JORNAL LUZILÂNDIA
Clipagem Eletrônica - Versão para impressão
VIOLÊNCIA
Maia voltará a cobrar o governo por recursos para intervenção
16/04/18, 12:44

O

presidente da Câmara, Rodrigo Maia, reafirmou nesta 2ª feira (16.abr.2018) que voltará a cobrar do Ministério do Planejamento recursos para a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro. Ele se encontrará na tarde desta 2ª com o governador do Estado, Luiz Fernando Pezão (MDB).

Em entrevista à Rádio Tupi, Maia afirmou que o fato de a intervenção ser parcial dificulta a ação do governo. O deputado disse que a intervenção causou “muita expectativa” e que o valor liberado não é suficiente para manter as operações. Até o momento, o governo repassou R$ 1,2 milhão ao Rio.

“O problema é que a intervenção foi parcial. O governo tem o comando sobre a área de segurança, mas não sobre a área financeira”, disse. “A intervenção gerou muita expectativa em todos nós. Os recursos não são suficientes para manter a polícia de maneira adequada”. 

Maia afirmou ter questionado ao ex-secretário-executivo da Fazenda à época e atual ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, sobre recursos.

“Liguei para o Guardia e perguntei: ‘tem alguma noção de quanto vai precisar?’. Ele disse que não tinha. Eu disse: ‘toma cuidado porque eu sei que há contratos de custeio que foram cancelados durante a crise de 2016 e nunca mais foram retomados. Então, não é que esse orçamento que está aí está com o contrato de manutenção de anos de 2009, 2010. É que não existe mais”, falou.

Maia afirmou que também questionou o ex-ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, sobre a capacidade do governo de executar a intervenção.

“Eu até disse ao ministro do Planejamento. [ele disse] ‘ah mas não posso pagar a dívida’. [E falei]: ‘Mas, meu amigo, você tinha que ter visto antes. Todos nós do Brasil sabíamos que o Rio de Janeiro tinha muita dívida'”, afirmou.

Maia elogiou a aprovação pela Câmara do Sistema Único de Segurança Pública. O texto deve ser votado pelo Senado nesta semana.

Fonte: JL/PODER 360
Reportagem publicada no site www.jornalluzilandia.com.br