JORNAL LUZILÂNDIA
Clipagem Eletrônica - Versão para impressão
INVESTIGAÇÃO
Homem é encontrado morto em Teresina e família suspeita de vingança de militares
14/11/17, 13:51
 
U
m homem identificado como Isaías Rodrigues da Silva foi encontrado morto às margens do Rio Poty, próximo ao bairro Parque Rodoviário, Zona Sul de Teresina, no início desta terça-feira (14). De acordo com Noêmia Soares da Silva, tia da vítima, o homem era usuário de drogas e teria tentado praticar um assalto a um motociclista que era um policial militar. A família acredita que policiais mataram Isaías.

"Esse policial que prendeu ele chamou várias viaturas, que abordaram meu sobrinho e o agrediram com o facão. Ele já tinha se rendido. Depois disso, trouxeram ele para a beira do rio para matar", disse Noêmia.

No local, o delegado Francisco Costa "Barêtta", titular da delegacia de Homicídios, a morte aparentemente foi violenta e as investigações preliminares já estão sendo feitas para dar segmento à investigação.

"Estamos investigando. Nos preocupamos com as circunstâncias em que o fato aconteceu para construir as provas. Precisamos ter cautela porque o IML está chegando e a perícia criminal fazendo o levantamento para determinar o que houve", destacou.

A família, por sua vez, alega ter provas que confirmam a versão de que policiais militares estejam envolvidos na morte do homem.

Segundo a tia de Isaías, testemunhas viram a ação da polícia e o caso será levado adiante. "Temos o relato de várias pessoas e provas concretas que indicam que foram os policiais que mataram ele", disse Noêmia.

Ao G1, o coronel John Feitosa, relações públicas da Polícia Militar do Piauí, afirmou que a instituição vai colher as declarações da família e encaminhar para a Corregedoria da Polícia Militar realizar a apuração dos fatos.

"Vamos ouvir essa pessoa da família, ela vai apresentar os elementos que apontam para essa afirmação e a Corregedoria vai fazer a apuração", declarou.

Após o trabalho de perícia no local, o corpo será levado ao IML para o exame cadavérico.

Fonte: JL/G1PI
Reportagem publicada no site www.jornalluzilandia.com.br