 09:21

N
o Piauí, o número de motocicletas e motonetas superou a marca de 365.455 mil e já representam 48% da frota de 760.685 veículos, a existente no Brasil.

Enquanto isso, os carros representam 30,21% da frota geral.

No Nordeste, o número de motos e motonetas superou a marca de 5 milhões, contra 4,9 milhões de carros nas ruas. O salto do número de motos é recente –elas praticamente dobraram de quantidade em apenas cinco anos. Em 2008, eram 2,6 milhões de motos e 3,3 milhões de carros, de acordo com dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

A frota de veículos do Piauí cresceu 14,22% de 2011 a 2012. Atualmente, o Estado possui um total de 760.685 veículos, sendo 347.930 em Teresina e 412.755 no interior. O maior crescimento da frota ocorreu no interior, com um aumento de 15,66%. Na capital, o crescimento foi de 12,55%. Os dados são do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI), contabilizados até o dia 31 de dezembro de 2012.

O veículo que teve o maior crescimento em relação à quantidade em todo o Estado foi a motocicleta. Foram registradas 365.455 motos, 45.752 unidades a mais que no ano de 2011. As motos ainda representam 59,27% de toda a frota de veículos do interior, 34,71% da frota de Teresina e 48% do Piauí. Já o automóvel representa 30,21% da frota geral, 18,1% do total de veículos do interior e 44,51% da capital.

Nos últimos cinco anos, a frota do Estado cresceu 61,66%. No interior, o crescimento foi ainda maior, com 78,41%. Na capital, a frota aumentou 45,39% desde 2008.

Habilitação

O Piauí possui, hoje, 386.774 pessoas habilitadas para dirigir, 21.504 a mais do que no ano de 2011, o que representa um aumento de 5,88%. Deste total, 290.417 são do sexo masculino e 96.357 do sexo feminino.

A maioria das pessoas que possui a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Estado é do sexo masculino (75,08%) e na faixa etária de 30 a 59 anos (63,95%).

O maior número de CNHs é para a categoria B, que permite a condução de automóveis, 126.348 habilitados; seguido da categoria AB, para a condução de motocicleta e automóvel, 159.131 habilitados; seguido da categoria B, para condução de motocicleta, 126.348.

A faixa etária de 18 a 29 anos concentra 25,4% dos motoristas piauienses (98.318 habilitados), a de 30 a 59 anos, 64,2% (248.408 habilitados) e com mais de 60% são 26,40% (102.440 habilitados).

No Norte, a proporção é ainda maior: 1,6 milhão de motos contra 1,2 milhão de carros. A maior quantidade de motos na região, porém, é um fenômeno menos recente: desde 2008 isso ocorre. Para efeito de comparação, o Estado com maior frota --São Paulo-- tem uma moto para cada 3,1 carros circulando nas ruas. No país, essa média é de 2,1.

A explicação para a febre das motos nas duas regiões é econômica. O aumento real do valor do salário mínimo, as facilidades no crédito e até o Bolsa Família explicam a mudança de perfil da frota nas duas regiões mais pobres do país.

A renda média da população pobre cresceu de forma significativa nos últimos anos, e cresce mais rápido que a das classes A e B. As regiões Norte e Nordeste são basicamente dominadas por pessoas das classes C, D e E, principais públicos das motos.

Com as motos e suas facilidades, as duas regiões passaram a registrar mais mortes no trânsito. O crescimento no número de óbitos fez o assunto entrar no topo da lista de problemas de saúde pública nas duas regiões, especialmente nas emergências do interior.

Segundo dados do Datasus, do Ministério da Saúde, a região que registrou maior aumento no número de mortes foi o Nordeste. Entre 2006 e 2011, o número absoluto de óbitos saltou de 2.125 mortes para 4.035. Ou seja, por dia, 11 nordestinos morrem por dia em acidentes.

Traduzindo em dados, o crescimento foi de 89%, 30 pontos percentuais a mais que a média nacional do mesmo período, que foi de 59%.

"O número de acidentes é extremamente preocupante. Sem dúvida é uma epidemia. Da quantidade de leitos usados pelo SUS [Sistema Único de Saúde], a grande maioria é para vítimas de acidentes de moto. É um gasto enorme", disse Eloy Yanes, coordenador do Comitê para Redução de Morbimortalidade no Trânsito de Alagoas.

