JORNAL LUZILÂNDIA
Clipagem Eletrônica - Versão para impressão
CORRUPÇÃO & PROPINA
Justiça Federal rejeita novo pedido de prisão de Paulo Petro, operador do PSDB
16/05/18, 12:09

A

Justiça Federal em São Paulo negou nesta 3ª feira (15.mai.2018) o novo pedido de prisão preventiva do ex-diretor da estatal paulista Dersa, Paulo Vieira de Souza, apontado como operador de propinas do PSDB.

Com a decisão, o engenheiro continua em liberdade. A Justiça determinou que ele seja intimado a comparecer a duas audiências, marcadas para os dias 18 e 25 de maio.

Na última 2ª feira (14.mai), a procuradora Adriana Scordamaglia havia pedido para que o engenheiro fosse preso novamente após ele não comparecer a uma audiência do processo. A Justiça entendeu, no entanto, que Vieira de Souza não havia sido corretamente intimado da audiência.

O ex-diretor da Dersa foi encarcerado preventivamente no dia 6 de abril, a pedido da força-tarefa da Lava Jato em São Paulo. É acusado de desviar R$ 7,7 milhões das obras do Rodoanel Sul, Jacu Pêssego e Nova Marginal Tietê de 2009 a 2011. No entanto, ele foi solto pelo ministro STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes na última 6ª feira (11.abr).
 
 
Fonte: JL/PODER 360
Reportagem publicada no site www.jornalluzilandia.com.br