JORNAL LUZILÂNDIA
Clipagem Eletrônica - Versão para impressão
SUCESSO DE PAI E FILHO
Por onde anda Tirulipa, o filho de Tiririca?
25/11/07, 12:02
No auge do sucesso, ele estreou na tevê como Tiririca Jr
 
Everson de Brito Silva, até os 10 anos, nem imaginava quem era seu pai. Porém, seus trejeitos nunca negaram suas raízes. Filho de Tiririca, que durante muito tempo foi palhaço circense, Everson ou Tirulipa, como ficou nacionalmente conhecido, pode ver pela primeira vez o pai pela televisão:

 

"Com três anos, meu pai se separou da minha mãe. Minha mãe apontou pra televisão e disse 'olha, este é seu pai', e eu pedi para conhecê-lo".

No auge do sucesso, onde Tiririca era disputado pelas maiores redes de televisão do país, ele estreou na tevê como Tiririca Jr., mas, meses depois, foi impedido pela então gravadora do pai de usar o nome de seu progenitor:

"Quando comecei como Tiririquinha, a gravadora do meu pai não permitiu que eu usasse o nome, além de forçá-lo a ficar longe dele", rebate Everson, que na época tinha contrato com a gravadora Paradoxx e lançou o hit Jurubira, uma alusão à música de maior sucesso de seu pai, Florentina.

Com o sucesso, Tirulipa visitou todos os programas de tevê e era presença constante nas atrações comandadas por Eliana, Ratinho, Xuxa, Faustão, Raul Gil, Gilberto Barros e Gugu.

Aos 15 anos, Tirulipa decidiu estacionar a carreira, via-se como uma cópia de seu pai, e não enxergara ali um futuro promissor:

"Parei aos 15 anos e me dediquei aos estudos. Estava crescendo e me vendo outro Tiririca e achei que tinha que andar com minhas próprias pernas", relembra o cantor, que quase foi pego pela depressão por ter mudado sua rotina, graças à falta de convites para se apresentar na tevê.
 
Com 18 anos, ele assumiu os vocais da Banda de Forró Mo Mentira, que chegou a fazer grande sucesso no Norte e Nordeste do país, mas, três anos depois, com um desentendimento do grupo, o Mo Mentira se desfez.
 
Com um convite de Gurica, um famoso empresário baiano, Tirulipa formou o Forroxé, a mistura do Axé com o Forró e vem excursionando pelo país. Há seis meses, a banda, que é composta por 16 pessoas, está no Mato Grosso do Sul e promete logo chegar a São Paulo, Santa Catarina e Paraná para uma temporada de shows.

Noivo há um ano e nove meses de uma enfermeira cearense, Tirulipa, há seis meses não vê a amada:

"Há seus meses não nos vemos, mas a paixão é grande... Nos falamos todo dia, via telefone", explica o rapaz, que agora tem 22 anos e não descarta a possibilidade de casamento.

Na área do humor, Tirulipa, de vez em quando, se utiliza da peruca e do boné que o projetou nacionalmente:

"Na TV Diário (emissora líder em alguns horários em fortaleza) era um repórter humorista. Quando a Siri (Íris Stefaneli) veio pra cá, me vesti de Siririca e fui entrevistá-la. Não deixo de fazer humor porque ele também é minha paixão", finaliza.

Fonte: JL/OFuxico
Reportagem publicada no site www.jornalluzilandia.com.br