Além de tirar vidas, os acidentes também causam prejuízos aos cofres públicos. Segundo a Sociedade Brasileira de Medicina do Tráfico, a cada morte, cinco pacientes por acidente de moto são internados em estado grave em um hospital.

Já segundo levantamento do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), cada paciente custa, em média, R$ 152 mil aos hospitais, sobrecarregando o serviço público de saúde, especialmente nos Estados pobres.

Fonte: JL/Efrém Ribeiro
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
17/12/14, 23:22 | ELEIÇÕES 2014 - Janainna Marques recebe diploma de deputada estadual em solenidade no Tribunal de Justiça
17/12/14, 22:56 | PARLAMENTO - Em uma sessão, deputados estaduais do Piauí aprovam 50 matérias
17/12/14, 22:48 | TRAGÉDIA - Filha de luzilandense mandou mensagem para prima minutos antes de morrer
17/12/14, 22:41 | ESPORTE - Mundial de Clubes: time do papa faz final com Real Madrid
17/12/14, 22:39 | POLÍTICA - TSE livra Maluf de punição e libera novo mandato em 2015
17/12/14, 22:35 | DIPLOMACIA - Cartas do Papa abriram caminho para acordo entre EUA e Cuba
17/12/14, 15:52 | INTERNACIONAL - Obama declara: ‘vamos normalizar relações com Cuba’
17/12/14, 15:48 | IBGE - Alunos mais pobres ampliam presença em universidades públicas
17/12/14, 15:33 | ECONOMIA - Brasileiros pagaram R$ 1,7 trilhão em tributos de 1º de janeiro até hoje
17/12/14, 15:30 | PESQUISA - Dados do IBGE indicam que 90% das mulheres jovens com filhos deixam de estudar
17/12/14, 15:23 | IBGE - Um em cada cinco jovens brasileiros não trabalha nem estuda
17/12/14, 15:09 | PUNIÇÃO - Juiz que ordenou prisão de funcionários da TAM no Maranhão é afastado
17/12/14, 14:55 | MUNDO - Aniversário do papa Francisco leva tango ao Vaticano
17/12/14, 14:48 | INFRAESTRUTURA - Sindicato denuncia situação precária de delegacias no Piauí
17/12/14, 14:46 | VIOLÊNCIA - Corpo de mulher com pancadas na cabeça e bilhete é encontrado em Teresina
17/12/14, 14:38 | PESQUISA - Programas sociais elevaram renda dos mais pobres, diz o IBGE
17/12/14, 14:36 | PESQUISA - Sobram mulheres em 20 Estados brasileiros, aponta IBGE
17/12/14, 14:30 | PESQUISA - Avaliação do governo Dilma segue estável apesar de Petrobras, mostra CNI/Ibope
16/12/14, 23:54 | LEGISLAÇÃO - Aprovado, novo Código de Processo Civil fará tempo do processo cair pela metade
16/12/14, 22:55 | DENÚNCIAS - Economista alerta para graves riscos de se 'destruir a Petrobras'
16/12/14, 22:49 | DECORO - Conselho de Ética instaura processo de cassação contra Bolsonaro
16/12/14, 17:28 | TRAGÉDIA - Restos mortais de vítimas de acidente na BR-316 serão levados para Brasília
16/12/14, 17:16 | ACIDENTE - Pai disse 'eu te amo' antes de salvar filha jogando-a pela janela de ônibus
16/12/14, 16:37 | NATUREZA - Projetos resgatam aromas urbanos e tentam salvá-los da extinção
16/12/14, 16:33 | PARLAMENTO - Índios tentam invadir a Câmara e policial leva flechada no pé
16/12/14, 16:30 | ESPORTE - Tite e Oswaldo, as armas de Corinthians e Palmeiras
16/12/14, 13:27 | AÇÃO SOCIAL - Prefeitura de Teresina garante refeição gratuita para moradores de rua
16/12/14, 13:24 | SAÚDE - Gestores do HUT participam de II Encontro do Programa SOS Emergências
16/12/14, 12:37 | CORRUPÇÃO - Justiça libera trabalho externo para ex-senador Luiz Estevão
16/12/14, 12:19 | INTERNACIONAL - Terroristas invadem escola e matam ao menos 140 pessoas - a maioria crianças
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site